zelosnation_ bia

Ana, uma mulher que sempre gostou de ter a vida perfeita em todos os mínimos detalhes. Tudo o que fazia, tinha que estar no lugar, inclusive em seu trabalho. Mas seu pensamento de vida perfeita termina após ela descobrir que dentro de si crescia um sentimento, que seria algo "incorreto", algo que ela acha ser "irregular". [au; kimjungwoo x personagem original ; longfic] - Capa feita por: @Kimaahy - Sinopse arrumada por: @/churrascoo (user do Spirit) © ZelosNation_


Fanfiction Bandas/Cantores Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#nct #nct127 #kim-jungwoo
1
1.8mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

1

Me sentei suspirando em minha cadeira, mas logo vejo um encarregado do correio vir até mim.

- Por favor leve isto para o escritório do Senhor Jungwoo, é a entrega que estava atrasada, ele deve estar furioso. Se atine com ele. - Revirei meus olhos e me levantei pegando as caixas das mãos dele. Estava um pouco pesado, mas era só eu levar isso para o escritório dele, não era muitas vezes que eu levava o correio, então podia ficar descansada.

Subi as escadas com o caminho um pouco dificultado na minha visão por causa das caixas, mas não me limitei a pedir ajuda.

Assim que subi todos os degraus com o máximo de cuidado me desviei rápido pois uma mulher saiu disparada do escritório de Jungwoo.

- Poxa ele é um idiota mesmo, eu sou melhor que aquela vadia a que chamo de amiga! Ela ficou com Jungwoo e eu não! - Ouvi a mesma reclamar enquanto descia a escadas, e ela não se limitava em falar baixo, mas sim aos berros, estava pronta para ouvir um sermão devido ter ouvido o boato.

Respirei fundo e já sem vontade levei as caixas para onde teriam de ser levadas. Vi que a porta do escritório estava aberta, então entrei, espreitando um pouco de Jungwoo, que estava abotando sua camisa e ajeitando seu cabelo.

- Quem aquela mulher pensa que é para se atirar assim em mim? Eu tenho de colocar seguranças mais brutos, estes limitam-se a não bater em mulher. Escrotos. - Tossi forçado e coloquei as caixas no chão.

- Sua encomenda atrasada chegou.

- Finalmente, já me tiraram da paciência o suficiente. Pode ir, não lhe dou permissão para ver o que é. É produto exclusivo, empregados jamais terão uma pitada disto. - Arregalei os olhos e saí sala, meu coração palpitava rápido desde que aquela mulher passou por mim.

Desci as escadas rápido me sentando na cadeira e colocando minhas mãos na cabeça.

- Aquela mulher me deu cíumes e ainda dor de cabeça. Porque eu ainda trabalho aqui? - Suspirei deitando minha cabeça na mesa e acabei por dormir um pouco.

Quebra de tempo

- Ana o que está fazendo dormindo? O que o Senhor Jungwoo dirá se passar por aqui! Arrume suas vestimentas, um famoso irá entrar daqui a pouco e nós teremos que nos apresentar, ele quer expandir o negócio e só consegue isso se for com Senhor Jungwoo colaborando.

- Ele entrou, saiam todos do vossos lugares e venham até a entrada. - Arrumei rapidamente meu cabelo e minha camisa social, andando juntamente com uma das empregadas até a recepção, vendo um homem cheio de charme e vestimentas caras entrando, e atrás de si uma secretária, que parecia estar em seu primeiro dia, ou mesmo sua primeira saída com seu chefe para algum assunto importante, sei o que é isso, pois já fui secretária pessoal, mas infelizmente a empresa caiu e então eu caí nesta empresa.

- Eu quero saber onde se encontra Senhor Jungwoo.

- Ele está no escritório, quer que o avise que já chegou? - O mesmo não respondeu, então minha colega fez questão de ir chamar o nosso patrão. Eu estava nervosa também, mas não mais que a pobre empregada.

- Kwak Dongyeon, prazer em finalmente ver a você e sua secretária pessoal, venham para meu escritório, nossos negócios serão discutidos lá, o resto que se retire. E meus empregados, podem voltar para seu trabalho. - Obedeci Jungwoo, mesmo estando meio preocupada com a secretária, não é fácil aquele lugar, gostava de poder voltar a ele, mas acredito que nunca mais conseguirei.

Não estou mais à altura como antes, eu admito isso.

Sentei em minha cadeira novamente e minha colega veio até mim.

- Você conhece ele? Sendo que já foi secretária, ele é muito lindo! Aquela secretária tem muita sorte. Quem sabe, virem um casal, não é mesmo.

- Ser secretária não é um conto de fadas Chaeyoung. E não fiquei babando no garoto, ele parece ser muito sério.

- Pois é, mas Jungwoo seria melhor, Jungwoo é um homem perfeito.

- Vou no banheiro. - Me tirei rapidamente daquele local, não gostava de ouvir as garotas que trabalham comigo falando de Jungwoo e muitas contando suas noites com ele, ou mesmo os amigos dele. Eu sou a única que nunca teve nada com ele, mesmo sentindo coisas estranhas com ele, e até mesmo ciúmes de mulheres atoa, mas não suporto minhas colegas, não sei se é ciúmes ou já se tornou raiva. Não aguento mesmo. Até Chaeyoung conseguiu uma noite com o melhor amigo de Jungwoo. E eu aqui, trabalhando até tarde me esforçando para não ser corrida daqui para fora, eu dou muito valor ao trabalho que tenho.

Voltei ao meu sítio de trabalho depois de mergulhar a água várias vezes.

Chaeyoung não se encontrava mais no seu local de trabalho, e logo vejo o garoto baixinho dos empregados se dirigindo a mim.

- Estava te procurando, Jungwoo pediu para te chamar. - Me levantei com receio, será que eu fiz algo?

23 de Junho de 2021 às 19:31 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo 2

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 40 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!