glowings2girl Glowing 💜

[ EM ANDAMENTO ] Reinado de Alexandrina Victória Londres, 1861. Jeon Jungkook, o Duque de Strand, era um alfa lúpus fora do convencional. Boêmio, frequentava os bordéis mais luxuriosos de Westminster e não se importava com os costumes da realeza, se divertindo o suficiente com ômegas, cavalos e charutos. Seu único objetivo era encontrar o homem que usava um anel com o brasão de um corvo no dia em que seu pai fora assassinado e por esse motivo, começou a comparecer aos bailes e festas oferecidos pela rainha Victória no Castelo de Windsor. E foi em um desses bailes que Jungkook viu a chance de se vingar do algoz de seu pai. Mas para isso ele deveria se casar com Park Jimin, um ômega lúpus retraído e aparentemente inocente, o único nascido na família Park em séculos... e filho do dono do anel. [ Jikook || ABO de Época ] • Mpreg • Jungkook|Alfa - Jimin|Ômega Menção a TaeGi e NamJin ® Não aceito adaptação dessa obra ® Plágio é crime!



Fanfiction Bandas/Cantores Todo o público.

#jikook #epoca #abo #bts
17
1.1mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Avisos Importantes

✧══════•❁𓅂 ❁•══════✧


Bem-vindes a The Crow's Fate

🅰️🅱️🅾️


🔞 Fanfic não recomendada para menores de 18 anos.

🔞 Violência

🔞 Sexo Explícito


*Fanfic postada inicialmente do Wattpad.


Resolvi me aventurar pelo Universo ABO dessa vez e posso dizer que estou bastante ansiosa com essa história.

Antes de explicar como será o meu Omegaverso, quero deixar bem claro alguns pontos sobre como serão as coisas por aqui.

Cabe salientar que é muito necessário e saudável tratar histórias fictícias sob a ótica do irreal, separando conscientemente a fantasia da realidade. O universo ABO foi criado com o intuito de entreter acima de tudo e nada do que é representado nele pode ser seguido ou alcançado.

O universo ABO é perfeitamente mutável e adaptável dentro do que cada autor decide para o enredo. Então eu quero pedir com muito carinho que se você não gostar da forma como eu criei o meu Omegaverso, não continue a leitura. Simplesmente deixe essa história e procure outra. Vários autores tem sofrido diariamente ódio massivo por erros que poderiam ser conversados no privado ou particularmente, mas as pessoas preferem fazer pré-julgamentos por conta própria e destruir o sonho dos outros simplesmente por não entender ou nem tentar entender um ponto problemático. Por favor, não sejam essas pessoas. Respeitem e tentem entender os outros. Existe uma vida por trás de comentários de ódio e exposeds que vocês fazem por aí. Autores já tentaram tirar a própria vida por isso. Reeduquem-se, amadureçam e lembrem-se do mais importante: isso é FICÇÃO!

Qualquer tentativa ou ato de ódio, preconceito e cyberbullying direcionados a mim, serão respondidos nos termos da lei. Arriscar gratuitamente a reputação do outro pode incidir nos crimes de Calúnia, Difamação e Injúria. A internet não é terra de ninguém e vocês são responsáveis pelo que falam e escrevem aqui, tornando-os capazes de aceitar as consequências do mal e dos danos que causarem. Estou aberta ao diálogo respeitoso quando alguém se sentir desconfortável com algo, haja vista que sou um ser humano passível de erro, então conversem comigo sempre, pois estarei disposta a corrigir um ato problemático e melhorar como pessoa. Todos nós precisamos e vamos evoluir a cada dia mais e errar é apenas um processo nessa caminhada.

Já tem um tempo em que vieram a tona críticas bastante contundentes sobre o fato de homens cis engravidarem nesse universo e muitas pessoas consideram isso como algo transfóbico, já que homens trans tem a capacidade natural de engravidarem. Então a controvérsia está em: por que foi necessário criar um universo alternativo para dar a capacidade de homens cis - com pênis e órgãos reprodutores biologicamente masculinos - engravidarem?

Esse assunto merece uma discussão mais aprofundada e responsável quando se trata da realidade das pessoas, e com esse intuito eu entrei nesse debate com o homem trans que colabora comigo em minha outra fanfic (Transcendental) e ele tendo o lugar de fala sobre isso, me passou o seguinte posicionamento:

"Por ser tratar de um universo paralelo, sem qualquer compromisso com a realidade, eu na condição de homem trans, não me sinto menos representado ou vítima de transfobia quando vejo fanfics desse gênero. O discurso sobre o respeito será sempre melhor aceito e tratado quando trazemos para a vida real e cotidiana da sociedade a pertinência em falar sobre pessoas trans enquanto atuantes e agentes do mundo real, quando o preconceito sobre a simples existência é capaz de causar dor, segregar e matar essas pessoas, e não quando um mundo irreal e fictício cria algum personagem com essa temática".

É necessário deixar claro que a opinião de uma única pessoa não anula e nem resume todo o debate sob o ponto de vista dela. Respeito o direito de quem acha o universo ABO problemático e acredito que podemos a partir disso, aprender melhor sobre vários aspectos da vida das pessoas trans. Sugiro que leiam Transcendental, a fic é sobre vivências, medos, traumas e principalmente sobre visibilidade e diversidade.Pessoas trans existem e merecem respeito!

Partindo da reflexão inicial sobre esse assunto e tentando abordar melhor o tema da discussão, eu decidi que os ômegas machos e fêmeas e os alfas fêmeas serão o mais próximo que podemos ter de uma condição intersexo. Eles terão capacidade de engravidar alguém e engravidarem também.Pessoas intersexo são aquelas que nascem com alguma variação natural nas características do corpo que são atribuídas a sexo (genitálias, gônadas, cromossomos e resposta hormonal) de forma a não serem contempladas pelas concepções binárias que são típicas sobre como deve ser o corpo de um ser macho ou fêmea. Essa condição intersexo é adaptada dentro do universo ABO proveniente da hibridação genética que ocorreu com os humanos e lobos. Então é uma condição intersexo diferente dos humanos reais! Não façam comparações!

Os personagens dessa história não são reais, a rainha Victória foi inspirada na original, mas não tem qualquer responsabilidade em retratá-la com fidelidade histórica. Os membros do BTS, que emprestam seus rostos e corpos para os personagens fictícios criados aqui, são pessoas reais! Não criem estereótipos ou comentários depreciativos ou comparativos com a realidade e vida pessoal deles. Mais uma vez eu digo: isso é FICÇÃO e comentários desse tipo serão denunciados!

Me desculpem por ser tão direta e incisiva, mas eu noto que ultimamente a problematização de fanfic virou rotina aqui nesse app, sendo que tudo poderia ser resolvido com uma simples conversa! Mas eu sou legal gente kkkk

Recado dado, agora vamos ao que interessa!


Meu Omegaverso


O conceito de gênero masculino e feminino é irrelevante no que se refere a hábitos, modos ou costumes. As classes são o que realmente importa em questão de gênero e hierarquia, sendo os alfas tratados como fortes, detentores de cargos importantes, dominadores e classistas. Os ômegas são considerados frágeis, com pouco conhecimento e submissos que cuidam do lar. Contudo no decorrer da fic, os avanços da sociedade e a busca por igualdade de direitos, trará uma mudança interessante e necessária nessa dinâmica. Tanto os ômegas machos quanto fêmeas que fazem parte da aristocracia londrina usarão corselet/espartilho e vestidos pela questão cultural da época em que viviam.


As classes


Alfas

Os alfas são considerados dominantes, másculos, de aparência física robusta, com instintos bastante primitivos e pouco controle das emoções, se tornando muitas vezes selvagens e usando a força em situações de estresse e raiva. Tem a capacidade de usar a "voz de alfa" e rosnar quando estão nervosos e irritados ou quando querem coagir ou se impor perante outras classes. São os únicos que possuem a capacidade de "marcar" o parceiro, seja ele ômega ou beta e essa mordida cria uma ligação sentimental forte com quem foi marcado. Também possuem o olfato bastante aguçado e podem sentir cheiro a metros de distância. Tem os corpos com uma temperatura média de 40°C e por isso não sentem frio. Tem a capacidade de acalmar os ômegas, aromatizando o ambiente com seu cheiro e criando uma bolha de conforto entre eles. Alfas conseguem expelir uma grande quantidade de esperma que pode chegar a 20ml por ejaculação, os tornando bastante férteis. Conseguem se transmutar para a forma lupina, porém é muito difícil de ocorrer.

Alfas fêmeas: Tem um clitóris avantajado que permite a penetração e fecundação de machos e fêmeas, sejam eles ômegas ou betas. Possuem vagina e útero, e podem engravidar.

Alfas machos: Tem um pênis robusto e avantajado, não possuem vagina, nem útero e não podem engravidar.

Alfas lúpus: Tem todas as características do alfa normal, porém bastante reforçadas e também conseguem se transmutar para a forma lupina com mais facilidade.


• Cio

O cio do alfa (rut) tem duração de três dias e ocorre de seis em seis meses. É um período de perda de controle, alta da libido e muita tensão sexual. O alfa tem os instintos primitivos bastante aguçados nessa fase. Libera feromônio que vai causar uma atração forte nos ômegas que estiverem próximos e seu cheiro se torna forte e marcante nessa fase. O alfa tem a capacidade de atar o nó em um ômega. Isso significa que a glande do pênis dos machos e do clitóris das fêmeas irá inchar no momento da ejaculação e se prender dentro do parceiro ou parceira, aumentando as chances de fecundação. É possível o uso de supressores que vão suprimir os ruts e amenizar o cheio, mas o uso recorrente causa problemas reprodutivos.


• Cheiro

O cheiro dos alfas é amadeirado e cítrico e se torna marcante em situações de estresse e excitação.


Ômegas

Os ômegas são considerados submissos, frágeis e bastante dóceis, tem instintos de cuidado com a prole e são muito afetuosos. Essa característica frágil está mais relacionada com os sentimentos dos ômegas e nem tanto com a aparência física, já que muitos deles exercem trabalhos mais pesados e com uso da força.

Ômegas machos: Possuem um canal na mesma entrada do ânus, mais precisamente no reto e quando estão excitados ou no cio, os hormônios e feromônios estimulam a abertura desse canal e assim é possível a ocorrência do ato sexual e possível gravidez. Possuem um pênis relativamente médio e tem pouca capacidade de engravidar o parceiro ou parceira, já que ejaculam de 2 a 5ml. Produzem leite e podem amamentar os filhotes normalmente.

Ômegas fêmeas: Possuem o clitóris avantajado como os alfas fêmeas, contudo tem pouca chances de fecundar o parceiro ou parceira. Tem vagina e útero e podem engravidar.


• Cio

O cio do ômega (heat) tem duração de cinco dias e ocorre a cada três meses. Costuma ser bastante doloroso e os ômegas ficam mais submissos e carentes nessa fase. Expelem um líquido lubrificante e doce de seu canal e liberam feromônios para atrair o parceiro ou parceira. Apenas sentem-se saciados quando recebem o nó, tendo também a dor aliviada. Podem usar supressores que irão impedir a ocorrência do cio, mas podem causar problemas de fertilidade.


• Cheiro

O cheiro dos ômegas é doce e frutado e se torna marcante em situações de excitação e estresse.


Betas

Os betas são como os seres humanos normais. Tem genes recessivos de ômega e alfa, contudo seus genes beta dominante se sobressaem. Não possuem cheiro ou cio e são mais racionais e como não conseguirem satisfazer um ômega ou alfa plenamente, acabam se relacionando entre si.

Betas machos: Betas machos com genes ômegas são capazes de engravidar já que possuem as características sexuais semelhantes aos ômegas. Tem pouca lubrificação e tem grande dificuldade em engravidar. Quando ocorre a gravidez ela é considerada de alto risco, podendo haver aborto a qualquer momento. O parto também é bastante complicado e perigoso.

Betas fêmeas: Não possuem clitóris avantajado e não conseguem engravidar ninguém. Mas podem engravidar de betas, ômegas e alfas.


A marca/mordida


Apenas os alfas conseguem marcar ômegas. As presas (dentes caninos) dos alfas são bastante pontiagudas e afiadas e possuem uma substância cicatrizante que é inoculada no momento da mordida e por esse motivo quando um ômega é marcado, o sinal dura eternamente. A marca geralmente é feita no pescoço, no dia da noite de núpcias. Alguns alfas marcam seus ômegas no pulso, mas é pouco convencional e considerado inadequado para membros da realeza ou que trabalham diretamente para a Coroa, já que esse tipo de marca era feito por plebeus e escravos como sinal de desobediência aos costumes impostos pelo reinado de James II. No dia após a noite de núpcias, o ômega mostra a marca para a família, servindo como prova da consumação do casamento. A marca é o elo inquebrável entre ômega e alfa e ela permite que um sinta a dor ou perigo que o outro está passando. Só é desfeita após a morte e o ômega sofre muito por quase um ano até que o elo se desfaça. O ômega marcado tem seu cheiro ofuscado pelo cheiro do alfa e dessa forma ele pode ser reconhecido como alguém que já recebeu a marca.

Os fatos históricos aqui estão sem ordem cronológica ou compromisso com a realidade então exercitem a imaginação um pouquinho, de boa, sem neura

Nenhuma atitude problemática dos personagens será romantizada!

É assim que eu imagino os Jikook da história ^^


Jeon Jungkook

Alfa Lúpus

28 anos




Park Jimin

Ômega Lúpus

20 anos




Todas as imagens foram retiradas da internet e o direito sobre elas estão reservados aos seus respectivos donos.


TaeGi e NamJin serão os shipps secundários, bora sofrer 😌

É isso e eu espero que gostem!


Amo vocês!💜💜

✧══════•❁ 𓅂 ❁•══════✧


None 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Prólogo

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 4 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas