theblueb0y Levi Luka

Itachi achava que seu cabelo estava muito longo e resolveu aparar um pouco o tamanho, porém acabou deixando os fios tortos. Ele vai à um cabeleireiro arrumar, contudo, ao invés de sair com as madeixas arrumadas e longas como de costume, ele retornou ao lar com elas na altura da nuca. Sua autoestima fica baixa e se sente inseguro. Sasuke, seu namorado, sempre elogiou seus cabelos longos, não sabe o que esperar quando ele vê-los curtos. O que ele não espera é Sasuke deixar claro que o acha perfeito de todas as formas, não importando sua aparência. [Fluffy]


Fanfiction Anime/Mangá Todo o público.

#Romance #Naruto #Sasuke #Itachi #Gay #Yaoi #BL #Uchihacest #Fluffy #UniversoAlternativo #Incesto #ItaSasu #SasuIta
0
269 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Perfeito para mim

Aquela era uma das costumeiras tarde de Uchiha Sasuke, em seu último ano do ensino médio. Eram calmas, monótonas, quase sempre a mesma coisa.

"Parece um dia tranquilo."O Uchiha pensou com seus botões enquanto a chave girava na fechadura da porta de sua casa.

Logo seus passos ecoaram pelo piso da sala, entretanto, desaceleraram subitamente.

Bem, o "parece" virou um "parecia".

Qual fora sua surpresa ao pôr seus pés dentro de casa depois de um longo dia de colégio e, sentado no sofá, ver um Itachi de cabelosCURTOS?

Bem, não era novidade para nenhum ser humano na face da Terra que o caçula dos Uchiha amava as madeixas compridas do irmão mais velho.

Ele sempre estava lá, elogiando o quão belas elas eram.

Exaltando o quanto elas ficavam bonitas no primogênito.

Enaltecendo o quão bem elas emolduravam seu rosto.

Tomou o belo de um susto quando viu seu tão adorado Aniki — de cabeça baixa, direcionando sua mira ao chão fixamente, como se a superfície de cerâmica fosse a coisa mais interessante do mundo — com o cabelo cortado na altura da nuca, contudo, mantendo sua franja alguns poucos milímetros abaixo do queixo.

Itachi não escondia o fato de gostar de ter as mechas compridas, o que fez Sasuke desconfiar daquela mudança radical.

O menor largou a mochila no canto da parede, dando uma corridinha até o braço do sofá.

—Nii-san, o que houve com seu cabelo? — indagou exasperado, vendo o maior retrair ainda mais seu corpo — Ei, bebê, olhe 'pra mim. Me conta o que houve? — segurou o queixo alheio entre os dedos com ternura —

Itachi hesitou um pouco antes de falar, brincando com os dedos.

—Eu achei que estava muito grande... — ciciou num fio de voz, desviando o olhar — E tentei cortar em casa, mas ficou tudo torto.

Sasuke franziu o cenho, imaginando o desastre que aquilo havia sido.

—E eu fui no cabeleireiro tentar arrumar. — explicou-se — Eu pedi 'pro filho da puta cortar só as pontinhas, e deu nisso. — enrolou a franja no indicador —

—Puta merda. — não refreou o palavrão — Que cuzão! Me diz onde foi que você cortou que eu vou resolver isso é agora!

Ele já subia as mangas do uniforme, pronto para sair na mão com o dito cujo que deixou a pessoa que mais amava triste, até que o toque gentil e delicado da mão do namorado se fez presente sob seu pulso.

—Não faça isso, Sasuke, já foi. Não vale a pena brigar. — pediu encarecidamente, as orbes ônix imploravam para que ficasse —

Sasuke suspirou com pesar, acatando a derrota. Puxou o maior para um abraço apertado, inalando o perfume gostoso que emanava de sua derme macia. E, mesmo que o namorado estivesse com os cabelos curtinhos, ainda sentia o cheirinho do shampoo de aroma cítrico que tanto gostava, que combinava tanto com Itachi.
Afagou os poucos fios que haviam na nuca do outro, deixando claro que estaria ali.

—Desculpa, me irritei. Eu odeio ver você assim, todo tristinho. — suas digitais acarinharam a bochecha pálida alheia —

O semblante triste se acentuou com sua fala.

—É que eu 'tô horrível com esse cabelo, não 'tô? — uma lágrima solitária derramou de seus olhos, rolando pelo rosto —

Aquilo partiu o coração do caçula, pois não era verdade o que Itachi dizia.
Não estava feio, só diferente do habitual.
Um diferente bom.
Estranhava um pouco ao olhar, mas estava adorando aquela nova versão do namorado.

Para si, Uchiha Itachi continuaria com aquela beleza sublime e única, não importando o que fizesse com sua aparência.

—Não, não está. — secou o líquido quente que escorria dos canais lacrimais do outro, que ardiam mais conforme caía a ficha que seus fios demorariam para crescer outra vez —

—Não precisa mentir, Otouto. — um sorriso triste tomou conta de seus lábios — Você sempre achou bonito me ver com o cabelo comprido.

O mais novo negou com a cabeça, incrédulo com a afirmação.

O primogênito, sempre tão inteligente, agora estava sendo tão ingênuo...

Como não notava que o admiraria de todas as formas, independentemente do que acontecesse?

Para tirar aquela insegurança do namorado, colou suas testas, encarando os olhos expressivos do outro fixamente. A doçura e o deslumbre que sentia ao vê-lo fora transpassada para o mais velho, que viu os sentimentos de Sasuke com clareza.

Afinal, os olhos são a janela da alma, não é?

Em alguns segundos, suas respirações se mesclaram, o hálito quente sem distinção de dono. Os sentimentos de ambos pairando no ar, a insegurança de Itachi conjuntamente com o desejo de Sasuke de ajudá-lo a enxergar o quão bonito era, por dentro e por fora.

Entrelaçou seus dedos com o do maior, e a sua mão livre enrolou-se no colarinho da camisa do outro, na intenção de trazê-lo para mais perto.

Num átimo, seus lábios tomaram a boca do namorado num beijo casto, demonstrando todo o afeto e amor que sentia por ele.

Numa sincronia perfeita e harmônica, aprofundaram o contato, explorando cada canto das cavidades calorosas. Trocaram um ósculo molhado e gentil, confortável e afável, perdendo-se na boca um do outro.

Logo a necessidade de retomar o ar se fez presente, e desconectaram o beijo com lentidão. Sasuke distribuiu curtos selinhos nos lábios de Itachi, fazendo uma trilha de beijos estalados pelo rosto do maior.

—Não fale assim, Aniki. Não é verdade.

—Eu continuo bonito, mesmo de cabelo curto? — inquiriu, porém tendo seu questionamento respondido de antemão pelo olhar que o caçula lançou para si —

—Meu amor, você continua perfeito... — segredou — Perfeito 'pra mim.

Itachi sorriu timidamente em resposta, aconchegando-se nos braços do mais novo, que circundou-o num embrace, num aperto mais firme.

No final das contas, talvez aquele corte de cabelo não tivesse sido tão ruim assim.

23 de Setembro de 2021 às 18:57 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Levi Luka 🔹𝕋𝕠𝕠 𝕨𝕖𝕚𝕣𝕕 𝕥𝕠 𝕝𝕚𝕧𝕖, 𝕥𝕠𝕠 𝕣𝕒𝕣𝕖 𝕥𝕠 𝕕𝕚𝕖🔹 Iae, meu nome é Levi Luka. Bem vindes ao meu lar doce inferno. Quer saber um pouco mais sobre mim? Então toma: 🔭Ele/Dele. 🔭LG(B)(T). 🔭Homem trans. 🔭Obcecado por Naruto. 🔭NaruSasu/SasuIta OTP. 🔭Escrevo porquê me completa, me fascina, mas principalmente, para fugir da realidade. 🔭Apaixonado pela arte. 🔭Minhas criações são minha fonte de energia. 🔭#MakeChesterProud. 🔭Spirit: @theblueb0y

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~