arnaldo-zampieri Arnaldo Zampieri

E se aquele recado de amor que você nunca conseguiu enviar pudesse ser entregue? Um romance, alguém que partiu sem despedida, um bichinho que deixou saudades. Sim, existe um espaço para essas e todas as situações que envolvem uma mensagem que deveria ser entregue. Me conta sua história, vamos transformar juntos em uma carta dessa publicação. Sejamos eternos!


Conto Todo o público.

#cartas #conto
19
8.8mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Eu sabia tudo sobre à noite, menos como conseguir dormir

Teve uma época que duvidei das minhas qualidades. Minha única especialidade era não dormir. Em uma roda de amigos uns falavam sobre o casamento e os filhos, outros sobre suas ascensões na carreira. Eu tinha insônia. Mas nunca falei sobre isso nas conversas. Sou um ouvinte passivo.


A noite chegava e eu já estava deitado, com os dentes limpos e um copo com agua no móvel ao lado da cama. Como um limpador de para-brisas em funcionamento, meu ventilador também ficava num ir e vir, que se tornava mais barulhento conforme as horas iam passando. Eu escutava os ruídos dos apartamentos vizinhos como se estivesse lá dentro. Me preocupava com a saúde do vizinho do andar de cima, que tossia muito antes de pegar no sono. Sempre fiquei bem informado com o jornal da madrugada, já que, o porteiro ouvia no seu rádio e o som ecoava de maneira quase imperceptível pelo duto do aquecimento. Assim são minhas noites, já fazem 10 meses. A medida que os ruídos iam cessando eu sentia que estava mais dentro da noite. Conseguia ouvir a rua e os prédios vizinhos. O vigilante noturno que apitava avisando os ladrões que a lei estava passando, o entregador que demonstrava como estava seu humor conforme a força que ativa os jornais nas casas dos assinantes e o cheiro de pão feito na hora, vindo da padaria que me dizia que meu despertador não iria demorar até tocar.


Eu sabia tudo sobre à noite, menos como conseguir dormir.


Quando completei um ano de noites acordado resolvi não me manter mais na cama. A evolução foi rápida. Da TV veio o tédio rapidamente, que me levou à janela e logo eu estava na rua ensaiando pequenas caminhadas na madrugada. Não tive medo, apenas seguia minha curiosidade de ver a cidade com uma iluminação diferente em suas cores. Ouvi histórias, pedidos, piadas e agradecimentos por dar minha atenção. Ser um ouvinte passivo me reservou momentos muito marcantes nessa jornada, mas o fato que iria mudar minha vida ainda estava por vir.

11 de Agosto de 2021 às 18:26 4 Denunciar Insira Seguir história
10
Leia o próximo capítulo Um sentimento muito especial para ficar escondido em dias tão incertos

Comente algo

Publique!
Ruana Aretha Ruana Aretha
Olá, tudo bem ? Posso dizer , que projeto lindo e nobre que é de certeza que encantará um a um, visto que cartas nos remetem a natureza de cada coração . Quem nunca recebeu uma carta que fosse ? Ou um bilhete em meio a sala de aula e aquilo não o deixou com um sorriso? Já me encantei com o seu projeto e estarei aqui para acompanhar cada coração escrito. Obrigada !
September 20, 2021, 02:31

  • Arnaldo Zampieri Arnaldo Zampieri
    Muito obrigado Ruana, e fico feliz demais por poder contar com você nessa! =) September 21, 2021, 13:30
Max Rocha Max Rocha
A noite descortina um mundo invisível à maioria. O que é tormento pode descortinar novas oportunidades. Novas vivências. Nunca sabemos tudo... que sua vigília te leve a caminhos de enlevo!
August 12, 2021, 14:28
Bruna Dondé Bruna Dondé
Vai ser lindo, incrível e cheio de choro por parte dos leitores. Minhas lágrimas já estão prontas pra cair acompanhando os próximos capítulos.
August 12, 2021, 00:32
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 18 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!