brito-brito1613869930 Brito Brito

Romance/ Amor/ Reflexão


Conto Impróprio para crianças menores de 13 anos.
Conto
1
1.0mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Domingo


Não é nada demais mas hoje eu queria voltar pra noite em que a gente decidiu se encontrar.

Porque o riso foi leve e a gente falou sobre sonhos e sobre o mundo de uma forma que eu não falava a um bom tempo.

Porque tudo parecia possível

- E realmente era.

Eu que sou uma virginiana com tendência a planejar tudo, mas gostei sobretudo do que não foi planejado.

E é isso.

No meio da rotina de tanta gente vazia, eu gosto de lembrar do que senti ao acordar naquela manhã na tua cama.

A vida pode ser dura mas é preciso lembrar que se arriscar pode ser uma surpresa boa.

Eu aprendi a gostar de cerveja sentindo o gosto dela no teu beijo, mesmo que meu gosto preferido na junção dos nossos lábios seja dos vinhos tomados a meia noite.

Depois,

As duas da manhã, a gente faz amor e eu esqueço de tudo.

Esqueço de como o amanhã está cada vez mais incerto, eu sinto tua mão nos meus cabelos até dormir.

Meu corpo em posição espalhafatosa, como sempre, ocupando a cama quase toda.

Você sorri e já nem reclama mais.

“É a certeza que tenho em relação a minha vida inteira”, você diz.

O meu coração fica morninho no peito sabendo que você quer dividir, mesmo que de modo desigual, a cama comigo.

O amanhã incerto com rotina repetitiva, as manhãs cinzentas de inverno, num domingo qualquer que você toca violão, enquanto leio....

Agora já é fim de tarde....

Fim do nosso domingo, já deixando a saudade da noite passada em que ficamos juntos.

E foi tão bom...intenso!

Minhas incertezas desaparecem quando estou com você.

Já querendo e planejando tudo de novo .

Essa cama agora já passou a ser nossa, como um palco dos nossos espetáculos prazerosos.

Essa noite , agora já fim de domingo, vamos ficar assim...numa despedida que não desejamos, mas é inevitável.

Só mais um pouco desse momento , deixamos acontecer...um longo beijo e ...te abraço.

Mas...não conseguimos nos despedir.

Então...(re)começamos... a loucura toma conta, queremos tudo de novo.

Nossa cama...nosso momento de entrega...

Nessa noite de domingo em que tudo queremos... tudo podemos

.

30 de Agosto de 2021 às 00:46 0 Denunciar Insira Seguir história
2
Fim

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~