xurumelinha_ac Ana Carla

Hogwart continua sendo uma das escolas mais poderosas e fortes no mundo bruxo; e a cada geração, novos bruxos e bruxas ganham mais espaço no mundo mágico. Kim Taehyung, neto de uma das bruxas mais importantes e amiga de ninguém mais e ninguém menos do que Dumbledore, ao completar 11 anos, ganha uma vaga na famosa escola que até então era desconhecida para o mesmo. A pobre criança foi deixada na porta de um orfanato na pequena cidade de Flowell, localizada no interior de Londres. Ao decorrer dos anos, Kim foi odiando cada vez mais aquele lugar, até se ver obrigado a fugir e ir morar nas ruas. Felizmente, sua vida começa a melhorar após uma visita de uma certa coruja e de um meio gigante. Diferente de Park Jimin, que nasceu em uma família inteiramente de puro sangue. Os Parks eram donos da "Industrias Park's", todos os seus produtos eram febre para os bruxos. O pequeno garoto era um anjinho, amigável e doce. Mas há aquele ditado: todo anjinho esconde um lado ruim. Ambos poderiam construir um laço muito grande ao decorrer do tempo, mas... E se isso fosse atrapalhado pelas impressões negativas um do outro? Afinal, são de casas diferentes. Não é de hoje que Sonserina e Grifinória são rivais. E isso só pioraria devido a um tremendo mau entendido. °°°°°°°°°⚠️ATENÇÃO⚠️°°°°°°°°° ⚠️A história se passa no mundo de Harry Potter, porém o trio de ouro não aparecerá nessa fanfic. ⚠️O tempo é diferente como podem perceber na sinopse, mas todos estão vivos (Dumbledore, Snape, os Marotos, Fred, os Potter, etc.) ⚠️Alguns personagens são originais, mas não contarei muito como são as aparências, pois quero que vocês se sintam livres para imaginar quem quiser! Só direi a cor do cabelo e olhos! O resto fica com a imaginação de vocês ^-^ ⚠️ PLÁGIO É CRIME! SE FOR DE QUERER TER COMO BASE/ INSPIRAÇÃO, POR FAVOR AVISE! ⚠️ Criação da capa: @MihBonini ⚠️ História postada apenas em: Inkspired, Wattpad e Spirit ⚠️ Me sigam no Twitter, lá posto informações sobre as histórias: (Xurumelinha_AC)


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#HarryPotter #TAEMIN #VMIN #Jimin #Taehyung
1
1.0mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

O começo da história.

O inverno é uma época bastante fria e marcante, muitas famílias se reuniam para comemorar as festividades culturais do seu país de origem. O Natal e o Ano Novo era uma das celebrações mais aguardadas por todos do mundo inteiro, aonde a paz e a alegria andavam lado a lado. Era muito difícil encontrar uma alma triste nesta época, pois tem tudo para ser perfeito: alegria, amor, esperança, euforia, férias, festas, etc. Entretanto, havia uma criança a qual não gostava muito dessas coisas, na verdade nenhuma época comemorativa lhe agradava. Não era de se esperar menos de uma criança que nunca sorriu, que não tem nenhuma lembrança boa para sorrir. Então vivia solitário pelos cômodos do orfanato. Era odiado gratuitamente pelas pessoas a qual convivia obrigatoriamente. Sofria bullying e desprezo a todo momento, tanto das crianças, quanto dos responsáveis mais velhos. Nunca recebeu amor e carinho de ninguém durante toda a sua infância.
Este garoto morava em uma pequena cidade, no interior de Londres, chamada Flowell. Um lugar inteiramente simples e agradável de se viver, mesmo sendo excluída de muitos privilégios, como por exemplo: a falta de tecnologia. O pequeno garotinho fora abandonado na porta do orfanato, o mesmo estava todo encolhido dentro de uma cesta gasta, sendo apenas acolhido por uma manta verde escura e um pequeno pedaço de papel, a qual continha o seu nome.


"Kim Taehyung" - era o que estava escrito.


Anos se passaram e quando o Kim tinha apenas 5 aninhos, algo dentro de si estava chamando atenção das pessoas ao seu redor. Quando o mesmo estava presente em algum cômodo da casa, algo anormal começava a acontecer, como: luzes piscando freneticamente; janelas batendo sem ao menos ter vento; as toras de madeiras que ficavam na lareira eram acesas do nada, e entre outras coisas. Todos do orfanato estavam ficando assustados com aquelas atividades sobrenaturais, chegando até a benzer o lar, achando que aquilo era obra do diabo. Como as crianças
não gostavam do pequeno Taehyung, o culpavam, alegando que o mesmo estava sendo possuído por um tipo de demônio ou sendo castigado. As senhoras logo ficaram atentas com isso, parando aos poucos de cuidar do garoto que chorava silenciosamente no seu quarto que ficava no porão da velha casa. O lugar era sujo e fedorento, mas era o único lugar a qual tinha paz. Kim Taehyung aos poucos, teve que aprender na marra a se cuidar sozinho, pois não podia depender das outras pessoas, caso fizesse isso iria morrer. Tentava ao máximo ficar no seu canto, como de costume, mas as vezes era impossível quando era perseguido pelos outros. Apanhava constantemente, tinha muitos machucados espalhados pelo seu corpo.
Quando o Taehyung fez 10 anos, estava ciente de que precisava ir embora daquele lugar; não aguentava mais tanto sofrimento. Por isso, guardou em uma mochila um pouco de comida, umas mudas de roupas e alguns cobertores. Seu plano era partir para a floresta, lugar onde não seria encontrado. Afinal, ninguém ia atrás dele mesmo, sabia que não ia fazer falta ali, se brincar iam comemorar a sua saída. No dia marcado, esperou que todos da casa dormissem para finalmente fugir. Então, quando deu meia noite e meia, saiu pela porta dos fundos e foi em direção a estrada que dava acesso a floresta. Mesmo não tendo tomado todo cuidado do mundo, conseguiu sair fácil daquele inferno. E pela primeira vez se sentiu bem ao fazer isso. Sentia seu corpo relaxado, seu coração batendo freneticamente pela adrenalina, era uma controversa doida, porém boa. Pela primeira vez se sentiu feliz.
O jovem Kim passou a viver mas ruas frias de Flowell, se abrigava mais especificamente próximo a entrada da floresta, aonde tinha feito uma pequena barraca feita de pedaços de papelões velhos. Para a sua sorte, havia algumas árvores que continham frutos deliciosos, então não iria passar fome. Alguns meses se passaram e hoje era o aniversário do Taehyung, o mesmo não se importava muito com isso, para ele era apenas mais um dia existindo. Foi então que algo de estranho aconteceu: ao longe avistou uma coruja sobrevoando a região. De cara estranhou tal evento, pois não era comum ver corujas por ali. Mas ao chegar mais perto de si, notou que a mesma carregava algo em seu bico que logo fora jogado em sua direção, caindo perto dos seus pés. Era uma carta branca, com um selo em vermelho, era um brasão muito bonito e bem feito por sinal. Curioso com aquilo, pegou a carta do chão e viu que no verso do papel tinha o seu nome escrito com um tinteiro verde.


"Mr. Kim Taehyung
Endereço: cidade de Flowell (interior); entrada da floresta"


De primeira achou que era um engano, pois nunca recebeu uma carta como aquela, mas pensou: por que uma coruja iria atrás dele para entregar uma carta? Ou melhor: como sabiam aonde ele estava morando atualmente? Teoricamente iriam entregar para o orfanato, afinal, o seu endereço querendo ou não, ainda estava registrado lá. Então sem mais delongas, abriu a correspondência.


"ESCOLA de MAGIA e BRUXARIA de HOGWARTS
DIRETOR: ALVO DUMBLEDORE
(Ordem de Merlin, primeira classe, grande feiticeiro, bruxo chefe, cacique supremo, Confederação Internacional de Bruxos)

Prezado Sr.

Temos o prazer de informar que Vsa tem uma vaga na escola de magia e bruxaria de Hogwarts. Estamos anexando uma lista de livros e equipamentos necessários.

O ano letivo começa no dia primeiro de setembro, estamos aguardando sua coruja até o dia 31 de julho, no mais tardar.


Atenciosamente,
Minerva MCgonagall
Diretora substituta."


A princípio não tinha levado aquilo a sério, achava que essas coisas ligada a bruxaria eram mentiras e que eram apenas histórias inventadas, então não deu muita bola pra isso; guardou a carta na sua mochila e se preparou para dormir. No dia seguinte, quando acordou, a mesma coruja que o havia entregado a carta, estava a sua frente, esperando o mesmo acordar.


- O que faz aqui? - perguntou mesmo não obtendo respostas - veio entregar outra carta? - perguntou com um ar de deboche. Sentou-se na sua cama improvisada e bocejou. Foi quando ouviu um barulho vindo das matas atrás de si - quem está aí? - questionou em voz alta -


- Veio que recebeu a carta! - virou -se rapidamente, percebendo que a voz vinha da outra direção - Tata fez um bom trabalho encontrando você. Não imaginava que o neto da senhora Kim morava nas ruas. Por Merlin! - suspirou surpreso enquanto andava de um lado para o outro, não se importando com a reação do garoto -


- Desculpe, mas quem é você? - questionou se levantando, estava confuso com aquela situação - quem é Tata? Como me achou? E que história é essa de que você conhece a minha avó? - desde pequeno sempre quis conhecer a sua família e saber o porquê de ter sido deixado naquele lugar horroroso -


- Ora, quantas perguntas! - exclamou se sentando no chão - Me chamo Rubeus Hagrid! sou guardião das chaves e das terras de Hogwarts. - se apresentou - Tata é o nome da sua coruja. Bom, normalmente se compra uma, mas como ela pertence a sua família é sua por direito. Ah e respondendo a sua pergunta: muitos bruxos conhecem a sua avó, a senhora Marry Kim era uma das bruxas mais fantásticas que já conheci. Mas infelizmente ele faleceu a anos atrás, deixando sua filha aos cuidados de uma família trouxa, afinal a mesma também era.


Nada daquilo fazia sentido pro Taehyung, não acreditou muito nas palavras do gigante a sua frente, mesmo parecendo que aquilo não era mentira. Porém era difícil de acreditar naquilo. Sua avó era uma bruxa assim como ele? Então era isso que ele era, um bruxo! Passou sua vida toda acreditando que era um tipo de aberração! Mas não, ele é apenas um bruxo, mesmo não sabendo ao certo se aquilo era bom ou ruim. Hagrid explicou um pouco mais sobre o mundo bruxo, como era a escola e outras coisas a mais.


- Sou o responsável por levar você até a escola. Dumbledore me deixou encarregado disso - se levantou e o olhou - e então? Vamos?


Taehyung passou alguns minutos pensando sobre se iria aceitar ou não ir para a escola de bruxos. Não tinha ninguém no mundo, era só ele, e somente ele poderia escolher o que seria bom para si mesmo. Então como não tinha nada a perder, respondeu:


- Sim! Vamos! - sorriu com a sua decisão, sabia que estava escolhendo um bom caminho -


- Então vamos meu garoto! - respondeu o grandão animado -


××× QUEBRA DE TEMPO ×××


Hagrid ajudou Taehyung em tudo, comprou livros, varinha e outros materiais necessários. Pela primeira vez, Kim viu o mundo, as cidades eram completamente diferentes a qual estava acostumado a viver. Mas confessava que amou conhecer o Beco Diagonal. Por fim, depois de longos dias ansioso, finalmente chegou o dia, se encontrava na estação de trem, a qual sempre ouviu falar durante o passeio no Beco. Estava nervoso, era tudo muito novo, mas ao mesmo tempo estava amando aquilo. Porém, tinha algo errado: não encontrava a estação 9 3/4. Ficou andando para lá e para cá, procurando pela mesma, mas sem sucesso. Até que de repente tombou com um garoto, que aparentemente tinha a sua idade.


- Ops, foi mal! - disse o garoto, ele possuía um cabelo mediano e ondulado, seus fios eram castanhos escuros e seus belos olhos, eram brilhantes em um tom esmeralda. Seu sorrisinho amigável carregava consigo um par de covinhas em cada bochecha. -


- Me desculpe também! - se desculpou pela sua falta de atenção - sou novo por aqui, estou procurando a plataforma 9 3/4, sabe onde fica? - perguntou tímido -


- Ah sim! Estou indo para lá também! - sorriu - a propósito, me chamo Harry Ferri e você? - perguntou enquanto dirigia seu carrinho, sendo seguido pelo garoto -


- Sou Kim Taehyung! - sorriu pequeno, não estava acostumado a socializar sem ser xingando ou algo do tipo, tinha receio -


- É a sua primeira vez indo pra Hogwarts? - perguntou parando em uma fila de forma disfarçada para não chamar atenção dos trouxas -


- Sim, não fazia ideia que existia esse lugar - respondeu -


- Também é a minha primeira vez indo. Infelizmente meus pais não puderam vim comigo, mas eles me explicaram como pegar o trem - falou - está vendo aquela coluna? - apontou discretamente para a parede a sua frente - essa é uma das passagens secretas que apenas nós bruxos conseguimos passar - informou -


- E como se atravessa? - perguntou confuso -


- Não tem segredo nenhum! Apenas entra como se ela não existisse. - respondeu sorrindo gentilmente - veja, eles são os próximos a entrar!


Um rapaz se aproximou da parede e simplesmente sumiu após dar alguns passos. Já outros correram com seus carrinhos, sumindo de vista. A fila andou mais um pouco, indicando que eles seriam os próximos. Deram um tempinho e logo foi a vez do Kim atravessar. A euforia o dominava, não pensou duas vezes antes de correr para atravessar. Fechou seus olhos e quando abriu, se deparou com uma estação totalmente diferente.


- Viu? Foi fácil! - disse Harry ao seu lado -


- Aqui é tão estranho - contou - não parece que atrás daquela coluna havia uma outra estação.


- Sim! É incrível o poder da magia! - concordou - não vejo a hora de aprender tudo sobre o nosso mundo!


Eles conversaram um pouco mais enquanto aguardavam a chegada do trem. Algumas pessoas que passavam por eles, os cumprimentava de uma maneira gentil, já outras passavam reto. Taehyung estava se acostumando com isso, nunca fora chegado a multidões. Mesmo com muito receio de interagir, iria dar uma chance as pessoas, pelo menos tentaria ser gentil, como estava sendo com o seu novo colega. Ele não parecia nenhum pouco ser uma pessoa má, mas não podia julgar apenas com alguns minutos de conversa.
Não tardou muito para que todos ouvissem o alto apito do trem que estava chegando. As fumaças saiam pela chaminé, dando um ar mais misterioso, deixando os novatos ainda mais ansiosos e eufóricos. Quem visse, achava que apenas os pequenos ficavam assim, mas lá no fundo, os veteranos sentiam a adrenalina e a emoção que os acompanhavam desde a primeira vez. Ver o nome na placa do trem "HOGWARTS EXPRESS" era motivo de muitos sorrisos. Quando o trem parou para a embarcação, os bruxos logo embarcaram, procurando desesperadamente por uma cabine. Taehyung e Harry entraram em uma, ambos sentaram do lado da janela e de frente de um para o outro. Quando todos já estavam a bordo, o trem começou a andar rumo a tão esperada escola de bruxos.


×××QUEBRA DE TEMPO ×××


Mais tarde quando os alunos chegaram nas terras da escola, as crianças ficaram fascinadas com o que viram. Na frente deles encontrava-se o maior castelo que eles já viram na vida. A estrutura medieval deixava a modernidade no chinelo, com as suas altas torres, muros, pontes. A cor escura combinava perfeitamente com tudo! Ao saírem dos barcos de madeira, foram guiados por Hagrid até a entrada do castelo, onde foram recebidos pela diretora Minerva MCgonagall que os aguardava com o seu clássico chapéu pontudo de bruxa.


- Sejam todos bem-vindos a escola de magia e bruxaria de Hogwarts! - começou- antes de entrarmos e mostrar o castelo para vocês, gostaria de falar das regras primeiro. É terminantemente proibida a entrada na Floresta sem o acompanhamento de um professor ou funcionário da escola. Insultar moralmente alunos ou funcionários. Andar nos corredores de Hogwarts depois do toque de recolher: 22h de segunda a sexta e 23h nos fins de semanas e feriados. Frequentar salas comunais que não seja a da sua casa. Uso de maldições imperdoáveis. Chegar nas aulas com atraso. ( se chegar, tem que dar uma justificativa. Do contrario, perderá pontos para sua casa). Faltar às aulas. (se faltar, justificar. Do contrário, perderá pontos para sua casa. E se houver grande número de faltas, poderá resultar na expulsão do aluno). Participar de aulas em que não se matriculou no início do ano.


Após Minerva ditar as regras importantes que precisam ser seguidas, ela entrou dando a entender que era para seguirem pois ali começaria o tour pelo castelo. Conheceram boa parte do térreo. Mais tarde após o passeio, todos se dirigiram ao Salão principal onde ocorreria a cerimônia do Chapéu Seletor e jantar de boas vindas.
Quando todos os alunos, professores e funcionários estavam presentes no recinto, Dumbledore levantou-se de sua cadeira, fazendo com que todos fizessem silêncio. Ele introduziu a festividades com sábias palavras.


- Como vocês sabem, Hogwarts possui quatro grandes casas, são elas: Grifinória, Sonserina, Lufa-Lufa e Corvinal! Cada uma delas tem sua característica única, a qual vocês devem ter consigo. - disse Alvo contando brevemente sobre as casas. Era ouvido atentamente por todos -


Ao final das palavras do diretor, deu início a cerimônia da seleção de casas. De início, uma música foi tocada, era uma canção sobre os quatro fundadores de Hogwarts e sobre as respectivas casas já citadas. Após a música, quando tudo fora explicado, a diretora substituta se levantou, ficando ao lado do Chapéu Seletor que estava posto em cima de um banquinho. Os alunos foram chamados um a um, por ordem alfabética e cada um deles foram designados para as suas casas.


- Kim Taehyung - a diretora Minerva chamou em voz alta -


Taehyung estava em pé, junto com todos os outros alunos que ainda não foram chamados. Respirou fundo e andou até o altar, sentou-se no banco e teve o chapéu posto em sua cabeça. Não demorou muito para que começasse a falar.


- Interessante... muito interessante! - falou em um ar de suspense - um garoto muito inteligente e esperto; Bondoso, mas corajoso; Justo e leal. Tem capacidade de ficar em todas as casas - aquela revelação deixou muitos surpresos, pois no máximo tinham capacidades para duas casas apenas - mas tem uma em específico que você se dará muito bem! - deu uma breve pausa antes de anunciar - SONSERINA!


Todos da casa Verde festejaram a chegada de mais um membro. Taehyung sorriu abertamente com a descoberta, saiu dali e foi diretamente para a mesa Sonseriana. Alguns que estavam próximos ao Kim, o deram parabéns e boas vindas. Taehyung estava muito feliz mesmo, ao ponto de se permitir sorrir verdadeiramente. Sabia que tinha feito a escolha certa de aceitar a bolsa. Então prometeu a si mesmo que iria se esforçar ao máximo, ia dar tudo de si e orgulhar a sua avó que infelizmente nunca conheceu. Após acalmar os ânimos novamente, prestou atenção na cerimônia, estava curioso para saber em qual casa o seu colega iria ficar.


- Harry Ferri! - Chamou e logo o garoto foi de encontro com o chapéu seletor.


- Hum... mais um da família Ferri!... interessante! Já sei! SONSERINA!



CONTINUA.....

°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°

Oie gente! Sou eu de novo!
Estavam com saudades?

Bom, queria dizer umas coisinhas: o shipper principal é vmin, mas também vai aparecer os outros shippes ok?

Comentem, votem e compartilhem para me ajudar ^-^ please!

Atualização: a cada 15 dias

Me sigam no Twitter: Xurumelinha_AC

19 de Maio de 2021 às 23:38 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo O Dourado

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 11 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas