maria113 Maria Eduarda

Jimin é um garoto de 18 anos que sonha em se tornar dançarino profissional, mesmo que sua família não o apoie não irá desistir tão fácil desse sonho. Jeon jungkook é um ceo de uma empresa renomada no ramo do entretenimento, e que está passando por vários processos de escândalos que pode o levar a falência, e seria fará de tudo para não perder o seu status de ceo. Talvez um concorso pode fazer com que esses rumores de sua empresa sumam de uma vez e para isso terá que trazer o melhor dançarino a sua empresa: Park Jimin.


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#romance #fanfiction #fanfic #bts #Jungkook #Jikook # #vermelho #o #fanfictions #da #Jimim
1
557 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Terças-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

Dancer

O quê a cor vermelha representa? Paixão, energia e excitação. É uma cor quente. Está associada ao poder,à guerra, O quê a cor vermelha representa? Paixão, energia e excitação. É uma cor quente. Está associada ao poder, à guerra, ao perigo, a violência. O vermelho é a cor do elemento fogo, do sangue do coração humano.

Uma das cores mas bonitas que combina com tudo, ainda mais como cor de cabelo de um jovem dançarino.

Não existe ninguém que não se sinta atraído pelo vermelho, é chamativo todos amam.

Os cebelos vermelhos tingidos de um garoto o deixa mais chamativo aos olhos das pessoas em volta, como um eclipse lunar todos ficam encantados quando aparece.

O sol e a lua se encontram para formar algo tão maravilhoso que quando acontecem todos O sol e a lua se encontram para formar algo tão maravilhoso que quando acontecem todos admiram.

Um jovem garoto de cabelos vividos como fogo. Brilhante como as chamas ardente em seu momento de poder.

Park Jimin era o seu nome, um menino doce e adorável a quem o visse, poderia ser o mais bonito já visto, mais que os planetas. Os olhos negros como a madrugada fria, a pele pálida como a lua, os lábios rosa como uma flor que surge no campo.

Um garoto de dezoito anos sonhador quer se tornat o melhor dançarino de sua turma e do mundo, provando aos seus pais que estavam errados sobre seguir sua paixão e que nem tudo na vida é dinheiro.

Por outro lado, sofre por ninguém o apoiar mesmo assim não irá desistir de seu sonho de criança.

Para isso vai ter que se esforçar dobro, dando o melhor de si. Nem seus colegas de turma o apoiam ou são seus amigos, sabem do que ele é capaz e por isso o ignoram sabendo que jamais teriam a determinação do garoto.

<<<<

Mais um dia de luta, acordei cedo para evitar encontrar meus pais, não queria ter que ouvir eles falando sobre o quê eu deveria fazer.

Essa manhã estava congelando, doze graus realmente estava muito frio. Eu visto uma blusa dd gola alta e manga comprida dd tom escuro e dois grandes casacos e saio de casa.

Nem havia tomado café mas isso eu resolvo depois, tenho o dia todo para alimantar apesar de que o café da manhã é a refeição principal.

Andando pelas ruas de Seoul vendo os carros passando, as crianças brincando com seus pais, quem me dera poder ter um bom relacionamento com eles novamente.

É meio difícil lidar com eles depois que resusei a faculdade de direito, eu sei que eles querem o melhor para mim mas não é algo que eu quero pro resto de minha vida, apenas olhando para meu pai sei que é um trabalho chato e difícil.

Não temos uma vida luxuosa mas da pra viver, eles sofreram muito tentando dar o melhor para mim e meu irmão mesmo assim eu estou a fim de seguir minha paixão, Dançar.

Chegueu ao metrô, estava logado como sempre todos em volta correndo para ir trabalhar, eu coloco o meu fone ouvindo uma de minhas músicas favoritas Cipher 03 killer de uns rappers conhecidos.

Essa música me da energia para continuar a fazer o quê gosto, tod estava bem até sentir uma freada brusca que quase me fez cair

— Senhores passageiros, lamentos imformar mas ocorreu um dano nesse vagão ele terá que ficar fora de linha, esse será o nosso último ponto, perdoem o incoviniente.

A maioria começa a reclamar e com razão, no meu caso eu ignoro e saio do vagão resolvi ir andando mesmo, ao menos teria dinheiro para comer no caminho.

Eu estava a cinco quarteirões do estúdio, pelo visto iria demorar um pouco.

Olho meu celular vendo ser sete e meia, eu não estava brincando quando disse que tinha acordado cedo.

Estava com fome então comprei biscoito e yakult e fui comendo no caminho.

Agora estou zerado, era o último dinheiro que eu tinha, mas ao menos não estou com fome.

<<<<<<<

Ao chegar no estúdio o senhor fa limpeza ele me olha com um certo nojo, eu não sei de porque eu danço ou porque rejeitei a filha dele.

Ao entrar no elevador me olho no espelho, meu cabelo estava voltando a cor natural, além de estar todo bagunçado.

Saindo vou até uma sala privada de dança, estava completamente vazia a única coisa que eu ouvia era o vendo gélido batendo conta a janela.

Eu fecho a porta agora ficando na mais pura solidão, ligo o aquecedor e tiro meu moletom me aquecendo.

Fecho meus olhos respirando fundo enquanto me aqueço, me concentrando ao ponto de ouvir meus batimentos cardíacos, sou amante da dança clássica isso exige muito do meu corpo faço o possível para não me lesionar.

Ligo o som ouvindo um clássico tocar no caso Black Swan.

Ao longo da música que passava eu dançava, me imaginando como um dos maiores dançarinos já vistos.

Por mais que minha realidade não condiz eu ainda vou ser o maior dançarino.l

Estava tudo bem até que a música foi desligada, eu olho para trás e vejo meu professor, ele estava acompanhado de um homem.

— Jimin, venha cá!

Me aproximo dos dois e meus olhos se encontram com os do homem.

— esse o um ceo de uma empresa renomada.

Ceo?? O quê ele faz aqui? —Penso.

— ele vai avaliar az apresentações.

— muito prazer, meu nome é Park Jimin!

Estendo minha mão sentindo a mão fria dele que me olha.
—prazer meu nome é Jeom Jungkook.

O ceo tinha cabelos negros penteado para trás formando um topete discreto, usava terno preto além de ter tatuagem em sua mão, aparentava ter uns vinte anos.

— continue ensaiando Jimin.
eu assenti positivamente vendo eles sairem.

— Park Jimin, ele parece ser um ótimo dançarino.

— ele é, o mais esforçado de todos os alunos muitos não conseguem nem metade do que ele faz, e por isso tentam o invalidar

—interessante, vamos ver se ele é tão bom quanto dizem.

O Ceo estava em uma sala vendo as fichas dos alunos até que apareceu a do garoto de cabelos vermelhos, ele olha para a foto do menino o vendo novamente, pele pálida, lábios rosados e os cabelos vermelhos, ao ler a ficha o que mais chamou a atenção foi a suas apresentações sempre esforçado em fazer o melhor de si.

Após umas duas horas ensaiando Jimin foi convocado para uma reunião, estava um pouco afilto já que não sabia sobre o que se trata mas ao mesmo tempo eufórico.

Estava andando pelos corredores e encontrou alguns colegas de dança, não tenho nenhum amigo sou apenas eu, não me dou muito bem com eles também.

Todos olham pra mim mas eu não digo nada e fico quieto em meu canto.

— todos que eu chamei, podem entrar e se sentar.

Cada um sentou com "seus amigos" e eu fiquei só, como sempre, na última fileira.

A maioria estavam especulando entre si sobre o quê era eu pensei que poderia ter haver com aquele ceo.

Todos se calam ao ver nosso professor acompanhando daquele homem que vi hoje mais cedo.

— olá alunos, chamei vocês aqui para dar uma notícia importante. Como sabem somos uma académia de dança pequena, não temos um patrocínio de nenhuma empresa, mas temos um objetivo, lançar os nossos dançarinos para o mundo conhecer o nosso trabalho

— E hoje tenho a grande honra de avisar que terá um concurso, um teste para vocês alunos de nossa academia.

— o ganhador desse concurso não só irá participar do MMA 2014 como também ira conseguir um emprego nas empresa JJK. número um em lançamento de artistas na Coreia.

— olá pessoal, eu sou Jeon Jungkook ceo das empresas JJK, como muitos sabem trabalhamos com vários idols famosos além de vários dançarinos também.

Os alunos ficaram eufóricos com a notícia, mas um garoto parece que odiou.

— o teste irá acontecer no dia vinte e cinco do mês que vem aguarfo vocês aqui.

As pessoas começam a bater palmas contentes conversando com seus amigos, mas o garoto ruivo apenas sai da sala.

Eu os observo do pequeno palco que estava.

—com licença senhor Jeon posso te fazer uma pergunta

—sim!

—você está solteiro?

— ah sim eu estou solteiro. digo com vergonha.

— a minha filha está solteira, se quiser eu posso te apresentar.

Fico calado sem saber o quê fazer então saio deixando o velho confuso. Ao sair respiro fundo e vou andando pelo corredor até encontrar o garoto que saiu da sala,eu me sento ao lado dele sem dizer nada e ele apenas me olha.

—o quê um ceo de uma empresa grande quer aqui??

Notas finais

Twitter da fic : @mydancee35 a conta estava trancada para não houver hate em cima dos meninos por segurança ficará privada mas eu estarei aceitando solicitações

Até o próximo capítulo angels

25 de Julho de 2021 às 17:17 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Continua… Novo capítulo Todas as Terças-feiras.

Conheça o autor

Maria Eduarda Olá prazer Maria, escrever é meu passa tempo então espero que gostem

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas