palasemple Palas

Dizem que todo dia um malandro e um otário saem de casa. Mas malandro que é malandro mesmo, que nem o Avelino, faz questão de receber o otário em casa. Observe este oficial de justiça.


Humor Todo o público.

#comedia-de-costumes #trambiqueiro
Conto
2
3.3mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Avelino Locações


Observe esse oficial de justiça.

— Com licença. É aqui que se alugam materiais de construção? Tenho uma intimação…

— Desculpe, houve um erro. Aqui funciona uma padaria.

— Mas está escrito “Avelino Locações” na fachada.

— Bem, qual foi a vez que o senhor viu uma padaria chamada “Padaria”? É o básico do básico no marketing. Se a padaria se chamasse só “padaria”, seria genérica. Não teria nenhum diferencial sobre os concorrentes. Da mesma maneira, Avelino Locações pode ser qualquer coisa, menos uma locadora cujo dono se chama Avelino.

— Certo, e onde que tem um escritório de locação de materiais de construção por aqui?

— Você desce, segue à direita. Você vai ver um estabelecimento escrito “Padaria”, com jeito de padaria. O que, obviamente, significa que não é uma padaria. É lá.

— Obrigado e boa tarde.

— Disponha.

***

— Não era lá.

— Como não era?

— Eu fui lá, me apresentei como oficial de justiça e eles falaram que eles não alugavam material de construção nenhum ali.

— Mas é lógico que fizeram isso. Você se apresentou como oficial de justiça. Claro que eles iam arranjar qualquer história pra fingir que não são o que são. Esse que é o problema com vocês, funcionários públicos. Do judiciário, ainda por cima. Não têm noção nenhuma de marketing, de apresentação.

— Como assim?

— Você tinha que ter se apresentado como qualquer outra coisa, pra abaixar a guarda deles. Faz o seguinte. Vai lá e fala que você é o… vai, fala que você é o Avelino. Já que não é meu nome, mesmo, você pode pegar pra você.

— E como isso vai me ajudar a entregar essa intimação?

— Fala a coisa mais inocente possível pra eles. Fala assim, “eu sou o Avelino e vim pagar uma dívida referente a baguetinhas de frutas vermelhas no fiado”. Quando eles disserem que não têm baguetinhas de frutas vermelhas — e é óbvio que não têm, por não serem uma padaria — você pega eles no pulo.

— Rapaz, já muita gente fugiu de mim por causa dessas coisas. Obrigado. Esses métodos do setor privado são muito avançados.

— De nada, jovem. São anos lendo autores empenhados nisso. Os Dostoiévski da Administração.

***

— Me deram logo uma voadora, pegaram tudo que eu tinha na carteira e falaram que a dívida agora tá paga.

— Complicado. Você deve ter mentido mal. O que você precisa é treinamento de marketing. Felizmente pra você, eu posso te ajudar nisso. O que você acha? Eu te dou aulas de marketing, com exercícios práticos, e ainda te dou uma ajuda de custo.

— O que eu teria que fazer?

— Vamos ver. Como um teste, um aquecimento. Tem uma betoneira minha estacionada nesse endereço aqui, que os caras não querem devolver. Eu quero que você se apresente como alguma coisa que você não é — um oficial de justiça, por exemplo — e peça pra devolverem.

— Achei que aqui fosse uma padaria.

— Mas é uma padaria.

— E por que você então emprestou uma betoneira pra outra empresa?

— Ora essa, toda padaria pode fazer pão. Que tipo de padaria teríamos aqui se eu não tivesse um diferencial em relação à concorrência? É por isso que, além de pães e doces, nós aqui também fornecemos nossas máquinas. Que podem ou não ser usadas pra fazer pão, quando elas estão vagas. Barbearias também vendem cerveja. Portanto, betoneiras.

— Acho que entendi. Vem cá, que lanches vocês fazem aqui? Que eu fiquei com fome depois desse vai-e-vem.

— Felizmente pra você, hoje eu posso te dar um americano light ao contrário: sem ovo e sem alface, de graça. Isto é, se você fizer uma doação de pelo menos dez reais para a manutenção do estabelecimento e do pessoal contratado. O que, agora, inclui você.

— Mas eu falei, pegaram tudo que eu tinha no escritório de locação de material de construção.

— Pega lá então ali na gaveta, eu desconto do seu salário. Vamos lá, um americano light ao contrário, sem ovo e sem alface.

— Mas isso aqui é um bauru…

Avelino suspirou.

— Uma hora ele aprende.

10 de Setembro de 2021 às 23:44 8 Denunciar Insira Seguir história
7
Fim

Conheça o autor

Palas (Nature) will cleanse me in great waters, and with bitter herbs make me whole.

Comente algo

Publique!
America S. America S.
Encontrei seu conto por acaso uns dias atrás e hoje o li na hora do almoço. Divertidíssimo, leve, criativo e super bem escrito! Foi uma leitura bem refrescante. Obrigada por ter me proporcionado um almoço mais alegre, hahah.

  • Palas Palas
    Que honra poder fazer parte do seu almoço hahahaha valeu~ 16 hours ago
Isís Marchetti Isís Marchetti
Olá! Tudo bem com você? Faço parte do Sistema de Verificação e venho lhe parabenizar pela Verificação da sua história. Pensa numa pessoa que chorou de rir com essa história! Tanto que eu não consegui nem comentar no mesmo dia, pois eu pensava nela aí era balela, kkk. Tá pra nascer alguém tão bom de lábia quanto o Avelino, eu e mais um monte estamos de prova. E o mais engraçado é que ele além de malandre, sempre faz as coisas pra verter em uma situação da qual ele saia impune, e isso é o auge da esperteza, haha. Bom, vamos lá. A coesão e a estrutura do seu texto estão ótimas. A narrativa trás a história maravilhosa de que um bom malandro, sempre, em todas as hipóteses, consegue driblar quem ele quiser, mesmo esse sendo uma figura de maior “responsabilidade”, a forma com a qual a trama foi desenrolada, foi bem leve e isso contribuiu pra uma leitura fluída, divertida e muito agradável! A sinopse, prepara o leitor pra poder ler uma das maiores papagaiada da vida, mas sem entregar o ponto chave da história e ainda, de quebra, atiça a curiosidade em altos níveis. Quanto ao personagem, é até difícil falar sobre uma pessoa igual ao Avelino, então, vou começar a observação pelo oficial, que no final foi mais uma de suas vítimas, cara, como eu fiquei com dó dele! Mas não dó suficiente para querer me por em seu lugar, haha. Agora sobre o Avelino, eu me pergunto o que levou o homem com essa intensa sabedoria, virar um malandro desses, haha, com certeza, se ele usasse toda essa inteligência para estar no topo do mundo, ele conseguiria. Mas fazer o que, se um malandro e um otário saem no mesmo dia, podemos só torcer pra eles não se trombarem na ria, haha. Quanto à gramática, seu texto está simplesmente maravilho e muito bem escrito. Seu trabalho é literalmente um colírio para os olhos! Abraços.

  • Palas Palas
    😳😳😳😳 É isso, corei com o comentário. Agradeço muito pelo seu comentário! Tão detalhado e, ainda assim, falando de todos os aspectos do conto! E, principalmente, fico muito feliz pelo conto ter te feito rir! Eu sempre dou risada com esse tipo de malandro também, então é muito legal criar um de que outra pessoa goste :) Vai ver que ele percebeu que o negócio principal pra ser malandro é não ter lá muita ambição, que isso que derruba todo mundo. Aí ele se contenta com um escritório de locações. Não sei -- mas a gente pode acabar descobrindo um dia 👀 De novo, agradeço muito pelo seu comentário e pelo tempo que você tomou pra ler!! 2 weeks ago
Suyko Tzuly Suyko Tzuly
Bem diferenciado😂👌

  • Palas Palas
    hahaha Obrigado!! 3 weeks ago
RE R. Emerson
KKKKKKKKKKKKKKMMMKKKKKKKKKKKKKKKKK muito bom!
October 25, 2021, 18:09

  • Palas Palas
    Obrigado! Fico feliz de você ter gostado~ October 25, 2021, 18:16
~