0
693 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Sol, potente vivaz e dourado

ele carrega o infinito no olhar.

Elevo aos céus uma prece,

para que possa um dia lhe abraçar.


Sob areias e mares revoltos eu danço,sempre em meus sonhos ele vem, e eu nunca me canso, pois sei que ao acordar, num canto vazio estou, tal como pássaro de asas partidas, abandonado, sozinho entregue a própria sorte, olho o céu e encontro meu norte, me acalmo.


Quando lembro de sua voz, em seu riso encontrei paz mesmo que o mundo me trate de forma cruel e atroz.


Ahh meu sol, mesmo nas tempestades mais ferozes, sei que voltará a brilhar, e eu oferecido já o coração estarei ao seu lado então para as estrelas alcançar.


Que brilhe, queime, abrase o mundo com teu poder, um monumento a ti hei de erguer, para que nunca esqueça de mim, o seu coração.

31 de Julho de 2022 às 06:10 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Fim

Conheça o autor

Siph Ferreira Nerd de maquiagem, amante de música, livros e quadrinhos, amiga de Meia Noite e Qliph, viciada em podcast e buscando seu rumo nesse mundo.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~