0
33 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 2 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

A vila

A vila tinha crescido bastante nas últimas décadas, se sustentando basicamente de agricultura, comércio e confecções, Santa Terezinha esperava pacientemente atingir uma quantidade significativa de moradores para sair da categoria de vila para distrito. A distância da capital e os muitos metros acima do nível do mar lhe emprestavam um ar bucólico e atrasado no tempo, cercada por colinas e montanhas pedregosas, alguns conjuntos de cavernas pouco exploradas; as vezes aparecia um ou outro turista que se interessava por elas mas não se hospedava por lá, a cidade vizinha ficava a uns 20 minutos de distância, ou seja, nada tão peculiar, normal, corriqueiro e até sem graça.

- Mas se não tinha nada de especial, qual o motivo de ter voltado para lá?


A moça me olhou de cima abaixo, mesmo sob a máscara que lhe cobria mais da metade do rosto, tive que me endireitar na cadeira, ouvi uma respiração profunda e exasperada, com uma resposta curta e simples:

- porque eu quis. Não podia deixar a bola cair, não agora.


- Os lugares de viemos são uma extensão de nós, não é mesmo?

- Eu não diria extensão, mas um molde e quem não preenche aquelas reentrâncias é o outro, esquisito, indesejado. Voltei para lá apenas para uma visita a minha família e a habitual ida ao cemitério no dia de finados, eu estava fora do país quando perdi alguns parentes nos últimos anos, essa tradição de visitar túmulos é mais uma forma de perpetuar a dor do que se de se fazer seguir em frente. - Você então se sentia na obrigação?

- Minha sim, não para os outros, ninguém me cobrava nada pois sabiam que se o fizessem não iria funcionar. - Quando começaram os eventos a senhora estava a quantos dias lá? - 4 dias antes, eu ia passar 1 semana a princípio, e depois dos feriados ia embora. Nesse momento a moça puxou o véu para descobrir o rosto, tirou a máscara e tateou a mesa procurando a garrafa de água, puxando um pouco para cima sorveu o líquido calmamente, recolocou a máscara e jogou o véu para trás.


1 de Julho de 2022 às 18:45 3 Denunciar Insira Seguir história
3
Continua… Novo capítulo A cada 2 dias.

Conheça o autor

Siph Ferreira Nerd de maquiagem, amante de música, livros e quadrinhos. Navegante do multiverso, amiga de Meia Noite e Qliph, viciada em podcast e buscando seu rumo nesse mundo.

Comente algo

Publique!
Norberto Silva Norberto Silva
Começou bem demais! Cai de para-quedas no meio de algo que parece realmente muito importante e já quero mais detalhes! mandou muito bem!
July 05, 2022, 01:19
Pensador Louco Pensador Louco
Nossa, que começo intrigante. Fiquei com uma colônia de pulgas me fisgando a orelha pra ler mais e mais. Mal posso esperar pelos próximos capítulos. Parabéns.
July 01, 2022, 18:50

  • Siph Ferreira Siph Ferreira
    Chegou ontem hein. Muito obrigado pelo comentário Mestrezão. July 03, 2022, 19:06
~