kimmy_jeonpark Kim Jikook

❝Jungkook finalmente cria coragem para invocar Park Jimin, o demônio mais temido de todos os tempos. Jimin é totalmente frio, imprevisível, odeia elogios, egocêntrico, irritante e totalmente sem paciência. Bom, pelo menos era isso que as pessoas que o invocavam, falavam. E Jeon irá ver que essas pessoas estavam totalmente certas.❞


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#yoonseok #yoongi #hoseok #JKbottom #Jimintop #Jikook
27
2.4mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Toda semana
tempo de leitura
AA Compartilhar

✝Primis✝

-Espera, você tem certeza que vai fazer isso, Jeon Jungkook!? Meu deus, você é louco. -Meu amigo, Jung Hoseok, falou após eu ter dito meus planos para hoje a noite.

-Aish, Hobi. Você sabe que eu sempre fiz invocações. Nenhuma deu errado. Sempre consegui me despedir, você sabe. -Falei, enquanto fazia uma careta de nojo ao ver os dois pombinhos quase fazendo sexo em minha frente.

-Mas, Jun! É Park Jimin, porra! O demônio mais temido, você sabe. -Agora quem falou, foi o Yoongi, este que estava no colo de Hobi.

Pois é, gente. Eu vou invocar Park Jimin, o demônio mais temido. Foram poucas pessoas que conseguiram invocar ele e sair ilesos. Ah, mas eu sei que eu irei sair muito ileso. Tenho meus truques.

E sem contar nas várias noites que eu fiquei estudando sobre ele. Várias formas de invocar, formas de o agradar. Como eu me despedia dele, e esse tipo de coisa.

Se eu estava com medo? Claro que não. Eu já estou acostumado a invocar demônios, proxies, e entre outros. Mas dessa vez seria diferente. Eu invocaria Park Jimin.

O que eu aprendi pesquisando sobre Jeon era que:

❝Park Jimin, é conhecido como o "Maxime formidati daemonium", em português "O demônio mais temido".

Ele tem seus 988 anos, mas é com a aparência de uma pessoa de 25 anos.

Ele odeia elogios, simplesmente os enoja. É um demônio muito egocêntrico, só pensa em si mesmo. Ele é mais temido, como o próprio nome já diz. Se algum dia quiser o invocar, nunca o peça em namoro. Ele já sofreu com isso, diz a lenda.

Como invocar:

Você vai precisar de;

•Uma vela preta.

•Um caderno em branco.

•Uma caneta esferográfica vermelha.

•Precisa estar de noite.

•Um banheiro.

Agora, fica a parte mais difícil;

Em um caderno, você vai escrever "Park Jimin, daemonium carissimi, me offerre tibi in domum suam huc ad te, Domine dominus noster.", em latim, com a caneta esferográfica vermelha. Após o feitio, você vai ao banheiro e coloca no centro o papel com a escrita. Após pegue a vela, e a coloque bem no centro da frente do papel, e a acenda. Para a invocação dar certo, precisa ser mais que meia-noite.

Tradução do que será escrito no caderno;

"Park Jimin, demônio querido, vou oferecer um lar aqui para você, ó senhor."❞

Bom, pelo menos foi isso que eu achei no site; www.parkjiminlovers.com.br. Enfim, eu realmente espero que dê certo, porque se não der, vou ficar muito chateado.

-Ah, Hobie. Confiam em mim, vai dar certo. -Fiz meu famoso biquinho, que eu só mostrava para os mais próximos.

-Porra! Eu não aguento com essa fofura! -Ele falou, e assim veio pra cima de mim apertando minhas bochechas com força me fazendo resmungar da dor.

-Ihh. Jeon Jungkook perdendo a pose de bandido. -Como sempre, Min Yoongi sempre me zoando. Apenas mandei ele ir tomar no cu, com meu dedo do meio.

Assim que Hoseok saiu de cima de mim, consegui respirar normalmente. Olhei ao redor, e todo mundo estava olhando para nós.

A gente estava na hora do intervalo, sentados no gramado da faculdade. Eu, Hoseok e Yoongi fazíamos faculdade de Medicina. Simplesmente era nossa paixão cuidar das vidas dos outros. Entendam do jeito que quiserem.

A gente era os populares da faculdade. Éramos os badboys da faculdade. Eu era aquele gótico que todo mundo tinha medo, totalmente antissocial. Hoseok era o mais social, que se dava bem com todo mundo. E o Guinho, era o que só com um olhar, deixava uma garota ou garoto molhado, -entenda como quiser-, e totalmente antissocial.

Quer dizer, nós não éramos aqueles típicos populares que ficavam esculachando, batendo, ou fazendo bullying. Claro que não, acho isso totalmente idiotice. Enfim, a gente só ficava no nosso canto.

Quando ouvimos o sinal do fim do intervalo, fomos para a sala de aula já que estudávamos juntos. O dia seria longo. Vai demorar a chegar na hora que eu tanto quero.


Finalmente as aulas acabaram, e como hoje era sexta-feira, amanhã não teria aula e eu poderia ir dormir a hora que quisesse. E com isso, quer dizer, vamos invocar Park Jimin.

Após sair da escola, fui em direção ao meu carro, uma porsche boxster spyder de dois mil e dezesseis. Enfim, eu amo esse carro, é meu tudo.

Entrei rapidamente no carro, tendo olhares diante de mim, mas apenas ignorei. Joguei minha mochila para o banco de trás, vendo Yuna entrando no meu carro.

Yuna era uma garota que vivia atrás de mim, já que uma vez cometi a atrocidade de tê-la em minha cama. Eu estava bêbado, nós estávamos bêbados mas parece que ela não esqueceu.

Ela sempre foi apaixonada por mim, e depois que fodemos, ela começou a correr atrás de mim como se aquela foda tivesse sido significante para mim. Mas não foi.

Eu já havia esclarecido para ela que aquilo só tinha sido uma foda qualquer, mas ela não consegue colocar isso na cabeça. Mas eu também não colaboro muito, já que sempre que dá, eu e ela estamos fodendo por aí.

O que eu posso fazer se não resisto a ela? Ainda mais quando ela vem com um jeitinho todo meigo, exalando uma inocência que não existe.

-O que quer, Yuna? -Falei, enquanto ligava o ar condicionado, após ter ligado o carro.

-Oppa, posso ir na sua casa? -Ela falou com uma voz fofa, ou pelo menos tentando ser fofa.

-Olha, eu acho melhor não. Até porque, você não quer conhecer Park Jimin, não é? -Falei normalmente, a vendo arregalar os olhos, chocada e assustada.

-Então é verdade o boato que está tendo na faculdade, que você vai invocar o P-Park J-Jimin, oppa? -Ela quase nem conseguiu falar o nome do demônio que eu iria invocar hoje, de tanto medo que ela tem dele.

-Oh, pelo jeito as coisas correm rápido, não é? -Ela assentiu, mas logo ficou me olhando com espectativa esperando eu responder sua pergunta. -Hm, sim. Eu irei invocar Park Jimin. -Falei com escárnio.

-Oh, certo, oppa. Se cuida, e se você sair vivo eu te recompenso, uh? -Mordeu os lábios, estes que estavam pintados com um batom vermelho extremamente chamativo.

-Certo, vou esperar. -Porra, eu quase desisti de invocar o Park, só para levar ela para a minha casa e fode-la até a mesma não se lembrar do próprio nome.


18 de Maio de 2021 às 19:07 0 Denunciar Insira Seguir história
7
Continua… Novo capítulo Toda semana.

Conheça o autor

Kim Jikook Espera ai, to procurando no tumblr

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~