mary-stark Mary Stark

(É uma historia com uma vibe Diário de Um Banana e Querido Diário Otario) Mary Cooper tem uma vida agitada, e aqui acompanhará seus pensamentos.


Ficção científica Todo o público.

#MaryCooper
0
221 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Eu Juro!


Eu juro que vou me mudar para o sótão!


Já é ruim o suficiente acordar cedo, mas acordar cedo por uma criança encapetada pulando em suas costas, ninguém merece!

A criança encapetada é minha irmãzinha, Ava. Eu divido quarto com ela e com a minha irmã mais velha, Julie. Julie é gêmea de Carlos, eles tem 14 anos. Ava tem 4, e Ben, meu irmão mais novo, tem 8. E eu, 12. Ben e Carlos dividem quarto também.


-Que cara é essa filha?- perguntou minha mãe


-Pergunta para a Ava- digo, logo pegando uma torrada e me sentando ao lado do papai



----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Se um dia eu disser que meu dia da da semana favorito é terça-feira, prendam quem disse isso pois não sou eu.


Literatura

Inglês

História

Geografia

Educação física


Esses são os motivos para hoje ser o pior dia da semana.

O problema nem são as matérias, o problema é o que vem com elas.


Literatura: A Sra. Edwards dá sono. Além do fato de eu sentar atrás do Benny Clark, o garoto mais estranho, nojento, burro e psicopata que existe na escola.


Inglês: A Srta. Campell é a professora mais chata que tem naquela escola, ela é arrogante e passa muita lição de casa.


História: O Sr. Bennett dita todos os conteúdos, e eu sempre me perco, mas quando se é introvertido como eu, e não tem amigos nessa classe, eu torço para que meus amigos tenham tido o mesmo conteúdo e me passem.


Geografia: O Sr. Sei Lá Das Quantas faz provas quase todas as semanas. (Eu acho que ninguém nessa escola sabe o nome dele). Essa é a aula menos pior do dia.


Educação física: O Sr. Wood e a Srta. Foster até que são legais, o problema é a turma. Quando não se tem amigos numa turma você é o último a ser escolhido, e ninguém tem dó de você, por exemplo, na queimada, eu sou o principal alvo, não sei como não levei uma bolada e tive um traumatismo craniano. Sempre saio dolorida.


Acho muito desnecessário o fato de precisarmos acordar 6 e 30 da manhã para ir pra escola. A escola é um saco, nós acordamos cedo, convivemos com alunos e professores chatos, comidas horríveis ( na maioria das vezes), matérias difíceis e essas coisas.


Não aguento mais estudar, vou vender arte na praia.


No momento estou na hora do intervalo, comendo uma fatia de pizza, enquanto ouço meus amigos, Adam e Emma, discutirem sobre gelatina.


-Essa gelatina é de morango!- disse Emma


-Mas ela é verde, então é de limão!- diz Adam


O motivo da discussão era: A gelatina da cantina de cor verde (que seria de limão) mas com gosto de morango e com cheiro de abacaxi.


Enquanto eles discutiam eu peguei uma fatia de pizza de Emma e um hot dog de Adam.


O sinal toca eu vou em direção a minha classe de geografia.


-Bom dia, senhoras e senhores!- disse o Sr. Não Sei O Que ao entrar na sala.


Sim, esse professor é estranho.


Fico triste pelo professor, pois ninguém o respondeu, a não ser Anna, a queridinha do professor, pelo menos ela, pois o resto está dormindo de olho aberto ou está pensando em formas de se matar.


...


A aula acaba é agora é educação física.


Vou para o vestiário e me arrumo, e logo vou para o ginásio. O professor escolhe dois alunos para escolher os times. Os alunos eram a Tara e o Jonathan. O único que conheço um pouco é Jonathan, ele é meu parceiro de carteira na aula de ciências.


-Mary - diz Jonathan, me escolhendo para o seu time


Não sei por que ele me escolheu. Talvez por que eu sou boa nesse jogo, ou por amizade, ou por dó, ou ele quer minhas respostas em ciências.


Nós vamos jogar handebol. Eu me considero razoavelmente boa nesse jogo.


Jon e Tara terminaram de escolher os times e começamos a jogar.


Eu estava jogando bem, fiz 4 gols, até que alguém me deu uma rasteira, me fazendo cair.


-Meu Deus, tudo bem?- perguntou Jonathan, me ajudando a me levantar


-Acho que sim, só meu tornozelo dói - digo para Jon, que me ajudava a andar até um banco.


-Jonathan leve ela pra enfermaria- disse o Sr. Wood, e logo Jon me ajuda a ir até a enfermaria.


...


-Você torceu o pé, vou pegar um gelo e chamar seus pais, ai você fica de repouso - disse a Sra. Lhamar, a enfermeira, enquanto ia em direção a um freezer e logo pega um saquinho de gelo.


-Garoto, volte para a aula- disse a Sra. Lhamar, para Jon, e logo o mesmo vai para a aula


A direção ligou para minha mãe e ela veio me buscar.


-Está viva?- pergunta minha mãe, claramente querendo rir de sua piada. ela está segurando Ava em seu colo, essa peste.


-Sua filha torceu o pé, ela precisa ficar de repouso e...- dizia a diretora, mas eu a interrompo


-E eu preciso ficar em casa amanhã?!- digo, claramente animada


-Somente se piorar, então vocês precisam procurar um médico...- completa a diretora


Nós nos retiramos e vamos para o carro.


-Ei, ei, Mary, sua mochila!- ouço Jonathan gritar, vindo correndo em minha direção


-Ah, obrigada, eu iria esquecer- digo


-De nada... Melhoras!- diz Jon


-Obrigada!- digo e entro no carro


-Bonitinho, devia investir, nome?- diz Julie, quando entro no carro, mamãe deve ter buscado ela da aula de piano antes de me buscar.


-Jonathan - digo


-Não, prefiro o Adam! - diz minha mãe


-Ah, mas esse é loirinho e tem olhos azuis, imagina os filhos deles...- diz Julie


-Mas o Adam tem cabelo crespo e moreno, talvez o filho viesse com um castanho claro no cabelo, também iria ser muito bonitinho... E os olhos seria a mesma cor - diz minha mãe, disse isso pois eu sou loira e tenho olhos castanhos


-Dá para parar as duas?- pergunto


-Sua chata, não podemos nem falar do meu cunhado - diz Julie, rindo da minha cara.


-Eles não são e nunca serão seus cunhados!- digo olhando para trás, para ver Julie, que estava sentada atrás, provavelmente pra cuidar de Ava, que estava na cadeirinha.


-Nunca diga nunca...- diz minha mãe, enquanto manobra o carro para sair do estacionamento


Minha mãe liga o som do carro e começa a tocar Back In Black, de AC-DC.


-Quem te derrubou, ou você vai dizer que caiu sozinha?- pergunta minha mãe, rindo


-Não sei quem foi, provavelmente o Eric, ele não gosta de mim não sei porque. - digo, realmente, Eric me odeia, e eu não faço ideia do porque.


-Quem briga se...- Ia dizendo Julie


-Nem se atreva a completar a frase - digo


-Para onde a gente está indo mãe? - Pergunta Ava


-Starbucks - responde mamãe


-A gente não vai para casa? - pergunto


-Já não, primeiro eu preciso levar a Ava para o Jardim de Infância, mas ainda falta uma hora, então nós vamos andar de carro até passar uma hora - responde minha mãe


-E eu, não vou para a escola? - pergunta Julie


Eu e Ben somos os únicos a estudar de manhã, Carlos, Julie e Ava estudam a tarde, mas geralmente a tarde fico em casa sozinha com a mamãe, pois Ben vai de bicicleta para a biblioteca da cidade e fica lá até umas 4 horas da tarde, enquanto eu volto de ônibus.


-Levo você de carro também, você trouxe seus materiais.


-E o Carlos? - pergunto


-Ele que se vire- Diz minha mãe


Vamos á um drive-thru do Starbucks e eu pedi um café gelado.


Mamãe começa a dirigir pela cidade enquanto conversamos.


-Mas filha, vai me dizer que você não gosta de nenhum daqueles meninos?- pergunta minha mãe, eu sei a resposta?


-Olha, o Adam é meu melhor amigo desde o jardim de infância, e eu e o Jonathan só dividimos a carteira em ciências.- respondo


-Sua vida é muito chata, eu com sua idade até já tinha fugido de casa para ir na Amber, lembra mãe? - fala Julie


-Lembro - diz minha mãe


Ok, Julie não bate bem da cabeça. As vezes eu sinto que sou a única dessa família que tem todos os parafusos na cabeça.


O tempo passou e levamos Ava e Julie para a escola, e vimos Carlos chegando também, e depois vamos para casa...









5 de Junho de 2022 às 23:34 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo A cada 15 dias.

Conheça o autor

Mary Stark Estou escrevendo minha primeira história, e sou nova aqui. Marvete, fã de The Umbrella Academy, Enola Holmes, Jurassic World e etc.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas