sandra-longbottom24 Sandra Longbottom

A vida de Hermione Weasley sofre mudanças bruscas quando seu marido lhe conta uma notícia chocante.


Conto Para maiores de 18 apenas.

#revelações #sofrimento #romione #salily
Conto
0
235 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único

Nota da Autora: Oi! Espero que gostem da fic. Ficarei ansiosa para saber vossas apreciações. Bjs :D

Uma boa leitura a todos ^^

S.L.


Hermione Weasley, com quarenta e sete anos, era uma das mulheres mais bem sucedidas do mundo mágico. Sua filha, Rose, era uma Auror e estava casada com Scorpius Malfoy, um Inominável. No início, Ron não tinha concordado com o namoro deles, mas teve de ceder ao ver a determinação de sua filha e de seu namorado. Mas, sempre que se encontrava com Draco Malfoy, havia sempre discussões, para desespero de suas mulheres.

Seu filho, Hugo, era apanhador profissional de Quidditch e jogava nos Ballycastle Bats, um dos melhores times de Quidditch da Irlanda do Norte e estava casado com Kathleen Johnson, Auror e melhor amiga de Rose. A morena era feliz com Ron e sentia que nada no mundo os podia separar.

Era sexta – feira, o dia mais quente desse ano. Hermione aparatou em casa pelas nove da noite, depois de uma reunião com o Ministro da Magia sobre as novas leis de trabalho para os elfos domésticos, e viu Ron sentado no sofá da sala, muito pálido e com uma carta na mão direita. Preocupada, se sentou a seu lado e lhe perguntou:

– Ron, meu amor, o que aconteceu? – Ronald ergueu seu olhar para o rosto preocupado de sua mulher e perguntou:

– Mione, imagine que você tem, não digo uma vida perfeita, mas uma boa vida e, no fim, descobre que vai morrer?

– Ron, – Começou a morena, não entendendo a conversa – Todo o mundo morre mais cedo ou mais tarde. É a vida.

– Eu sei. – Falou Ron, impacientemente – Mas imagine que você tem a vida que sempre desejou e depois descobre que vai morrer de uma doença incurável. O que você faria?

Hermione ficou pálida e perguntou:

– Ron, porque estamos tendo essa conversa…? – Mas seu marido exclamou, interrompendo a mulher:

– Imagine! - Hermione se calou, assustada com o rumo da conversa. Ron estava visivelmente nervoso. O ruivo respirou fundo e pediu:

– Por favor, Mione. Pense. – Hermione desviou o olhar de Ron e olhou para o vazio. Imaginou o que seu marido lhe tinha pedido. Sua vida, seus filhos, seu marido, seus amigos…e percebeu que seria doloroso demais perder tudo daquela maneira tão repentina. Olhou para Ron e respondeu:

– Seria doloroso demais. – O ruivo acenou afirmativamente, concordando, mas nada disse:

– E porque você está perguntando isso? – Questionou a morena, apreensiva – Você conhece alguém nessa situação?

Ron olhou para a parede e acenou afirmativamente. Era doloroso olhar para sua mulher e afirmar. Hermione fechou os olhos, horrorizada. Respirou fundo e abriu os olhos, fitando o semblante cansado de seu marido.

– Quem é? – Perguntou, chocada – Quem é a pessoa que está sofrendo dessa maneira?

Ron baixou o olhar, mas nada disse. Hermione perguntou, tentando descobrir:

– É algum Weasley? – O ruivo negou com a cabeça, sem olhar para a mulher.

– É Harry? Ginny? Neville? Os Malfoys? Luna? – Hermione gritou, sentindo a preocupação florescendo dentro de si – Quem é!?

Ron nada disse e Hermione agarrou a mão do marido, a apertando, para ver se ele falava. Mas o ruivo nada dizia. Ron largou a mão da morena, pegou na varinha, que estava no bolso de seu casaco e fez aparecer um bule fumegante com duas xícaras de chá de cidreira.

Entregou uma a Hermione, que pegou e bebeu um pouco, para se acalmar. Chá sempre a acalmava. Ron pegou na sua xícara e fez aparecer uma colher, começando a mexer o chá. Ficaram em silêncio durante vários minutos, saboreando o chá. Hermione estava assustada com o comportamento de seu marido. Não era normal. Olhou para o chão e viu a carta que Ron tivera nas mãos, quando ela chegara a casa. Pegou na varinha, que estava no bolso do casaco e apontou para a carta, exclamando:

– Accio carta! – A carta veio para suas mãos e Ron, se apercebendo, se virou para ela e implorou:

– Por favor, Mione. Não leia. – Mas a mulher pousou a xícara na mesa e começou a ler a carta.

Hospital St. Mungus para Doenças e Acidentes Mágicos

Caro Senhor Ronald Weasley,

Trago notícias sobre as análises ao sangue que realizou semana passada e o resultado foi positivo: o senhor tem Varíola de Dragão.

Gostaríamos que marcasse uma consulta com nossos medibruxos, para saber mais sobre seu estado de saúde. Poderá se dirigir á recepção ou enviar uma carta.

Atenciosamente,

Simon Brown

Diretor de St. Mungus

A carta caiu das mãos da mulher, deslizando suavemente para o chão. Hermione ergueu o olhar para seu marido, chocada, e sussurrou:

– Não pode ser… – Ron olhou para a mulher e disse, com voz trêmula:

– Mas é verdade. – As lágrimas começaram caindo pelo rosto da morena. Se apercebendo, Hermione tapou o rosto com as mãos e começou a chorar. Sentia uma dor profunda em seu peito, junto de seu coração. O choque a atingiu como um raio. Seu marido estava gravemente doente. E ela não sabia como o ajudar. Ron se aproximou da mulher e a abraçou carinhosamente. Ficaram os dois agarrados um ao outro, com força. O ruivo acariciou os cabelos indomáveis da mulher e ela se virou para o marido, lhe perguntando:

– Como você contraiu Varíola de Dragão? É uma doença para pessoas com idade avançada.

– Você se lembra que no mês passado fui visitar Charlie á Romênia, certo? – Falou o ruivo e Hermione acenou afirmativamente com a cabeça – Ajudei meu irmão com um Dragão de Cauda de Chifre. Ele devia estar doente. E agora eu também estou.

A mulher limpou as lágrimas que estavam em seu rosto e perguntou:

– Seu irmão sabe?

– Ainda não lhe contei. – Admitiu o ruivo. Hermione exclamou, se afastando de seu marido:

– Mas devia ter contado! – Ron baixou o olhar e sussurrou:

– Não tive coragem. – A morena abraçou seu marido, lhe dando forças, e perguntou, tentando falar o mais naturalmente possível:

– Você está tomando algum remédio?

– Uma poção. - Respondeu ele, retribuindo o abraço – Mas não sabem se vai resultar.

– Qual é objetivo dela? – Perguntou ela, querendo saber mais. O ruivo respondeu:

– Regredir a doença. O mais tempo possível. Por isso é que não tenho os sintomas.

Ficaram os dois em silêncio, abraçados, até o ruivo perguntar:

– E agora? O que faremos? – Hermione se afastou de Ron, agarrou firmemente a mão de seu marido e respondeu, convicta:

– Atravessaremos juntos essa doença. Até ao fim.

Ron sorriu, se aproximou da morena e a beijou suavemente nos lábios. Hermione fechou os olhos e percebeu que sua vida perfeita tinha acabado de ser destruída pelo destino. Mas de uma coisa ela tinha certeza, que nunca desistiria dele.


FIM


Nota da Autora: Oi! E então? O que acharam? Gostaram? Detestaram? Digam nas reviews, por favor. Bjs :D

25 de Setembro de 2021 às 18:02 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Sandra Longbottom Sou Sandra Longbottom, mas podem me chamar de Salily ou Sandy. Sou fã incondicional da saga Harry Potter, mas também leio outras fics que me interessem, como Hunger Games, Divergente, Senhor dos Anéis, The Walking Dead, Thor, Teen Wolf, entre outras… Gosto de ler de tudo, principalmente yaoi e romances. Adoro ler e tenho uma estante enorme de livros no meu quarto, e se eu pudesse, teria uma biblioteca inteira apenas para mim. E sei lá, acho que você só precisa saber isso.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~