jugsking Luana

No século XX, em Londres na Inglaterra, uma cidade dominada por vampiros e lobisomens, sem ódio, sem rivalidade, fora dividida por um motivo totalmente desconhecido. Enquanto vampiros dominavam um lado da cidade, lobsomens dominava o outro. Já no século XXI, na cidade de Beacon Hills, na Califórnia. Uma garotinha curiosa estava disposta a ir até o fim do mundo pela verdade. Com todos os obstáculos, com pessoas não acreditando nela, e com um coração muito frágil que podia ser facilmente quebrado... • • • • • • [🌑] História de autoria MINHA, não aceito adaptações da mesma e nem inspirações. PLÁGIO É CRIME! [🌕] Capa maravilhosa foi feita pela @liliesfrasez !


Romance Fantasia urbana Todo o público.

#bughead
5
410 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 2 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Aula de Química

– A senhora é impossível, mãe! – Digo chegando na cozinha.

– O que eu fiz? – perguntou como se nada tivesse acontecido.

Jogo a matéria do jornal que a mesma tinha feito sobre a mesa e a ela pegou e colocou seu óculos. Eu sempre odiei que minha mãe atacasse os lobsomens sem motivos e eu nunca entendi o porquê. Na verdade, eu acho que provavelmente o motivo é por causa do ódio entre lobsomens e vampiros, mas ela nunca me explicou o motivo desse ódio, como tudo isso começou. Até porque obviamente tem um motivo, não é mesmo? Mas é sempre a mesma coisa, "não sei, Elizabeth". Ninguém da minha idade sabe qual é o tal motivo.

Mas eu prometi a mim mesma que iria descobrir. É chato ter que fazer amizades apenas com alguém da minha espécie, ou qualquer outra que não seja lobsomem. E olhando de longe eles parecem ser legais, eles ficam na sua e até já vi vampiros conversando com eles.

Eu só queria saber o motivo! É tão difícil de dizer?

Vivo perguntando a vampiros antigos o motivo, mas nenhum diz o porquê, as vezes dizem que não sabem e outras que não vão contar. Eu já tentei procurar em livros mas nenhum fala nada a respeito disso. Nenhum livro, nenhuma pessoa nem nada.

Eu sou uma vampira, sim, uma vampira, não chupo o sangue de ninguém, somos ensinados a nos controlar desde que nascemos, e por algum motivo não queimo no sol ou brilho igual uma lanterna como é mostrado em Crepúsculo, eu sou apenas eu, tenho uma boa audição, só não melhor do que os lobisomens, eu durmo pois minha família é metade humano metade vampiro, também como, mas não sinto tanta vontade assim. Sou metade morta metade viva.

– Isso é uma matéria, Elizabeth. – Ela disse colocando o jornal novamente na mesa.

Como ela pode ser tão cínica?

– A senhora ataca os lobisomens há anos! Não tem como dá uma trégua não? – Digo pegando novamente o jornal. – E outra, aquele vandalismo foi feito por humanos! Todos sabem disso.

– Como tem certeza? – Ela diz com aquele sorrisinho falso.

– A gangue Gárgulas vive vandalizando o lado sul por causa dos Serpentes, eles são mais infantis que os vampiros com os lobisomens!

Descido não me estressar mais ainda.

Subo para meu quarto, pego minha bolsa e saio de casa sem ao menos dizer um "tchau", talvez se eu conversase com os meus amigos eu iria me acalmar.

Como ela consegue ser tão... ela?

Descido pegar o carro da mesma para ir à escola, ela não iria trabalhar hoje e eu não estou afim de pegar ônibus cheio de gente que não conhece banho, desodorante ou respeito.

Quando chego na escola e estaciono o carro em uma vaga, vejo de longe meus gêmeos preferidos. Cheryl e Archie, eles são meus primos ou seja, são vampiros também. Vou até os dois e dou um abraço em Cheryl, já em Archie, um murro no abdômen por ele ter comido meu sanduíche ontem.

– Ai Betty! Você sabe que está ficando mais forte e vem bater em mim. – Ele diz colocando a mão no local onde machuquei.

– Se reclamar eu te mato. – Digo deixando meu olho vermelho. – E eu não estou ficando mais forte, eu sou mais forte.

Cheryl me repreende e eu deixo ele normal, dando um sorrisinho amarelo.

– Ai não, o embuste vem logo ali. – Cheryl disse olhando para um certo local, então viro meu rosto e vejo ele.

O cara que mais odeio e que inferniza minha vida.

Jughead Jones.

Ele é um lobisomem, mas esse não é o motivo pelo qual o odeio, o motivo é que ele sempre, sempre e sempre dá um jeito de infernizar minha vida, eu já disse sempre? Eu nunca tive medo de algo acontecer comigo e com meus amigos por sua causa, já que ele é melhor amigo – em segredo de seus pais, óbvio – do meu primo, Archie. São inseparáveis, parecem até namorados. Cheryl vive dizendo isso, ambos não ligam mas ficam irritado, até eu ficaria.

– Vamos sair desse sol, ele está me matando. Literalmente. – Disse Cheryl me puxando pela mão.

Cumprimentamos algumas pessoas, e quando entramos na escola, vários olharem se direcionaram a nós, claro, estou ao lado de Cheryl Blossom, quem não olharia?

De longe, avistamos Veronica e Kevin, meus melhores amigos. Veronica é uma bruxa, já Kevin é um humano, ele sabe do meu segredo há três anos, mas sempre guardou segredo.

É bom saber que posso contar com ele.

– Como vai minhas vampiras favoritas? – disse Veronica, baixinho, nos abraçando.

– Vamos bem, e você?

– Indignada mas bem.

Ao fazermos caras de confusa, Kevin disse;

– Ela estava me dizendo em como lançou um feitiço em um de seus criados. Após encontrar um cabelo no seu sanduíche. – ele olhou ai redor. – E o pior é que depois ela descobriu que o cabelo era dela.

Eu e Cheryl no olhamos, e não aguentamos. Caimos na gargalhada, chamando a atenção de várias pessoas que estavam no corredor. Só paramos quando olhamos para Veronica, ela estava com uma cara de quem ia tacar um feitiço em nós a qualquer momento.

– Tá, desculpa. – Eu disse respirando fundo.

Uns 5 minutos depois, o sinal tocou, e cada um de nós fomos para nossas salas.

[...]


– Você lançou um feitiço em um dos seus criados? – Archie disse ainda sem acreditae, olhando para Veronica. – Caraca, Ronnie. Você é louca!

– E o pior é que... – minha boca se fechou do nada, me fazendo parar de falar. Eu tentava abrir mais não consegui.

Então, olhei para Veronica, ela estava com o dedo apontado para mim e seus olhos estavam verdes e no seu dedo saia uma pequena fumaça roxa, ela fez um sinal de não com a cabeça e eu assenti.

– Boa menina. – ela disse antes de tirar o feitiço que tinha lançando.

Eu a olhei com um olhar ameaçador e ela sorriu, cínica.

– Veronica! Se controla pelo menos aqui na escola. – Kevin sussurrou para a morena. Que não ligou e apenas pegou sua maçã.

Continuamos conversando sobre coisas aleatórias, olhei para o lado para encarar as pessoas.

Pessoas góticas.

Patricinhas.

Pessoas que só comem.

Nerds.

Pessoas inúteis.

Jogadores.

Pessoas que só dormem.

E... puta merda.

Uma garota que havia se machucado, e ela estava, adivinha? Sangrando.

Eu ainda não conseguia me controlar direito quando via sangue, eu ainda não estava muito treinada, eu só tinha 17 anos, então percebi que eu estava me levantando para ir até a garota quando uma mão me puxou de volta, me fazendo sentar.

– Se controla aí, gata. – Uma voz rouca disse, me fazendo sair do transe. Quando olhei, era Jughead.

Tirei sua mão que ainda estava no meu ombro rapidamente, e ele apenas revirou os olhos, colocando sua bandeja na mesa e se sentando entre mim e Kevin.

– O que você está fazendo aqui, embuste? – Cheryl disse.

– Eu sou melhor amigo do seu irmãozinho, Ariel de Chernobyl. – Ele me disse antes de olhar para meu prato. – Vai comer? – Ele disse apontando para meu sanduíche.

Ele amava comer, mesmo não sabendo quase nada da vida dele, ele vivia comendo, todos sabiam disso. Eu poderia dizer que sim e depois dá para qualquer outra pessoa que só vive comendo, não é?

Eu simplismente assenti negativamente, eu odiava aquele tipo de sanduíche e ele deu um sorrisinho, pegando o mesmo e dando uma mordida.

Continuei comendo minha comida, enquanto conversava normalmente com os meus amigos.

Tirando o Jughead, claro.

– Então, Archie. Topa fazer uma festa no nosso clube? – Jughead disse mandando de assunto.

– Espera, clube? Que clube? – Veronica perguntou.

– Eu e o Jughead temos um clube escondido na floresta. Jogamos vídeo-games, fazemos festas, conversamos sobre garotas... essas coisas de adolecentes. – Archie disse revirando os olhos. – Já que infelizmente não podemos levar um ai outro para casa, por causa dessa richa entre lobisomens e vampiros.

– Eu acho isso simplismente ridículo. Principalmente porque não sabemos o motivo pelo qual os lobisomens e vampiros se odeiam! – eu disse e todos concordaram, menos Veronica que estava em seu mundo.

– Vocês tinham um clube e nem nos falaram? – ela perguntou, acho que isso foi a única coisa que ela escutou.

– Vocês teriam que aguentar a gente falando sobre garotas, o quanto elas são gostosas. – Archie disse dando um soco na mão de Jughead.

– Vocês são nojentos! – Archie me ignorou, e acho que Jughead fez o mesmo.

Quando o sinal tocou fomos todos para a sala de aula, entrei na sala de química e revirei os olhos, eu odiava aquela matéria com todas as minhas forças.

Sentei na mesa de sempre. Mas infelizmente meu parceiro, Kevin, teve que trocar os horários, e não faz aula de química na mesma hora que eu.

Já tinha algumas pessoas na sala, e logo foram chegando mais pessoas. Continuei olhando para a porta, então, Jughead passou por ela. Meu pesadelo de várias aulas.

Ele percebeu que eu olhava para ele, e falou algo para seu amigo, eu simplismente me virei e comecei a encarar o quadro que não tinha absolutamente nada.

Então, alguém sentou do meu lado.

Ele, Jughead Jones.

– E aí, Cooper? – Ele disse com o sorriso chato de sempre, continuei olhando para o quadro.

Peguei meu caderno e comecei a organizar minhas coisas, eu não era a melhor em química, sempre ficava na média, mas eu tentava. Depois de um tempo escutei Jugheae bufar.

– Como você é sem garça.

– Então por quê você não se senta com todas aquelas garotas e garotos que normalmente se senta?

– Porque que por mais você seja chata, eu gosto de você.

Continuamos em silêncio, até o professor Alex - que inclusive é um delícia - entrar na sala, e quase tropessar.

O que tem de gostoso tem de anta.

Mas infelizmente ou felizmente ele é casado.

– Formem suas duplas. – O professor disse, fazendo todos fazerem maior barulheira.

Jughead começou a tampar os ouvidos e apertar os olhos bem forte. Archie comentou que as vezes sua audição super sonora o faz ficar com dor de cabeça. Existe momentos em que ele não consegue controlar ela.

Ele abaixou a cabeça e eu sentir um pouco de pena dele. Só um pouco.

Essa "super audição" eu não tenho, bom, não igual a dele. A super audição dos lobisomens são mais poderozas que as dos vampiros, por isso eu não "sofro" igual a ele.

Mas finalmente a barulheira acabou. E ele soltou um suspiro aliviado.

– Está tudo bem? – Eu disse e ele assentiu, me oferecendo um sorriso que eu retribui.

– Eu vou ficar com o Jughead! – Uma ruiva que estava sentada com algumas meninas disse.

–Caso você não teira visto, eu já estou acompanhado. – Jughead disse apontando para mim, e eu ri um pouco.

Ela apenas revirou os olhos.

O celular do professor começou a tocar, ele pediu licença e saiu da sala, quase caindo novamente. E então, Jughead ficou sério e parecia que ele estava se concentrando em algo.

– É a esposa dele. – Ele disse, e logo ficou em silêncio. – Aparentemente ela está brava porque ele colocou a fralda do bebê na... geladeira? – Ele começou a rir.

Comecei a prestar atenção novamente, a mulher o xingava de todo nome possível nesse mundo, enquanto ele ficava dizendo apenas "calma amor".

Comecei a rir junto com ele, e então todos os olhares se direcionadam a nós e nos calamos.

══════ •『 ♡ 』• ══════


PRIMEIRO CAP AAAAA


(estou repostando, caso não estejam entendendo nada)


ANTES DE QUALQUER COISA, LEIAM:


só queria deixar claro algo: aqui não é inspirado em the vampires diars, eu nem vi aquele trosso ou crepusculo, ou qualquer outra história sobre vampiros, eu mesma resolvi deixar os vampiros desse jeito (que irão ver ao longo da história). e vocês sabem que nem todas as séries/filmes sobre vampiros são iguais né? sempre tem algo diferente.


aqui os lobisomens são inspirados em teen wolf.


1- lobisomens tem uma super audição, diferente dos vampiros, eles não tem essa super audição. claro que é melhor que a de um ser humano normal, mas a do lobisomem é melhor

2- os vampiros dormem aqui, ok?

Bom, espero que gostem dessa fic! Beijos amo vocês ❤

15 de Maio de 2021 às 10:50 0 Denunciar Insira Seguir história
2
Continua… Novo capítulo A cada 2 dias.

Conheça o autor

Luana ㅤㅤ ㅤㅤlovsbuggiee from instagram || 𝘄𝗲𝗹𝗰𝗼𝗺𝗲! ㅤ ㅤ ㅤㅤ- 𝐣𝐮𝐬𝐭 𝐛𝐮𝐠𝐡𝐞𝐚𝐝 𝐚𝐧𝐝 𝐬𝐩𝐫𝐨𝐮𝐬𝐞𝐡𝐚𝐫𝐭 𝐟𝐚𝐧𝐟𝐢𝐜𝐬 ㅤㅤㅤ não permito adaptações de minhas fanfics! ㅤ ㅤㅤㅤ 𝗽𝗼𝗱𝗲𝗺 𝗺𝗲 𝗰𝗵𝗮𝗺𝗮𝗿 𝗱𝗲 𝗹𝘂𝗮 𝗼𝘂 𝘁𝗶𝗮 𝗹𝘂𝗮 ❦ ㅤ ㅤㅤㅤㅤ¡ fanfics originais ¡ sher/her ¡ 𝗲𝗻𝗷𝗼𝘆 ¡

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~