kamila-cristina Kamila Cristina

Dois garotos vão a um presidio abandonado. O intuito era fazer um trabalho de escola e acabaram descobrindo uma lenda muito mais antiga do que eles.


Roteiros Impróprio para crianças menores de 13 anos.
1
2.5mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Unico

1. CENA UM/ EXT. DO PRESIDIO/ DIA


Dois garotos. JOSH (Magro, quatorze anos, Moreno, cabelo raspado na lateral, castanhos). Vestido com calça jeans, chuteiras e camisa azul) e LEO (Louro, mais gordinho, 1,50. Camisa xadrez, calça jeans preta com mochila nas costas).


Um presídio está em cena, abandonado, da década de 1820, com grades de segurança de última geração. Há um ponto de ônibus a frente, separado por uma trilha de terra e arbustos.

A dupla desce do ônibus. JOSH está mais animado que LEO, descendo primeiro com JOSH logo atrás acuado. A cena mostra o motorista do ônibus fechando a porta logo depois dos dois saírem, ele está impaciente. A dupla acena para o ônibus enquanto o veículo continua pela estrada. Os dois caminham pela trilha até chegarem no portão do presidio.


LEO

Tem certeza que isso é uma boa ideia?


JOSH aperta o interfone animado.


ZELADOR

(INTERFONE) Quem é?


LEO

É o Leo e o Josh. Conversamos por telefone.


ZELADOR

Ah, sim o garoto da voz irritante. Olha vocês podem entrar, mas eu não

vou ser guia de vocês.


LEO

Tudo bem


O interfone desliga e um enorme som se portas se abrindo ecoam.


2. CENA DOIS/ EXT. DO PRESIDIO (QUINTAL)/ DIA

A dupla entra, cada um acentuando sua personalidade. O portão atrás deles se fecha. Eles se aproximam da porta pesada, de madeira massiva que cobria a entrada. A porta está com um dos seus lados abertos.


3. CENA TRÊS/ INT. DO PRESIDIO/ DIA

A dupla entra ficando impressionada com a estrutura do lugar. JOSH tira a mochila das costas e pega a câmera que está dentro com cautela. JOSH liga a câmera com uma certa pressa.


JOSH

Espero que a gente tire um dez depois disso.


LEO toca no amigo levemente.


LEO

Você viu como a professora ficou impressionada com a Joy por ele ter

feito aquele documentário.

JOSH

Isso se a gente não morrer aqui.


LEO faz um sinal para o amigo.


LEO

Larga de ser medroso.


4. CENA QUATRO/ INT. DO PRESIDIO/ DIA


Os dois se preparam para iniciar o documentário. LEO liga a câmera e começam a caminhar pelo presídio. Eles entram em algumas celas, dando zoom aos detalhes e nas partes deturpantes. A dupla está dentro de uma cela, gravando as palavras gravadas na parede quando um mulher se aproxima.


CLEO (Mulher, 50 anos, cabelos brancos e aparência de senhora dos anos 50. Vestido florido, mediano) está com um bolo nas mãos, oferecendo um prato a cada garoto que se assustam com a proximidade. CLEO fica preocupada ao perceber que assustou os garotos.

CLEO

Peço desculpas, não era minha intenção assustar vocês.


LEO se vira imediatamente em posição de combate. JOSH está com as pernas tremendo.

JOSH

(Gaguejando)

Quem é a senhora?


CLEO caminha lentamente.

CLEO

Ah eu acho que ele não falou de mim, aquele velho rabujento. Ontem quando ele me disse que dois garotos ligaram para a casa eu pensei que fosse um daqueles protestantes dos direitos humanos ou algum mendigo que ele expulsou

daqui, mas ele me mostrou as câmeras e vocês são apenas garotos curiosos então eu trouxe um pedaço do bolo.


CLEO estende os bolos para os garotos.


JOSH

A senhora é esposa do zelador.


Os garotos pegam o pedaço de bolo. CLEO se senta em uma das

camas podres da cela.


CLEO

Normalmente eu trago o almoço dele

e pensei porque não levar um

pouquinho para estes garotinhos?


Com cautela eles começam a comer o bolo.


CLEO

Então o que garotos fazem em um lugar tão horrível como esse?


LEO (Comendo)

Nos estamos fazendo uma pesquisa sobre os lugares mais antigos da

cidade.


CLEO

E como estão se saindo?

JOSH

Bem, aqui é bem assustador, porque você esta aqui?


A dupla devolveu os pratos para a senhorinha.


CLEO

Meu marido gosta de comida caseira.


JOSH liga a câmera novamente, sai da cela. LEO sai em seguida, acendo para CLEO. CLEO se levanta, mas não sai da sala.


5. CENA CINCO/ INT. DO PRESIDIO/ DIA

Os meninos seguem pelas celas, passando por duas escadas laterais, se viram por um corredor e chegam a outro trecho com as celas diferentes e uma porta de metal. JOSH caminha com a câmera focada na porta.

LEO

Acho que esse é o corredor da morte.


JOSH caminha enquanto LEO está alguns passos atrás, quando para no corredor.

LEO

Olha isso (Apontando para a cela do lado esquerdo)


A cela é maior que as demais, ocupado por uma mesa de concreto. LEO chama o amigo com um sussurro. JOSH vira a câmera e começa a gravar a cela.

LEO

Acho que os presos se alimentam aqui

JOSH

Mas aqui não tem espaço para os presos


LEO pensa um pouco e o zelador (Tobias - Homem, 70 anos, magro, uniforme azul com broche antigo. Cabelos brancos)


TOBIAS

Esse é a cela da última refeição.

Os garotos se assustam.


JOSH

Você é o zelador?

TOBIAS

E você é o garoto da voz chata.


JOSH se ofende, mas não diz nada. LEO aponta para a mesa empolgado.


LEO

Porque será que os presos tinham

direito a ultima refeição?

TOBIAS

Essa é fácil de responder: A tradição é mais velha do que esse prédio. Muito antes de prédios se erguerem, quando os presos ainda eram enforcados, um condenado pediu sua ultima refeição, estava faminto diziam, mas claro na época, negaram - acho que pensaram: Ele já vai morrer mesmo, porque gastar nossos recursos?


LEO esta caminhando pela mesa, gravando os detalhes.


TOBIAS

Ele infelizmente faleceu de barriga vazia. Seu espirito faminto voltou

ao mundo dos vivos e rapidamente descobriu que a alma humana era

deliciosa.


JOSH passa a mão na mesa.


TOBIAS

Varias pessoas acordaram com seus olhos brancos, vazios.


JOSH

Nossa, mas como eles souberam que era por causa disso?


CLEO aparece na sala.


CLEO

Naquela época eu cometi o erro de deixar uma criança escapar.


JOSH se vira para a mulher, mas o zelador o empurra em direção a mesa. JOSH fica preso. A alma sai do corpo de CLEO e vai em direção aos meninos, que gritam desesperados. A alma de JOSH é sugada pelo condenado. LEO começa a se debater para sair dali. O condenado se aproxima de LEO e suga sua alma. Os corpos caem no chão. TOBIAS se aproxima dos corpos, chutando o de LEO.


TOBIAS

Você vai usar algum deles?


CLEO

Não, a senhorinha tem me servido bem.


TOBIAS

Ótimo, vou preparar meu almoço.

CORTA PARA


TOBIAS esta entrando na cela com um prato na mão. A mesa esta cheia de comida, focando na cabeça dos meninos ao centro, abertos como vasilhas.

20 de Março de 2023 às 15:13 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~