A
Adriano Farias Da Silva


Um romance à moda antiga. Mas, um ambiente atual.


Conto Todo o público. © AFSHND1987

#]
Conto
0
430 VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Quando um olhar te chama...

"Os olhos que olham são comuns. Os olhos que veem são raros" J. Oswald Sanders

Robert Sun era um sonhador, por esse motivo conseguiu ir tão longe e se tornar um empreendedor de sucesso. Começou muito cedo a trabalhar com vendas, marketing multinível. Assim, transformou-se depois de muito trabalho numa pessoa experiente no ramo.

Nesse tempo, abriu uma empresa de marca de perfumes. pois, sabia que o cheiro diz muito sobre uma pessoa. Foi o momento em que resolveu contratar Ruth Helena para ajudar no gerenciamento. Uma moça distinta e recém formada em administração de empresa.

Para Ruth Helena a vida é uma prova, onde todo mundo está sentado na sala fazendo o exame da vida. E acreditava que o tempo era o seu maior supervisor. Embora o tempo só ficasse fora da sala quietinho. Cada estudante encontrava um jeito e não tinha como se livrar desse supervisor que por vezes é também um perseguidor. Todavia, Ruth pensava ter encontrado o seu rumo. Refletiu sobre ter feito direito a lição.

Agora era formada e empregada. Antes não pensava que chegaria nesse status ou na possibilidade de estabilidade tão cedo. Contudo, batalhou muito para se tornar uma profissional. Por isso, não se envolveu com ninguém até aquele momento. Não havia tempo a perder com namoricos. Cria que namoros só atrapalham quem quer crescer, além de exigir tempo - o tão famoso vilão da juventude.

Ao se apresentar para a entrevista não teve como não reparar no cenário da empresa, da vestimenta dos cinco funcionários que vira no corredor, e especialmente no seu chefe. Era tão novinho na face, parecia um garoto no terno de giz. Muito elegante e com palavras bem planejadas e sofisticadas. Por um instante se sentiu fora de si.

E ao cumprimenta-lo percebeu que as mãos também precisavam ser convencidas com palavras doces. Exatamente como as do Lord que estava em sua frente. Naquele momento refletiu sobre a possibilidade do amor: "O amor quando ele é forte te leva as estrelas". Isso acontecia naquele instante.

Robert olhou nos olhos de Ruth Helena e se perdeu num devaneio de pensamentos. Lembrou-se que durante muito tempo vagava sozinho em lugares desconhecidos. Sabia que esperava por alguém. Haveria de haver alguém semelhante esperando por ele. Que também estivesse perdida.

Então, coincidentemente conheceu naquele momento o seu céu adormecido. Abriu os olhos para a sua estrela. Entendeu que não importava aonde fosse iria correr para perto dessa pessoa iluminada que estava a sua frente. Pois, bastou um olhar...


16 de Junho de 2021 às 22:12 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua…

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~