candie Andie Carneiro

Louis Tomlinson é a famigerada Pantera qual a cidade de Cherrysville conhece bem. Seja por seu status de bom temperamento, como alguém de sua espécie, geralmente, não é; seja por seu cruel histórico de abandono que sofreu com poucos dias de vida. Casualmente, demonstra afeto por ama e respeita, características de criação de Shifters Linces, família que o acolheu apaixonadamente. Claro que sentimentos românticos não se encaixam em seu ser, depois de ser duramente afastado de seu primeiro amor. Harry Styles é o nome do seu irmão de criação, quem o roubou a desilusão amorosa, mas Louis não sabe que aconteceu o mesmo com o cacheado. O Leopardo vem escondendo sua paixão muito bem, desde que descobriu o porquê seu coração acelerava ao estar na companhia da Pantera, mas, que por falta de comunicação, acabou o afastando. Agora, Styles está longe, na faculdade que sonhara; e Louis tem uma pequena bebê em seus braços, que tem apoio apenas dele. Ao se reencontrarem, as aparências podem fazer um ótimo trabalho em quesito disfarce, ou, talvez, ajudado a resolver assuntos pendentes.


Fanfiction Bandas/Cantores Todo o público.

#ziammayne #romancegay #zaynmalik #niallhoran #liampayne #larrystylinson #onedirection #louistomlinson #harrystyles
0
3.0mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 30 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

PRÓLOGO

Cherrysville é uma das pequenas cidades de interior da Carolina do Norte. Onde as espécies que vivem ali estão em constante harmonia umas com as outras, como por todo mundo e como tinha de ser.

2020 e seria impossível a convivência de todos ao redor desse mísero planeta se não a evolução e os instintos selvagens desnivelados.

Embora ocorresse alguns acidentes quando algo provoca conflitos entre as espécies; na maioria, o preconceito, medo. Era essa a semente plantada em alguns, se não por terem pavor e receio, é por simples repulsão sentida e demonstrada.

Tempos antes, quando uma demonstração de selvageria era percebida, o indivíduo em questão era afastado, isolado, em casos severos e desastrosos, sem discussões ou julgamentos, pena de morte.

Alguns mais comuns envolvem betas e classes de Shifters que, atualmente são consideradas quase raras, como cobras, mais especificamente, Najas; Corvos, Aranhas: Viúvas-Negras; Escorpiões, Hienas, Panteras, Leopardos, Ursos, entre outros.

Alguns deles têm sua espécie monitorada. Calculadas e registradas quando nascem e quando vêm a falecer. Deixando todos à par da quantidade e existência delas.

Vamos voltar um pouco.

Lilesville, 24 de dezembro de 2000, o sol inicia seu show ao que deixa seus rastro por onde segue o caminho a se pôr.

Johannah e Mark Tomlinson estão a poucas quadras da residência onde se encontrariam com o resto da família, para comemoração tradicional de Natal.

—Porque mesmo que não usamos o carro? — Jay insinua, tendo de carregar sua torta favorita em mãos.

—Ora, querida, a culpa não é minha se quem usou o carro não se preocupou em reabastecer, sendo que teria horário marcado para sair depois. — Mark comentou, a última parte quase sussurrando.

— Eu ouvi isso, Mark — a mulher indicou. — Eu não sabia que uma idazinha à cidade acabaria com todo o combustível.

—Amor, se você tivesse me dito quando chegou, eu iria–.

—Tudo bem, podemos andar, não? — Jay o interrompe encerrando.

O silêncio instalado entre eles naquele momento foi cardial ao acontecimento que se seguiu.

—Ouviu isso, querido? — a morena encurtou os passos, erguendo sua mão.

—Um miado? — sugere o marido, confuso.

—Sim. Não. Quer dizer, foi diferente.

O casal permaneceu mais algum tempo calados, esperando que o barulho se repetisse.

—Acho que não era– um som o corta, como um gemido baixinho de dor. — Vem de lá! — Mark apontou a parte escura da rua em que passavam.

17 de Julho de 2021 às 20:24 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Explicações!

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 5 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas