mallyka Mallyka K.

━━━━━━━ ×✕× ━━━━━━━ Estava tudo indo bem, mesmo que monótono, na vida de João, até sua irmã sumir e ele ir para o outro lado, digamos assim. Esta obra é de minha total autoria, não reposte, não compare com outras obras, se houver semelhança é mero acaso. Espero que gostem das trapalhadas do João e alguns batimentos errados que o "coração" dele vai dar por ai. No começo pode parecer confuso, eu lhes garanto que piora depois 😉 Desde já, agradeço por ler <3 Ass: Mallyka K. Em algumas partes da história haverá diálogos mais despojados e fora da norma culta hehe, serão para descontrair um pouco. :) ━━━━━━━ ×✕× ━━━━━━━


Fantasia Impróprio para crianças menores de 13 anos. © Mallyka

#astral #lgbtqia+ #outrolado
1
2.8mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Sábados
tempo de leitura
AA Compartilhar

•°•●|PRÓLOGO|●•°•

◁━━━━━━◈✙◈━━━━━━▷

Dia 30 de Março de 2021

Depois de horas e horas gastando minha vida nas redes sociais, vi algo que me chamou atenção, era um vídeo falando sobre coisas como anjo da morte, as pessoas não saírem na rua a noite, por aí, o que fiz foi rir até não aguentar mais, *Essa gente tá' num tédio tão grande, que já tão' passando dos limites* pensei comigo mesmo.

Desci as escadas que iam do primeiro ao segundo andar, quase caindo de tanto rir, queria muito contar pra minha irmã a nova paranoia da internet, procurei por todos os lados da casa mas não achei, resolvi deitar no sofá da sala e assistir pouco do que estava passando na TV, fazia um bom tempo desde a última vez que eu parei para assistir algo.

Liguei em um canal qualquer e estavam transmitindo um jornal ao vivo, qual era a matéria? "Pessoas somem após a notícia do provável aparecimento do Anjo da Morte".

— Eu perdi, hoje, oficialmente, o resto de esperança que restava em mim pelo ser humano - Falei em voz alta, indignado com a falta de capacidade dessa gente de pensar. - Vou mandar uma mensagem pra minha irmã, para saber onde aquela peste se meteu - enviei várias e várias mensagens seguidas e nada, só então eu me dei conta de que o celular dela estava em cima do móvel da TV - Se ela morrer eu vou fingir espanto, tá legal gente? - falei por falar, em um tom brincalhão, rindo da falta de cérebro dela.

Deixei isso de lado por um tempo e fui dormir, já beirava meia noite, eu é que não ficaria esperando ela voltar, se ela me ligar eu posso até pensar em atender, não mandei esquecer o celular. Deitei na minha cama e o sono logo veio...



━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━



Acordei com um som estranho dentro do meu quarto, achei que fosse minha irmã querendo me avisar que já estava em casa, mas assim que abri os olhos…

Não havia nada além de um pano preto pendurado na porta, nunca levei um susto tão grande como esse.

─ Parabéns João, agora vê se aprende a guardar as coisas nos lugares - esbravejei agarrando o que eu achei ser uma alma do submundo.

Me deitei novamente depois de ter guardado o bendito pano, me revirei o quanto pude na cama até quase cair dela, eu havia perdido o sono completamente, resolvi ler um livro salvo na galeria de um aplicativo do celular, longos minutos de teorias para saber quem era o ser que manipulava tudo o sono me rodeava novamente…



━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━


… Acordei, dessa vez no horário certo e sem sustos, levantei-me e fui em direção a porta do meu quarto, tentei abrir mas não conseguia, minha mão simplesmente a atravessava, eu obviamente comecei a entrar em pânico, comecei a gritar, e o som não saia, minha espinha começou a gelar, foi então que eu escutei uma voz rouca atrás de mim, congelei todo o meu corpo todo dessa vez, sem conseguir me mover milímetro algum, para qualquer lado que fosse.

─ Olá pequeno ser humano, ou não tão humano assim - Como assim não tão humano? Isso é um sonho gente! Se não for com certeza é uma pegadinha de mal gosto - Não é um sonho muito menos pegadinha, você está em fase de transição, já vai se acostumar a atravessar as coisas.

─ Q-quem é você? O que tá acontecendo? Como você entrou aqui? Só pode ser alguma brincadeira da minha irmã! LIAH! APARECE AQUI AGORA MENINA! - Gritei por ela me afastando vagarosamente, após o descongelamento do meu corpo, tentando achar uma maneira de fugir, tinha um estranho, dentro do meu quarto e eu não sabia o que ele estava fazendo ali, muito menos o que ele queria.

— Se acalme João, já, já eu te explico tudo, agora vamos descer, preciso te mostrar algumas coisas.

— Como é que você sabe meu nome? Descer? Eu não vou a lugar nenhum até você me explicar o que está acontecendo aqui! - nessa altura do campeonato eu já não sentia mais minhas pernas.



◁━━━━━━◈✙◈━━━━━━▷




NOTAS DA AUTORA:


Bom gente... foi isso ksksksksksks

Ansiosos para o primeiro capítulo?Espero vocês no Sábado!


Ass: Mallyka K.











13 de Maio de 2021 às 16:39 3 Denunciar Insira Seguir história
2
Leia o próximo capítulo •°•°•°•●| 1 |●•°•°•°•

Comente algo

Publique!
Mallyka K. Mallyka K.
Olha o comentário bugado mds....
August 05, 2021, 04:03
Mallyka K. Mallyka K.
Ainda sonho com o feedback aqui :)
August 05, 2021, 03:59
Mallyka K. Mallyka K.
Ainda sonhando com o feedback da plataforma 🥲👍
August 05, 2021, 03:58
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 4 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!