fuyuderekfierro777 Fuyu Derek Fierro777

O caminho de dois heróis se cruzaram. Um herói cazaque e um herói russo. Depois deste encontro do destino, suas vidas nunca mais serão as mesmas.


Fanfiction Para maiores de 18 apenas.

#Yaoi #Victuuri #Victor #Otabek #Yuri #Otayuri ##YOI
8
7.1mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Segundas-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

Destinos entrelaçados

Autora on

- Corra porco! Vamos nos atrasar por sua culpa! - Exclamou Yuri Plisetsky enquanto corria ao lado de Katsuki Yuuri.

Ambos estão indo em direção á instituição de ensino Takashi, uma escola que é especializada em intercâmbio, tendo apenas 20% dos alunos japoneses, Yura e Yuuri estudam nesta escola e Victor na universidade Takashi, que fica a frente da escola. Geralmente Victor leva todos para a escola, afinal os três moram juntos desde alguns meses antes do começo do ano letivo.

- E-eu não sabia que o Victor ia vir para a universidade hoje! - Se defendeu, finalmente chegando perto da escola.

Os dois cruzaram o portão dois segundos antes do professor de educação física o fechar, Yuuri foi praticamente arrastado por Yuratchka nos últimos metros, afinal o japonês não está na sua melhor forma.

- Droga, porco, você precisa fazer uma dieta e se exercitar um pouco. - Reclamou o loiro ajeitando o uniforme.

O uniforme da escola Takashi é bem simples, constituído com calça azul escura, camisa branca com o emblema da escola (Uma águia no meio de uma coroa de louros) e um blazer azul escuro.

A dupla foi fazer a troca de calçados rapidamente, depois de despediram.

- Nos vemos no almoço, não arranje confusão. - Pediu Yuuri.

- Tá, tá. - Respondeu Yuri revirando os olhos.

A instituição Tadashi é uma das maiores escolas de Tóquio, tendo uma instalação enorme e diversas turmas nela, além de alunos muito talentosos. Muitos alunos vem para essa escola por conta da qualidade do ensino e sua boa fama, mas Yuratchka não é uma dessas pessoas. Ele é um jovem bailarino russo, que sempre quis superar seu ídolo, Victor Nikiforov, que era o maior bailarino de toda a Rússia. Mas Victor largou a carreira repentinamente após conhecer Yuuri, e veio morar no Japão e cursar artes cênicas na universidade Tadashi. Yura veio para o Japão atrás dele, foi quando conheceu Yuuri, ele o odiou a princípio, mas o jeito doce do japonês acabou conquistando o coração gelado do pequeno russo. Após isso, Victor decidiu treinar Yura para seguir seus passos e se tornar um bailarino de nível mundial, foi então que o loiro se mudou para o Japão e atualmente divide um apartamento com o casal, sendo tratado como filho deles.

- Yuri Plisetsky, está atrasado. - Advertiu o professor assim que o loiro entrou na sala.

O russo fez um aceno com a cabeça e se sentou em seu lugar, na última carteira da fileira da janela. Ele tá no nono ano, e é o aluno mais excluído da sala, por conta do seu jeito agressivo e desinteresse por outras amizades, o único garoto de sua sala que fala com ele as vezes é, Guang-Hong Ji, que sempre é doce e amável com o loiro.

- Que saco. - Reclamou Yura ao lembrar que não copiou a matéria da aula passada por estar dormindo.

Guang, que senta ao seu lado, colocou o próprio caderno na mesa de Yura, para que ele copie a lição. O russo agradeceu e copiou a lição.

---

Em sua sala, Yuuri está ao lado de seu melhor amigo, Phichit Chulanont, que está muito ocupado em seus sites de fofoca pra prestar atenção na aula.

- Phichit, as provas estão se aproximando, para de fuçar a vida dos outros. - Suplicou Yuuri, afinal já era a quinta vez que pedia.

- Yuuri, meu amor, babados fortíssimos estão sendo transmitidos para mim agora, não posso simplesmente parar! - Exclamou o tailandês, chamando a atenção do professor, que brigou com os dois.

A dupla está no terceiro ano, Yuuri já deveria ter terminado, mas por conta de uns problemas no ano anterior, ele acabou repetindo. Ele já namora com Victor Nikiforov há um bom tempo, e nunca pensou ser tão feliz. Katsuki se preocupa com Yuratchka como se fosse seu irmão ou um filho, então faz de tudo para cuidar dele.

Quando o intervalo chegou, Yuuri e Phichit foram para o refeitório, onde se sentaram em sua mesa de sempre, e começaram a comer seus lanches caseiros.

- Agora me conte, o que é tão importante que fez você ficar daquele jeito na sala. - Questionou o japonês.

O amigo tailandês se remexeu animado na cadeira e sacou o celular como se fosse uma arma, então começou a mostrar algumas fotos ao amigo.

- O Jean-Jaques terminou com aquela cantora sueca, ele está na pista de novo, e isso deixa as coisas interessantes, afinal, ele deixa essa escola bem interessante com os rolos dele. - Explicou Phichit sorrindo.

- Você é um dançarino muito fofoqueiro. - Reclamou Katsuki.

- Sou mesmo, me deixe ser feliz, pois quando eram fofocas do Victor você era o primeiro a me procurar. - Relembrou o amigo, fazendo Yuuri corar.

Enquanto a dupla continuou com seu papo animado, Yuri está atrás da escola brigando novamente. O russo é constantemente provocado pelos colegas, por conta de sua aparência feminina, e sempre acaba com o falatório usando seus punhos, que apesar de serem pequenos, são muito fortes.

Por conta de seu comportamento agressivo e diversas ocorrências envolvendo agressão, Yuratchka Plisetsky, é conhecido como o delinquente russo na escola, fazendo as pessoas se afastarem dele mais ainda.

- Idiotas. - Falou Yura ao terminar de socar um garoto do segundo ano.

O loiro foi em direção ao refeitório, e no corredor cruzou com o único amigo que fez naquele lugar, Matsumoto Yasuhiko, um garoto do segundo ano, que tem a mesma altura de Yuri, cabelos negros até seus ombros, magro e pálido. O garoto é um pianista canadense.

- Brigando de novo? - Questionou Matsumoto.

- Você sabe que sim, Yasu. - Respondeu o loiro.

O moreno sacou seu mini kit de primeiros socorros do bolso (afinal aquilo é algo frequente para ele) e começou a fazer curativos nas mãos do loiro. Depois de alguns minutos ele terminou e ambos foram para refeitório e se sentaram com Phichit e Yuuri.

- Yuri! Sabia que você está em nono lugar dos bailarinos russos mais promissores da Rússia? - Perguntou Phichit entregando o celular ao loiro.

Aquilo surpreendeu o jovem bailarino, afinal aquele ranking tem mais de cem bailarinos da sua idade até os dezoito anos nele.

- Estou progredindo mais do que imaginava. - Falou e roubou um pão de melão de Yuuri, que inflou as bochechas. - Comece a cortar os doces, porco.

Phichit e Yasuhiko deram risada dos amigos, mas logo suas risadas foram abafadas por gargalhadas de garotas que entraram no refeitório em volta de Jean-Jaques Leroy, mais conhecido como JJ, Otabek Altin e Leo De La Iglesia.

JJ é um cantor canadense famoso, ele tem muitos fãs na escola, mas seus amigos mesmo são Otabek e Leo, que também dividem um apartamento com o mesmo. Leo é um tecladista e baterista incrível, Otabek é um guitarrista experiente que entrou na instituição Tadashi junto com JJ, mas atualmente não vê motivos para continuar lá, sente como se não valesse a pena estar lá.

Otabek e Yuri vivem realidades diferentes, mas seus destinos estão prestes a se chocar.

Após o término das aulas, Yura foi direto para o estúdio de ballet no centro de Tóquio, que não fica muito longe do apartamento onde mora. Ao chegar lá começou sua sessão de tortura e aprendizado diário. Victor nunca pegou leve com o aprendiz, e isso apenas faz Yura melhorar cada vez mais.

Perto de lá, Otabek Altin, está fazendo compras. O jovem cazaque gosta bastante do Japão, afinal já faz alguns anos que mora lá, e nem sente falta de sua terra natal, ele tem seus motivos.

As horas foram passando, Otabek terminou suas compras e estava indo em rumo a estação de trem para voltar ao apartamento, que fica bem perto da escola.

Ele parou a frente da academia de ballet, sentindo um frio na espinha. Quando era pequeno, Otabek era forçado pela mãe a praticar ballet até não aguentar mais ficar em pé, e isso o traumatizou, fazendo ter repulsa por qualquer coisa referente a isso.

O moreno não sabe o que chamou a atenção dele, nem o porquê parou para olhar a academia de ballet, mas assim que se virou para colocar continuar seu caminho, Yuri passou correndo por si, vestindo as roupas de ballet, pois acabara de sair da academia.

Os olhos do cazaque não conseguiram se desgrudar de Yura, por algum motivo ele o encarou boquiaberto, surpreso com a beleza do loiro. Enquanto Yura corria em direção ao ponto de ônibus, não sentiu os olhares do cazaque sobre si, pois estava preocupado com chegar em casa antes de Victor, para poder fazer suas tarefas antes de levar bronca.

- Que linda... - Falou Otabek confundido Yura com uma garota.

O moreno fixou sua visão no loiro, percebendo que o emblema em sua mochila é o da escola Tadashi, mas não se lembra de ter visto alguém como ele por lá. Otabek só percebeu o quanto seu coração está acelerado, quando Yura cruzou a esquina sumindo de seu ponto de vista.

Naquele momento Otabek sentiu que encontrou sua razão para continuar na academia, não sabe como realmente é a "garota" loira que ele cruzou, nem como vai ser, mas ele quer se arriscar para descobrir.

Seus destinos se chocaram e suas linhas avermelhadas, indicando suas almas-gêmeas, que antes estavam soltos, acabaram de se entrelaçar por completo.

Yura chegou em casa correndo e deu de cara com Victor.

- Merda. - Xingou ao ver o grisalho com uma expressão sádica no rosto.

- Yurio, eu não te disse pra limpar as coisas da sua gata? - Questionou.

- Ia... Mas não tive tempo pois o porco se atrasou e eu fui direto pra aula! Você quase acabou comigo hoje! - Exclamou o loiro.

- Pare de dar desculpas e vá limpar aquela droga antes que eu a limpe usando sua cara como pano! - Exclamou Victor apontando para o local.

O russo é um tanto maníaco por limpeza, além de querer que Yura cumpra com suas responsabilidades.

- Merda de "família" - Resmungou Yura.

Yuuri cumprimentou o loiro enquanto prepara o jantar.

Depois de limpar as coisas de sua gata, o russo loiro foi jantar, nada surpreso com o cardápio.

- Katsudon de novo? Por isso está engordando! - Reclamou se sentando para comer.

Yuuri fez um biquinho para Victor que fez carinho em sua cabeça.

- Não fale com ele assim, Yurio, seja o menino doce e bom que eu sei que você não é. - Disse Victor sorrindo.

Yura revirou os olhos e começou a comer, afinal está faminto. Por algum motivo o loiro sente que algo irá mudar em sua vida, mas não sabe dizer o quê.

O caminho de dois heróis se cruzaram. Um herói cazaque e um herói russo. Depois deste encontro do destino, suas vidas nunca mais serão as mesmas.

25 de Fevereiro de 2018 às 02:01 0 Denunciar Insira 1
Continua… Novo capítulo Todas as Segundas-feiras.

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas