lucych4n Lúcia Dellaretti

No mundo Ninja existe céu ou inferno? O que acontece com as almas dos Shinobis quando eles morrem? Para aonde eles vão? E o que eles fazem?


Conto Todo o público.

#shiita #Hashirama #Minato #oneshot #fanfic #mortos #Uchiha #Obito #Kakashi #Konoha # #Rin #semshipps #Kushina #Itachi #Nagato #naruto
Conto
0
417 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capitulo Unico

Quando as pessoas morrem, o que acontece com a sua alma? Essa é uma pergunta um tanto interessante e a resposta, bem, não existe uma resposta certa para essa simples questão enquanto está vivo, apenas irá saber da verdade após a morte. Cada uma das diversas religiões ao redor do mundo acredita em algo diferente, mas todas tem uma coisa em comum. A existência do céu e do inferno. A divisão entre o bem e o mal. Pessoas religiosas passam sua vida toda sendo boas apenas para garantir que quando sua alma parta do mundo dos vivos possa seguir pro famosos "céu" ao invés de descer para o "inferno" e ser torturado por toda a eternidade.
Mas não no mundo Shinobi, não seria justo se realmente existisse o céu e o inferno, quando claramente TODO shinobi iria para o inferno, não iria ter importância alguma se essa pessoa fosse um dos seres mais gentil do mundo apenas por ser um Shinobi iria para o inferno. Mas porque isso? Por que todo ninja em algum momento de sua vida já mentiu, trapaceou, matou ou feriu alguém e mesmo que as atitudes dessa pessoa tivessem sido feitas para manter a paz seria sua passagem de ida para o submundo.
Então onde estavam? Que lugar era aquele? Ninguém sabia responder aquelas duas perguntas que poderiam ser tão simples, todos que se encontravam ali sabiam de uma coisa... estavam mortos. Ali era aonde as pessoas chamam de pós vida, mas não exatamente como todos especulam já que não existe uma separação entre o bem e o mal, todos que morriam iam para lá, a não ser que sua alma estivesse na mão de um shinigami porque caso fosse isso tu passaria a eternidade sofrendo em sua barriga ou até que alguém do mundo mortal te libertasse.
As coisas naquela espécie de limbo aonde os mortos ficavam eram tragicamente engraçadas em certos momentos já que nem todos naquele lugar se davam muito bem, na realidade muitos ali se odiavam amargamente o que sempre se gerava longas discussões já que agressões de nada adiantavam - a maior parte das brigas vinham de Tobirama e Madara antes do segundo ser selado na barriga de um Shinigami após ser ressuscitado por Orochimaru através do Edo tensei. Tinham ali presentes os totalmente pacíficos que preferiam ficar na sua do que meter em confusão, tinha os que não acreditavam que haviam morrido porque eram imortais (cof cof Hidan cof cof) e tinha alguns - sendo eles a maioria - que preferiam passar o seu tempo observando acompanhando seus entes queridos e em alguns casos surtando.
Yahiko, por exemplo, desde que chegou ali passou a observa todos os passos de Nagato e Konan e no atual momento se encontrava um tanto chateado e decepcionado com as atitudes que os amigos vinham tomando. Ele conseguia compreender claramente o motivo deles de fazerem tal coisa, mas jamais passaria pano para aquilo e talvez nunca perdoasse os dois por terem transformado a sua Akatsuki em um grupo de criminosos extremamente perigosos que com certeza não queria a paz.
Rin, a ex-companheira de Kakashi e Obito e ex-aluna de Minato, passava boa parte de seu tempo na cola de Obito Uchiha ou como atualmente era conhecido, Tobi. Mesmo que as vezes fique observando Kakashi e esteja completamente orgulhosa do platinado, ela gastava maior parte do tempo próxima a Obito observando tudo aquilo que ele fazia e as vezes se decepcionava com as atitudes do Uchiha rezando para que alguém o mostrasse que suas atitudes estavam completamente erradas e ele estava sendo manipulado por Madara. Falando em Madara, não era possível contar nos dedos quantas vezes ambos já haviam discutido por conta do Obito.
Karura e Yashamaru, a mãe e o tio de Gaara respectivamente, eram as pessoas que mais observavam pessoas diferentes era os irmãos da Areia por ser sua família e por quem eles zelavam e queriam bem, tinha Shikamaru que Karura passou a observa quando percebeu que Temari poderia está gostando dele, tinha também o jovem Uzumaki a quem ela e Yashamaru eram totalmente grata por ter trazido seu Gaara de volta pro caminho da luz.
A maior parte dos Uchihas haviam morrido pelas mão de Tobi/Madara/Obito e Itachi, sendo assim não perdoavam de forma alguma as atitude daqueles dois e mesmo tendo noção de que a maior parte da culpa do massacre do clã era de Danzou Shimura, eles não conseguiam perdoa Obito e Itachi apenas pelo fato de terem sido pela mão deles que havia morrido.
Fugaku e Mikoto, eram diferentes do restante de seu clã e não tinha rancor nenhum guardado contra Itachi ou Obito, mas principalmente não guardavam rancor nenhum de Itachi por conta do massacre já que sabiam que tu não passava de uma missão que ele havia recebido da ANBU e que mesmo do jeito errado ainda era algo certo. Agora quando se tratava das ações de Itachi com Sasuke, ambos os pais se encontravam decepcionados com o filho mais velho e só queriam saber se Itachi sabia que estava fudendo o psicológico de Sasuke. Claro, não se pode esquecer que se fosse possível Mikoto já estaria totalmente descabelada ou então já teria morrido pela decima ataque cardíaco diante das ações de ambos os filhos e mesmo não sendo possível quase morreu de novo vendo a luta de Itachi contra Sasuke.
Shisui e Izumi, eram duas pessoas que pouco ligavam pelo seu redor e sua única preocupação era o Uchiha de cabelos grandes. Sendo um o ex namorado e a outra uma grande amiga, sempre estavam observando Itachi em tudo que ela fazia, surtando com as ações e xingando de diversos nomes que se existisse céu e inferno eles já teriam descido por serem bocas sujas.
Kushina Uzumaki, talvez de todos ali fosse a que mais sofresse e surtasse naquele lugar, se não fosse por Mito ela com certeza teria descoberto como uma simples alma poderia ter um ataque de nervos por conta de tudo que estava a observa lá de cima. Desde o inicio as coisas estavam sendo extremamente cansativas para a ruiva que estava praticamente sozinha naquele limbo já que Minato, ou melhor alma dele, se encontrava na posse dos Shinigami e isso significava que ele não estava ali para ser o apoio dela ou simplesmente para que ela pudesse jogar a culpa em cima dele pelo seu pequeno Naruto está sozinho e sofrendo nas mãos dos malditos aldeões que ela começava a se arrepender de ter morrido para salvar. Observando seu filho, Kushina percebeu que aconteceu a coisa que ela mais temia desde o inicio que era ele ter puxado seus genes, Naruto podia ser a cara do pai mas em questão de personalidade ele era completamente ela e isso era problemático de mais.
Mas mesmo com todos os surtos e ataques que ela acabava tendo ali, tudo vali a pena no final... quer dizer, veio a valer a pena no final. Já que depois de tantas pedras no caminhos, tantas perdas e tantas coisas ele conseguiu fazer tudo aquilo que desejava e realizou seus sonhos. Kushina era uma mãe extremante orgulhos da sua pequena raposinha.
Zabuza e Haku, chegaram ali após morrer na ponta que hoje recebia o nome de "Grande ponte Naruto" depois de uma derrota contra Kakashi do sharigan e os seus três pirralhos, sendo Naruto Uzumaki um deles e o garoto que os ensinou pelo menos alguma coisa para ambos o ex-vivos. Como não tinha nada de importante para fazer ali e não tinha nenhum parente para que eles pudessem observa dali, eles passaram a acompanhar a vida do garoto loiro imperativo que enfrentaram antes de sua morte. Afinal, por que não? Eles nunca iriam admitir para os outros presentes naquele limbo que se preocupavam com um antigo inimigo que estava ligado a suas mortes, mas mesmo assim eles se preocupavam e quase sempre era possível ver os dois gritando xingamentos para o loiro ao verem ele fazer alguma burrada no mundo dos vivos.
Dan e Nawaki sempre estavam de olho na sannin lendária das lesmas, Tsunade Senju. Como namorado e irmão respectivamente, eles era a prioridade deles e mesmo sem estarem ali juntamente dela, eles se sentiam na obrigação de ficar de olho depois de toda dor e sofrimento que a partida deles causaram nela. Quando ela retornou a Konoha e virou a Godaime Hokage eles finalmente ficaram em paz diante daquilo, já que agora ela tinha a vila para cuidar dela e principalmente o pequeno Raio de sol que era Naruto, alguem que ela via como um neto.
Jiraya chegou anos e anos depois daqueles dois, o que acabou com a esperança deles da loira desencalhar e ser feliz. O sannin dos sapos, ou ero-sennin como fora carinhosamente apelidado sempre estava de olho na ex-companheira de equipe, fazendo o que sempre fez de melhor quando se tratava dela. Garantindo que ela estivesse bem e feliz, era o melhor que ele podia fazer. Mas nem todo tempo ele estava presente apenas com Tsunade já que passava a outra parte do seu tempo de olhos em seu aluno cabeça oca que havia evoluido bastante... Naruto era seu orgulho.
Indra e Ashura, eram um caso um tanto diferente, pois estavam reencarnados na terra como Sasuke e Naruto respectivamente e mesmo assim se mantinham ali no pós vida juntamente de todos.
Ojovem Indra passava a maior parte do tempo com os Uchihas e quando não estavam com seus herdeiros observava as ações do portador de sua alma atual, ele estava cansando dessa história de reencarnação e mesmo que não admitisse em voz alta por conta do seu maldito ego, odiava as ações que Sasuke tomava por que dessa forma a história se repetiria... pela terceira vez.
O jovem Ashura passava uma boa parte do seu tempo com os seus descendentes sendo eles os membros do clã Uzumaki e Senju, por mais que tivesse se apegado mais a Ksuhina e Nawaki que eram incrivelmente doces, ele adorava todos passando horas conversando com eles direto sobre os mais variados assuntos e quando não estava com seus descendentes era um poço de orgulho enquanto observava sua reencarnação, aquele garoto loiro era uma pessoa incrível e destemida que Ashura gritaria ao mundo com orgulho que ele era seu parente.
Antes de serem reencarnados pela cobra peçonhenta do Orochimaru e depois irem parar na barriga do deus da morte juntamente com Hiruzen e os braços de Orochimaru. Os irmãos Senju, Tobirama e Hashirama, passavam uma parte de seu tempo observando seus alunos e a vila respectivamente.
Quando partiu Tobirama tinha orgulho de seus alunos e tinha certeza que eles seriam os que trariam grandes mudanças positivas para vila, mas não foi exatamente o que aconteceu e diferente de orgulho ele passou a ter decepção pelos seus alunos Sarutobi e Shimura, as vezes ate chegava a se pergunta se não teria sido uma boa opção ter colocado Kagami Uchiha como terceiro Hokage ao invés de Hiruzen.~
Hashirama, coitado, nem tinha palavras formadas para descrever toda a sua opinião sobre tudo aquilo, o jeito que estava sua tão amada e sonhada vila o machucava e muito. Decepção, esse era o sentimento que ele sentia diante de tudo que acontecia naquele lugar que fora tão sonhada por um "eu" de onze anos de idade na companhia de um mini Madara. Ele havia criado, fundado a vila para que as crianças pudessem crescer seguras e longe das guerras, para que elas JAMAIS em suas vidas tivessem que passar por tudo aquilo que ele e seu irmão havia passado e não para que um garoto de treze anos tivesse que massacra o próprio clã, não para que crianças de 7 anos tivesse que ir para a guerra que nem ele havia ido, não para que um ser inocente fosse agredido fisicamente e verbalmente pelos aldeões que deviam o olhar como um herói por ter em si algo que se tivesse ficado solto teria destruído tudo.
Não eram apenas aquelas pessoas que estavam naquele lugar, haviam diversas outras que tinham seus entes queridos para observa ou então com discutir sobre assuntos inacabáveis na terra. Também chegava diversas novas pessoas naquele lugar todos os dias, que eram recebidas com beijos e abraços, ou xingamentos e ódio. As pessoas ali poderiam esta simplesmente loucas para rever alguém que ama e sente saudades, mas ao mesmo tempo o queria ele bem e vivo, quieto no mundo dos mortais. Então acabava que todos que chegavam ali aprendiam a ter que lidar com a paciência para ver quem ama retorna.
Ali não existia o que as pessoas chamam de tempo. Segundos, minutos, horas, dias... e décadas não importavam nenhum um pouco naquele lugar já que você estaria ali para a eternidade, mas se tinha algo que não era cansativo de ver eram as longas discussões entre Tobirama e Madara; as brigas entre os jinchurikis e os membros da akatsuki; as brigas entre os próprios ex-renegados que pareciam ter muita coisa pra acerta; Obito e Itachi correndo dos Uchihas e principalmente o que acontecia na terra.

Moral da historia: Morto é tudo fofoqueiro, cuidado que pode ter um agora mesmo te observando, risos e até a próxima one shot sem sentido desse perfil

17 de Maio de 2021 às 07:03 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Lúcia Dellaretti estudante do ensino médio e escrevendo no tempo livre

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~