R
R. Emerson


Por que as pessoas leriam este, este texto, se é só mais um? E deveria eu explicar, por chís e ipsilon, o porquê. Não quero. Publicá-lo-ei, ah, quem liga! É só um conjunto de textos, poemas, essas cousas, qualquer. Aleatório. Desinteressante. Chato. Bobo. Ninguém quer. Chato. Bobo. Etc. Alguns chamam de... qual é o nome mesmo? Quando há uma junção de textos, sabe, quando eles fazem uma junção de textos que... ah, enfim, vamos fazer assim: se eu lembrar, você me lê? Será mais interessante pra você? Porque, olha, de coração, eu... ah! Lembrei! Se chama anjuntamen... não. Bem. Não tem jeito. Significa que você vai abandonar o texto. Porque não sei. Bem. Bauman. Sabe. Relações líquidas. Sabe?, Bauman. E tudo porque eu não sei explicar porque você deveria ler este maldito texto.


Poesia Oda Todo o público. © Todos os direitos reservados.

#Textos #poemas #filosofia #poesia
0
465 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

De início, o início

Qui está a obra. Os autores se ajuntam, mortos ou não, envolta do acontecimento: mais dias mais, menos dias menos, trabalhos são publicados. E o mundo há de os esquecer. Por bem, por mal; escritos bem? Escritos mal! O mundo há de os esquecer: são muitos. Mas as leituras são primeiramente a obra de um primeiro leitor, este o escritor, que é o seu primeiro e interessado leitor, assíduo, apaixonado, costuma perdoar toda a produção ruim e consente em permanecer lido, quer dizer, lendo. E este leitor é o que mais importa, é bondozo e tem compaixão, e teima em desejar que os outros o leiam também: qui! olha qui perfeição de escrita linda maravilhosa qui ninguém lê! diz. Mas também é deveras crítico. Tende a ser o pior dos críticos, toma a mente, assim, ei: pedantismo. ei: mal escrito. ei: enrolando. ei: muito ao ponto — e é um leitor muito amável, mesmo em suas críticas — mordazes. Esses leitores faltam, porém não falta o leitor. E enquanto houverem destes leitores, em massa, o mundo terá, juntamente a leituras generosas, textos muitos, e muitos outros, que se perdem.

27 de Outubro de 2021 às 06:04 0 Denunciar Insira Seguir história
2
Leia o próximo capítulo Do homem, da vida

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 1 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas