tialanna Lanna Silva

Tudo começa com um jogo aparentemente inocente onde, Jimin, mesmo não jogando, revela ser dominador. Não acreditando muito no garoto, Taehyung zomba dele e se arrepende amargamente disso. ~>♡<~ ~>Ficção ~>vmin ~>v botoom ~>Postada também no spirit fanfics


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

# #vbotoom #Vmin
0
551 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Convencido

Avisando que, essa twoshot brotou do nada na minha cabeça e então resolvi escrever ela.

Jimin é ativo e Taehyung será passivo, não sou muito boa em escrever sobre sexo mas eu tento, não será nada tão pesado como bdsm no nível alto, na minha mente está bem leve, tipo, tapas, amarrar, vendar, essas coisas, nada de tão pesado que faça o Taehyung ficar muito surrado, meu intuito aqui, é fazer o Tae se apaixonar pelo Jimin através do sexo um pouco bruto.

Espero que entendam no decorrer da história. Desculpe se houver alguns erros, estou postando sem revisar antes...😬

Para aqueles que iram ler, aproveitem 😘


{♡▪♡▪♡▪}




- Sim, você irá e não se fala mais nisso. - Sr Park jogou o envelope pardo em cima da mesa com certa brutalidade, deixando sua autoridade de pai bem visível e audível na voz. - Você pode ser dominador em seu apartamento e com seus parceiros sexuais, aqui, em minha casa, você é meu filho de 20 anos que irá fazer a porcaria da faculdade.

Jimin revirou os olhos para seu pai, sem medo algum do mais velho a sua frente, ainda não acreditava que teria que deixar seu trabalho para fazer o que seu pai mandava.

- Pai, sabe que não precisa me por em uma faculdade para que eu possa administrar seus negócios sujos, para que me colocar em uma faculdade de administração se já trabalho com isso? Administro um hotel que me paga muito bem e não terá como eu conciliar as duas coisas ao mesmo tempo. - Jimin se pôs de pé, pegando o envelope e o abrindo.

- Não me importo, fará a faculdade e assim que terminar, ficará no meu lugar, não é fácil administrar meus negócios como administrar um hotel. - Sentou em sua cadeira apertando as têmporas.

Jimin bufou e saiu da sala frustrado, além de ter que sair do trabalho e ir para a faculdade, terá que mudar de apartamento, ir para mais perto da tal faculdade 5 estrelas e bem sucedida, revirou os olhos mais uma vez, visivelmente raivoso.

Será que nunca iria viver sua vida do jeito que queria? Desde seu nascimento que faz o que o pai quer, é dominador e fechado por causa do Sr Park, que sempre foi fechado e mandão de um jeito diferente, Sra Park nunca deixou de dar seus devidos cuidados ao filho, sempre foi presente e sempre fez de tudo pelo seu único filho, o apoiou em tudo que Jimin decidiu ao longo da vida.

Ela foi a única a ficar ao lado dele quando se assumiu gay, Sr Park surtou e depois fingiu que o filho não existia por alguns anos, Jimin também fingiu que seu pai não existia, arranjou emprego de garçom no hotel onde trabalha e foi crescendo lá dentro, hoje o hotel é o mais renomado e o mais procurado por todos, está com raiva por ter que deixar seu emprego de anos, desde os 16 anos que trabalha naquele hotel, conheceu seus amigos lá e agora teria que os deixar para fazer o que seu pai quer.

Sr Park nunca ligou muito para o afastamento do garoto depois dele ter saído de casa, mas ao ver que seu filho está progredindo sem precisar dele e administrando um hotel 5 estrelas, sua cobiça falou mais alto, quer que seus negócios subam e acha que Jimin será capaz de tal ato.

É somente cobiça e Jimin sabe disso, só está fazendo o que o pai quer, porque quer ver ele implorando para ter ele a frente de seus negócios, só está indo para a faculdade porque será uma coisa boa, ampliar seus conhecimentos sobre administração será ótimo para o hotel, não irá largar o emprego, dará um jeito de conciliar a faculdade com seu emprego.

~> 6 meses depois<~

Taehyung está em sua sala esperando a boa vontade do professor chegar para começar a aula, e depois de uns 5 minutos, descobriu que o mesmo não iria aparecer porque teve um probleminha pessoal, como ja estava quase na hora do intervalo, colocou sua mochila no ombro e saiu da sala, foi até o pátio e sentou no banco jogando a bolsa em cima da mesa.

- O que faz aqui Tae? Não deveria estar na aula? - Yoongi se aproximou sentando ao seu lado.

- O professor não veio, resolvi sair da sala. - Disse pegando o celular do bolso.

- Entende, ficou sabendo que teremos um aluno novo? - Yoongi se ajeitou no banco e descansou a costa na costa do banco.

- Não, nem deve ser tão importante, um aluno novo entrando no meio do ano letivo não é realmente muita coisa, só mostra o quanto ele atrasou os estudos ou foi obrigado a vir pra esse inferno.

- Taehyung, acho que não deveria falar assim, ele é realmente importante, filho do Sr Park, conhece?! - Tae so concordou com a cabeça. - Então, provavelmente ele só está fazendo o que quer depois de decidir o queria fazer ou só está cedendo aos caprichos do pai. - Explicou o máximo que pode.

- Eu ainda não me importo, só me importarei se ele for modelo da Gucci, lindo, musculoso, os lábios cheios, os olhos azuis penetrantes que me façam perder o ar. - Sorriu sarcástico, então, seus outros amigos chegaram se sentando ao redor da mesa e puxando assunto sobre algo aleatório.

Quase ao fim do intervalo, uma BMW completamente preta, assim como os vidros em puro blindado, estacionou ao lado do carro de um dos alunos ofuscando aquele mísero carrinho azul, toda a atenção do pátio foi direcionada para aquele carro lindo reluzente, querendo saber de quem é aquela belezura, a porta do carona foi aberta revelando um Jungkook envergonhado e falando algo enquanto olha para dentro, sorri e fecha a porta, sai correndo e para perto da mesa dos seus amigos, Namjoon, Yoongi, e Taehyung olham aquele carro curiosos, de boca aberta e querendo que seu amigo chegue logo a mesa para o encher de pergunta, e quando Jungkook chegou na mesa sorrindo pequeno para eles ali, foi bombardeado com perguntas, todos juntos fazendo muitas perguntas ao mesmo tempo.

Se calaram quando a porta do motorista daquele carro belíssimo abriu, um pé com um sapato social preto foi posto para fora e logo em seguida, o corpo saiu, vestido numa calça preta apertada, uma camisa branca com a frente para dentro da calça e uma jaqueta de couro preta, o rosto coberto por uma máscara e um óculos de sol, os cabelos loiros muito bem arrumados, partidos de lado e penteado para trás, somente uma mecha de cabelo solto do penteado perfeito.

Taehyung o observou sair do carro e caminhar elegantemente pelo corredor aberto perto do pátio, passou pela mesa onde os amigos se encontravam o encarando quase babando, Jungkook sorriu pra ele que acenou e continuou seu caminho.

- Fecha a boca Tae, tá babando. - Yoongi disse passando um guardanapo no canto direito da boca de Taehyung.

- Não enche gnomo de jardim. - Taehyung deu um tapinha na mão de Yoongi que sorriu.

- Não era você que só se interessaria por ele se fosse modelo da Gucci? - Perguntou ainda sorrindo.

- Da Gucci eu não sei, mas da Channel e Prada, só falta ser modelo mesmo, as roupas são dessas marcas. - Jungkook conseguiu falar depois de algum tempo, logo foi bombardeado pelas perguntas constantes que saiam dos seus amigos alto demais e todos de uma vez, não conseguia entender uma pergunta se quer. - Calma, um de cada vez por favor, não consigo entender.

- Da onde você conhece ele? - Começou Namjoon.

- Ele é meu melhor amigo, conheço ele desde sempre, mas ele teve que se afastar por causa de alguns problemas.

- Que problemas? - Yoongi perguntou.

- O pai dele fingiu que ele não existe por uns bons anos, então ele foi embora e se sustentou sozinho até hoje.

- O que ele faz aqui então? - Taehyung perguntou revirando os olhos. - Ele parece mais velho do que qualquer um de nós aqui.

- E ele é dois anos mais velho do que nos, só está aqui porque o pai dele meio que o obrigou a fazer faculdade, dizendo ele que é pra tomar a frente de seus negócios. - Jungkook não queria dar tantos detalhes da vida de seu amigo.

- Qual o nome dele? Quantos anos tem? Quais marcas de roupa usa além de Channel e Prada? Trabalha? - Taehyung bombardeou o moreno com suas perguntas rápidas, Yoongi sorriu.

- Está interessado no rapaz, certo?! - Yoongi pôs a mão no ombro dele.

- Pare de tirar sarro com a minha cara, eu só quero saber, fiquei curioso, como Jungkook conhece um cara desse e nunca nos contou.

- Eu sempre conhece o hyung, ele se mudou pra casa ao lado da minha quando eu tinha 5 anos e ele 7 anos, sempre foi meu amigo desde o momento que desceu do carro de seu pai, correu para a grama da minha casa e fez amizade comigo, crescemos juntos, ele tem 20 anos, usa somente Prada e Channel, e o nome dele é Jimin. - Disse encarando Tae que o olhava com espequitativa e esperando por algo.

- Entende. - Sua voz abaixou uma oitava, pensativo.

No final do intervalo, todos foram para suas salas, Taehyung e Jungkook foram para sua sala, o professor já estava lá.

- Bom, alunos, temos um novo aluno em nossa turma. - Jimin entrou com as mãos no bolso e ainda estava de máscara e óculos. - Tire esse óculos e a mascar, se apresente, por favor. - Jimin suspirou e revirou os olhos, tirou a máscara e Taehyung paralisou, olhando aqueles lábios pequenos, volumosos e vermelhos, em seguida o óculos foi retirado revelando seus olhos azuis intensos, Taehyung paralisou sobre a carteira.

- Não me disse que ele é um galã e tem olhos azuis. - Disse baixo para o amigo que estava ao lado, Jungkook sorriu.

- Achei que não se importava Tae. - Jungkook não deu muita trela para o amigo.

- Me chamo Park Jimin, tenho 20 anos e não tem tanta coisa para saber. - Sua voz suave e linda adentrou os ouvidos de Taehyung que se arrepiou.

- Certo, sentisse ali. - Apontou para a carteira atrás de Taehyung. - Será seu lugar de sempre, cada um tem seu lugar nessa sala. - Jimin acenou com a cabeça e caminhou até a carteira, deixando seu perfume penetrante embriagar Taehyung.

Sorriu para Jungkook e sentou na cadeira despreocupadamente, Taehyung ficou tenso dos pés a cabeça, sentara a frente dessa homem todos os dias e não estava preparado psicologicamente para aquilo.

~>1 mês depois<~

Taehyung se via cada vez mais atraído e fingia demência, além de se ver atraído, se via também achando o rapaz um completo convencido, em todas as aulas de inglês principalmente, dava sempre um jeitinho de corrigir o professor ou discutir com ele sobre alguma coisa, como agora.

- Acho que essa música não é muito apropriada para uma aula de inglês para alunos de 18 anos. - Dizia sorrindo pequeno enquanto arriscava algo em seu caderno.

- Você ao menos entende o que está sendo cantado? - Provocou o professor, não sabia porque ainda provocava, sempre saia calado da sala, Jimin sempre estava certo.

- Claro, meus 3 anos de curso de inglês não foram atoa professor, e essa música fala sobre, bucetinha molhada. - Jungkook colocou a mão na boca tentando reprimir um sorriso enquanto os outros alunos o olhavam incrédulos.

- Sr Park, contenhace, controle sua boca. - O professor disse envergonhado.

- Só disse do que a música fala, o Sr que deveria colocar músicas de outro tipo para os alunos. - Sorriu e o encarou.

- Jimin, minha intenção aqui não era revelar a letra da música, e sim falar de algumas coisas, acho que como punição, você deveria ir para seu dormitório e pensar sobre o que falar em sala de aula. - Park riu debochado.

- Não mantenho moradia na faculdade, respondo por mim mesmo e o Sr que deveria escolher músicas que não falem sobre coisas molhadas. - Jimin sorriu perverso, sabia que não estava errado, mas não perdia a oportunidade de perturbar o professor.

- Park, se não quiser ou não precisa assistir minha aula, mude, vá na secretaria e mude, só não atrapalhe, por favor. - Falou apertando a testa.

- Há, ok, vou dizer ao diretor quando me for perguntado o porque de mudar, talvez ele goste de saber que o Sr coloca músicas desse nível. - Se levantou pondo a mochila no ombro e saindo da sala deixando o professor de boca aberta e visivelmente preocupado.

- Mas que, petulância, agora ele diz como o professor deve dar aula, convencido. - Taehyung falou baixo mas pode ser ouvido por Jungkook.

- Ele não é convencido, só sabe inglês melhor do que nós e acho que até melhor do que o professor. - Taehyung revirou os olhos.

Ao fim da aula, Jungkook procurava Jimin por toda parte, queria pedir algo mas não o achava, cogitou ir até a diretoria procurar por ele lá, achava que estaria pedindo para mudar de curso, mas então não viu seu carro na vaga de sempre, o que indica que ele já foi embora, teria que falar com ele em casa mesmo!

16 de Junho de 2021 às 15:26 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Não me desafie, garoto!

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 1 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!