samuel-da-cruz Samuel Da Cruz

Narra a vida de um sobrevivente (Nabil) de um apocalipse nuclear, no norte da África, Argélia. Em meio aos dias lúgubres e cinzas que passa, ele tenta nutrir sua esperança de encontrar sobreviventes. Nabil preserva um diário que possui para não se esquecer das coisas passadas. Ao passar do tempo, ele narra como tudo aconteceu, desde o início até o presente de seus dias.


Pós-apocalíptico Para maiores de 18 apenas.
0
666 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 10 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

I.

Anos antes, tudo. Havia vida, conglomerados de seres, humanos, animais, fauna e flora, todos, coexistiam. Insatisfação havia, também, inópia, fome, abundante falta de recursos para todos, conflitos, o homem defrontou o homem, não sabendo eles que eram um só, perante Alá e o universo. E então, ouvimos a primeira trombeta.

Anos posteriores, vida escassa, ecossistemas mortos, o que conhecíamos antes como céu foi encoberto por uma nuvem espessa de poluição e radiação nuclear. O que restou neste solo infértil e cinza, é somente... pó.

16 de Setembro de 2021 às 15:11 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo A cada 10 dias.

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~