skyxmaze Lua ☾

Seokjin e Hoseok treinam na mesma academia e estão perdidamente apaixonados. Como é comum no início de todo relacionamento, Jin não consegue conter seu olhar apaixonado... Até levar um belo soco de Hobi durante um combate. Seokjin x Hoseok | Yaoi | Fluffly | Boxer Fighters | Oneshot capa: agustdeadtown #skyxmazefics no Twitter


Fanfiction Celebridades Todo o público.

#fanfic #bts #seokjin #jin #hoseok #jhope #2seok #oneshot #fluffy #yaoi
Conto
0
822 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

• one punch •

Direita, esquerda, direita, esquerda, direita, direita, esquerda, direita, esquerda… Jung Hoseok estava concentrado.


Só faziam três meses que tinha começado a treinar no novo estúdio de boxe e já podia ver alguns dos resultados disso em seus braços doloridos. O instrutor da academia sempre se mostrou, desde o começo, muito bom e atencioso com ele.


Foi questão de tempo até que Hobi percebesse que os olhares do professor não eram meramente profissionais, uma vez que Kim Seokjin era o pior mentiroso do mundo.


De início, o lutador tinha uma política rígida de não se envolver muito com seus alunos, por não ter um histórico muito bom em relacionamentos, a hierarquia de professor e aluno parecia ser uma forma perfeita de garantir que tudo se manteria sob controle.


Mas com Hoseok, foi diferente.


O recém formado em veterinária parecia bem animado em voltar a praticar boxe depois de alguns anos enferrujado - ele tinha começado quando adolescente mas precisou parar quando a universidade exigiu mais do seu tempo.


E agora que já era um veterinário formado, trabalhando em uma ótima clínica e com mais controle do seu tempo livre, voltar para o esporte que tanto gostava quando mais novo parecia ser uma alternativa perfeita para ocupar seu tempo com algo saudável.


E a primeira coisa que Jin percebeu foi que o rapaz, poucos anos mais novo, parecia ser muito equilibrado. Tanto fisicamente quanto emocionalmente. Ele desviava dos golpes e parecia dançar durante os exercícios, seu corpo era gracioso. E Hobi não pode deixar de perceber como o professor marrento e forte parecia ao mesmo tempo ser muito gentil e dono de um sorriso encantador.


Em uma tarde chuvosa, em que Jin repassou com o mais novo alguns movimentos de passada e auxiliou o rapaz, para que encontrasse uma altura apropriada para caminhar durante o combates, ele reparou que o Jung tinha uma estrutura corporal muito bonita. Precisamente, Hoseok tinha uma bundinha bem atraente.


Mais tarde, enquanto Jin se repreendia mentalmente por estar flertando com um aluno e recolhia suas coisas para ir embora, Hobi viu uma brecha para chamar o instrutor alto e bonito para um café.


Indo contra tudo o que acreditava, Seokjin aceitou. E foi na cafeteria de cadeiras com adornos dourados, que eles se apaixonaram. Dois meses depois, eles estavam completando o seu primeiro mês de namoro.


Hoseok quis continuar com as aulas, dizendo que ia se esforçar para se tornar o melhor aluno que Jin já teve. E mesmo que o hyung estivesse ainda receoso, traumatizado com seus relacionamentos anteriores envolvendo guitarristas e estudantes de filosofia, era impossível esconder o quanto estava apaixonado dessa vez.


– Você tem que focar mais na velocidade. – Jin avisou, fazendo o recém ruivo parar com os movimentos que praticava no ar. – Seu jab* tem que ter a mesma velocidade, tanto na ida quanto na volta.


Seokjin ajeitou-se na base, focando a atenção no mais novo e dobrando um pouco as pernas, e demonstrou como os socos potentes deveriam funcionar. Hoseok imitou os movimentos em seguida e assim que achou que ele havia entendido os movimentos, Jin o chamou para treinar no ringue.


Subiram ao passo em que outros alunos desocuparam o espaço e o instrutor vestiu os equipamentos necessários. Entretanto, ao dar o sinal para Hoseok começar, o mundo todo pareceu perder a cor.


Tudo que Seokjin conseguia ver, eram os olhos furiosos e concentrados do namorado em contraste aos cabelos vermelhos, suados, caindo sobre sua testa. Quando foi desviar do primeiro golpe, Hoseok acertou seu torso em cheio. Para sua infelicidade, durante a queda, ainda tropeçou em alguns aparelhos deixados no chão, torceu o tornozelo, e caiu.


– Jin hyung!! - Hoseok gritou desesperado, quando o mais velho caiu para o lado. Foi até ele, vendo que mais algumas pessoas se aproximavam. - Você está bem?!


– Eu… Droga! Quem deixou essa merda no chão? - tentou chutar os aparelhos de treino para longe, mas choramingou quando seu tornozelo doeu absurdamente em retorno.


– O que aconteceu? - Park Jimin perguntou, um outro instrutor da academia. – Querem que eu chame a ambulância?


– Eu consigo levantar. - Jin teimou, sendo prontamente impedido pelo namorado, que segurou seu pé com as mãos e lentamente tentou deixar na angulação correta. O Kim quase urrou de dor. - Não precisa de uma ambulância.


– Tudo bem, eu vou levá-lo então, hyung. - Hoseok disse determinado.


E céus, Seokjin jamais seria capaz de negar nada a ele. Em menos de duas horas, Seokjin já estava retornando para casa, emburrado e com a ajuda de muletas.


Hoseok tinha um olhar aflito, segurando as duas mochilas nas costas e ainda um saquinho com os remédios para dor.


Sua maior preocupação, porém, era deixar Jin sozinho em casa.


– Eu… Posso dormir aqui hoje. - falou baixinho, fechando a porta da frente.


– Não precisa… Deve estar cansado, eu vou tomar um banho e então apagar depois desses remédios. - tentou tranquilizar o ruivinho, ainda mau humorado com o novo tornozelo enfaixado.


– Hyung, você não pode tomar os remédios sem ter se alimentado antes! Vai acabar com o seu estômago e então amanhã vai estar reclamando de dor. - deixou as mochilas no chão, perto do sofá, olhando alarmado o Kim se sentar com certa dificuldade. - Eu posso pedir para remarcar as consultas que tenho para amanhã, não eram urgentes.


– Quanta crueldade, Doutor Jung. Vai deixar animaizinhos desamparados apenas para cuidar do seu namorado? - disse o mais velho com um sorriso bobo, não negando que a ideia de ter Hoseok mimando-o parecia boa.


– Eu preciso cuidar de você também, Jinnie. E além do mais, amanhã é sexta-feira, acho que até segunda você já deve estar com menos dor. - fez um montinho de almofadas e então gesticulou para que o Kim subisse a perna machucada.


– Eu posso pedir para Jimin vir ficar comigo, se for te dar muito trabalho. - sugeriu, vendo uma careta surgir quase que imediatamente no rosto alheio.


– Não me incomodo de ficar alguns dias grudado em você. Mas se fizer tanta questão que ele venha… - Jin sorriu, sentindo o tom ciumento na voz do mais novo.


– Você sabe que não preciso de mais ninguém além de você, Hobi. - o veterinário corou ao ouvir aquilo. Jin parecia ser marrento, durão, mas tinha um coração mole e sabia como deixar o mais novo com as pernas tremendo.


– C-Certo. - ajeitou uma mecha atrás da orelha, se afastando só depois de ter certeza que o namorado estava confortável. - Vou etiquetar a caixa dos remédios com o horário, tente descansar um pouco. E ficar com o pé para cima, okay?


Seokjin concordou, procurando o controle da televisão. Hoseok foi em direção a cozinha, procurou nas gavetas até encontrar uma caneta azul e um rolo de etiquetas adesivas. Sentou-se na mesa da cozinha e tirou os remédios da caixa, além da prescrição médica.


Tentou se concentrar no que fazia, resmungando ao ter que admitir que a caligrafia do médico era bem ruim. Quando finalmente terminou de etiquetar os remédios e programar os alarmes de seu celular, se espreguiçou na cadeira, sentindo os ombros tensos. Estava envergonhado com o que tinha acontecido, de certa forma, sentia-se culpado.


Se não tivesse investido com tanta força, talvez Jin não tivesse se desequilibrado. Bastou pensar no namorado, que um som vindo do corredor já o fez entrar em alarme. A televisão continuava ligada, mas percebeu que o lutador não estava mais no sofá.


O que o fez correr para o banheiro, de onde podia ouvir o barulho de um chuveiro ligado.


Quando entrou no cômodo, ficou um pouquinho desnorteado com a visão de Jin, descamisado. Mas isso não durou muito tempo, afinal, Seokjin estava usando uma de suas muletas para tentar regular a temperatura da água.


– O que você pensa que está fazendo?! - se desesperou.


– Vou tomar um banho, oras. Esse suor do treino e o cheiro de hospital está me incomodando… - explicou como se fosse óbvio, xingando baixinho quando o pé da muleta escapou do registro do chuveiro.


– Hyung, você poderia ter me chamado! - foi até lá e com muito cuidado conseguiu desligar a água sem se molhar muito. - Você não vai conseguir tomar banho sozinho, a tala não pode molhar e precisa ficar com o pé para cima.


– Eu não vou ficar sem tomar banho, Hobi. - riu, encostando-se na parede. - Desse jeito nem eu mesmo vou me suportar por muito tempo… Fica tranquilo, eu coloco um saco plástico no pé, sei lá… Minha mãe fazia isso quando eu era criança.


– Eu vou te ajudar a tomar banho. - Hoseok disse, determinado. - Vou colocar uma cadeira aqui dentro e um banquinho, daí eu entro e te ajudo a lavar o cabelo também.


Seokjin pensou por uns bons segundos que aquilo era completamente inútil, afinal, ele tinha machucado o tornozelo, não o pulso. Portanto, podia perfeitamente tomar banho sozinho.


A ideia de Hoseok molhado lavando seus cabelos, porém, pareceu mais interessante.


Não protestou enquanto o mais novo fazia o que tinha prometido e viu que ele ficou com as bochechas avermelhadas quando Jin se despiu por completo.


– Não fica com vergonha, Hobi-ah. Não é como se você nunca tivesse me visto pelado antes. - disse brincalhão, enquanto o ruivo o ajudava a se sentar com cuidado dentro do box. – Você… Vai ficar vestido?


– Nós não vamos transar com a sua perna desse jeito, hyung. - riu mais um pouco, tirando a camiseta ainda suja do treino e permanecendo com a bermuda.


– Hm… Mas você vai se molhar todinho desse jeito, meu bem. - subiu uma mão travessa pela coxa magrinha do rapaz, que continuou rindo, balançando a cabeça.


– Vou tomar banho depois de você, Jinnie. Não precisa se preocupar. - aquilo foi como um banho de água fria, literalmente.


De uma vez, Seokjin deu um sobressaltou quando a água gelada caiu sobre seus ombros largos, trazendo uma nova rodada de risadas para o mais novo. Jin começou a rir também, tentando enxergar o namorado através da água. A risada de Hoseok parecia ser mais efetiva do que os remédios para dor.


Era tão gostosa, deixava o lutador anestesiado. Tentou apreciar o banho, ouvindo o mais novo cantarolar enquanto ensaboava seu torso. O maior desafio era se manter em silêncio e não ter pensamentos maliciosos, afinal, sabia como o outro era ainda tímido em assuntos que envolviam, principalmente, sexo. Não queria deixar seu amor desconfortável ou envergonhado, já que estava fazendo tudo com tanto carinho e inocência.


– Eu faço essa parte, meu bem. - disse delicadamente, quando percebeu que o mais novo tinha paralisado com a esponja de banho logo acima de seu umbigo.


– O-Okay, hyung. - o ruivo se virou de costas, demorando ao apanhar um pouco do shampoo para que o mais velho tivesse tempo de limpar sua intimidade sozinho.


A verdade é que Hoseok sentia o próprio corpo quente e estava sendo uma luta se manter focado na tarefa principal. Passou a ducha pequena para que o namorado pudesse se enxaguar e aproveitou o momento para começar a lavar seus cabelos.


– Feche os olhos, Jinnie. - pediu baixinho, usando a mesma ducha de antes para enxaguar os fios espumados.


Jin suspirou, sentindo o coração bater mais forte conforme os dedinhos passeavam por seus fios macios em um carinho sutil.


Quando percebeu a demora, abriu os olhos e notou que era observado, bem de pertinho. A espuma já tinha saído por completo de seu cabelo, mas Hoseok continuava o que fazia, admirado com a beleza do lutador.


– Me desculpe por ter te socado forte, hyung. Se não fosse por isso você estaria bem e…


– E então eu não estaria aqui, com você. - o interrompeu, assim que notou como Jung estava se culpando pelo acontecido. - Está tudo bem, eu me distraí e não consegui desviar a tempo.


– No que estava pensando? - ousou perguntar, desligando a ducha pequena para que toda a água quente voltasse a cair nos ombros largos de Jin.


– Em você. - confessou, com um sorriso arteiro.


– E-Em mim? - perguntou incrédulo, se assustando quando o mais velho o puxou para que sentasse em seu colo. - Hyung, o que você está fazendo!?


– Estava pensando em como você fica atraente com o cabelo molhado. - esticou o braço e apanhou a esponja de banho no suporte lateral. Sua perna machucada estava pousada em um banquinho menor, mas Hoseok era leve e não o incomodava. - Você disse que ia tomar banho depois de mim… E de todo modo, eu preciso te agradecer por estar sendo um ótimo enfermeiro de humanos.


Hoseok não conseguiu conter o sorriso. Abraçou o namorado pelos ombros e deixou que fosse beijado, aproveitando a situação gostosa e (quase) inocente. Sentiu a esponja subir por suas costas e se derreteu por completo, sentindo a água molhar sua cabeça e escorrer pela espinha, até as mãos de Jin.


Tentou muito se controlar, mas já era óbvio para ambos que aquele não seria apenas um banho, como o planejado. Afinal, a carinha necessitada e de prazer de Hobi já foi o suficiente para que ele sentisse algo crescendo abaixo de si.


Seokjin ainda tomou um susto quando viu o chão no box de vidro completamente manchado de vermelho, mas ficou tranquilo depois de Hoseok explicar que aquilo sempre acontecia na semana em que ele retocava a cor do cabelo.


Passaram o resto do dia agarradinhos um no outro e, realmente, Jin apagou depois de tomar os remédios. Hoseok se encolheu ao lado do namorado, garantindo que ele estivesse confortável para passar a noite.


Pouco antes de dormir, ouviu um murmurar baixinho e precisou controlar a risada alta. Seokjin estava balbuciando enquanto dormia, aparentemente tendo um sonho que envolvia boxe e Hoseok.


– Esquerda, direita, esquerda… Hoba… Hm… Tão bom… Amo muito.


– Eu também amo você, Jin hyung. – sussurrou, com um ar apaixonado.


Ainda tinham muitos socos, banhos e beijos pela frente.

15 de Maio de 2021 às 14:30 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Lua ☾ call me bunny or call me lady | army | 22y | putaria, surtos e fofurinhas 🐾🐰

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~