jjkbtty woo

Jungkook resolve escolher um garoto para perder a virgindade. Jogando "Uni, Duni, Tê", tem a sorte de tirar Jimin. Achava que seria fácil convencer Park que tinha que transar com ele, só não contava com o romantismo do mais velho. Teria que lutar para perder o cabaço no meio da loucura que é o ensino médio, descobri que uma transa poderia mudar a sua vida de merda. [EM ANDAMENTO] LongFic | (jimin¡flex) (jungkook¡flex) #bizrosinha 🛵 Créditos a capa: @/pjmnetuno Créditos a betagem: @/jinniessun


Fanfiction Bandas/Cantores Todo o público.

#gay #yaoi #fanfic #bts #jungkook #Lemon #Jimin #jikook #kookmin # #jungkookbottom #jiminbottom #jungkooktop #Flex #JIKOOK #jungkookflex #jiminflex
15
482 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

[0.0] uni, duni, tê

Se eu fechasse os olhos conseguiria lembrar exatamente daquele ambiente escolar. Sufocante, mas que deixou marcas e memórias jamais esquecidas. A brisa do verão batia em meu rosto, e então, já estava divagando em meu passado.


[...]


Sexo. Transar, fuder, trepar, fazer amor. Eram as coisas que eu mais escutava quando pisava o pé naqueles corredores.


O Jungkook de dezessete anos não se orgulha nada do de quatro anos atrás. A puberdade batendo na porta, os hormônios fazendo noites serem perdidas. Lembro bem quando meu pintinho subiu pela primeira vez. Eu estava no meu quarto com Taehyung, seus olhos estavam vermelhos e ele não quis me dizer o motivo de ter chorado. Apenas aceitei quando ele me deitou no peito dele e começou a fazer carinho no meu cabelo, e então na minha nuca... Ele sempre fazia isso, desde que éramos novos.


Mas parecia diferente naquele momento. Os dedos longos passando por minha pele, a respiração dele calma e serena, nossos corpos juntos. Quando percebi já estava surtando no banheiro, me sentindo um monstro. Não por ter tido uma ereção, mas sim pelo porquê de ter tido uma. Não olhei na cara de Taehyung por uma semana, mesmo ele rindo e dizendo que estava tudo bem.


Apesar disso, não foi nesse dia que eu descobri que gostava de garotos, soube bem antes, quando ainda morava com minha mãe. Nosso vizinho tinha um filho e ele sempre ia brincar comigo, eu só tinha dez anos mas sabia que gostar tanto da presença, do sorriso, da energia dele significava algo. Desde então, um mar de garotos passou por minha vida, não que eu tenha transado com a cidade inteira e fosse um pegador.


Mas sim que um monte de gente destruiu meu coração.


Okay, talvez eu fosse um pouco dramático. Foram apenas algumas paixões bobas, aquelas que faziam parte da adolescência.


Depois de um tempo, eu parei de pensar sobre isso. Tinha chegado na parte obscura da adolescência e me fechei para o mundo por um curto período de tempo, sendo resgatado por meus amigos que estiveram ao meu lado. Então eu voltei para a realidade que era o ensino médio.


- Eles não param de olhar para você, Wooyoung. - eu disse, jogando o capuz do moletom para cima da minha cabeça, cobrindo meus fios bagunçados.


- Claro que não! Ele vem pra' escola achando que é um idol. - escutei a voz de Seokjin, que andava ao meu lado, os braços rodeando meu pescoço.


- Esse é o Choi San. - Wooyoung disse sorrindo, o ignorei e voltei a olhar para frente.


Meus olhos logo capturaram San e seu grupinho de amigos. Ele realmente vestia uma roupa exagerada para às oito da manhã, seu cabelo estava perfeitamente arrumado, seu rosto parecia brilhar e um sorriso simpático fazia todos em volta dele suspirar. Park Jimin estava ali também, de forma casual, sentado de pernas cruzadas em um banco. Ele não sorria, estava apenas com uma expressão neutra. Naturalmente lindo. Com os cabelos loiros caindo nos olhos pequenos que quando este sorria formava meias luas, o clima estava frio e por razão disso suas bochechas estavam vermelhas. Me perdi mais ainda em sua face angelical e avistei aquela joia na boca dele, era um piercing preto no canto da boca.


- Apenas pare de suspirar e vá até ele. - meu hyung disse, me olhando com careta.


- Me deixe em paz. - disse, em uma irritação falsa. Já estávamos sentados em uma das mesas que ficavam disponíveis ao ar livre para os estudantes fazer o que deveria ser feito, com bancos coloridos. - Eu apenas queria fazer aquilo logo.


- Aquilo? Vamos lá, apenas fale que quer dar essa bundinha. - Woo falou em um tom alto. O olhei verdadeiramente irritado dessa vez, levando a mão até a nunca dele, deixando um tapa fraco.


- Não é tão fácil! - exclamei, chateado.


De fato, não era. Eu queria muito fazer como a maioria dos adolescentes e transar loucamente. Porque eu sentia muito tesão, e sejamos sinceros, bater punheta a vida toda não estava em meus planos. Eu queria sentir um corpo colado ao meu, me beijando, me pegando de jeito e fazendo-me suspirar em êxtase. Parecia fácil, mas não era!


- Jungkook, tem um monte de gente querendo trepar com você. Apenas seja sincero e assuma que você quer uma pessoa específica.


Era verdade, mas ninguém jamais saberia.


- Isso não é verdade. Eu apenas não achei quem fosse digno de ter minha bundinha ainda. - abaixei a cabeça, tímido.


- Então apenas escolha uma pessoa e saia com ela. - Wooyoung, que estava sentado a minha direita, disse simples.


Eu até poderia fazer aquilo, e no fundo queria. Mas não poderia conviver o resto da vida com a lembrança de que dei a minha preciosa virgindade a uma pessoa qualquer. Não que eu pense no sexo como uma coisa romântica, não achava isso. Nem que para fazer deveria estar em um relacionamento. Mas eu queria ter esse momento com alguém que eu confiasse e tivesse uma ligação comigo.


- Na verdade eu tenho uma lista. - silabei, pensativo.


- Lista? Do que estamos falando agora? - Jin perguntou aparentando estar confuso. Wooyoung mexia no celular de forma despreocupada, não sabia se ele estava ou não prestando atenção na conversa.


- Eu fiz uma lista ano passado, de quem eu gostaria de transar e que seria digno de comer minha bunda. - soltei. As pessoas que estavam à mesa ao lado já haviam saído, estávamos sozinhos agora.


- Porra, agora ficou interessante. - largou o celular e voltou o olhar para mim.


- Você é mais doidinho do que eu pensava. Listou pessoas que você quer, sei lá, sentar? - a cara do hyung estava engraçada, ele parecia assustado, mas fazia esforço para não sorrir.


- Sim, acho que vi em alguma série. Tem cinco garotos.


- Fala quais são. - Wooyoung já ria, achando graça. Não entendi, eu estava falando sério.


Eu tinha mesmo feito uma lista séria de quem gostaria de fazer sexo. Havia feito uma pesquisa de uma semana para achar as pessoas certas. Não que eu fosse seletivo, ou ligasse para aparências. Mas eu tinha minhas paixonites, e foi baseado nisso que os escolhidos foram: em primeiro lugar Park Jimin. A posição dele tinha um motivo que eu não estava disposto a explicar.


Em segundo eu havia colocado Kim Namjoon. Ele era amigo de Jimin e um dos garotos mais desejados da escola. O cara era um monumento, parecia ter sido esculpido por deuses. Ele era muito fofo e eu gostava dele no segundo ano, era recente e ainda ficava tonto quando ele passava por mim e lançava uma piscadinha seguido de um sorriso decorado por suas covinhas. Estava suspirando novamente.


Park Seonghwa estava em terceiro, ele era sensual, mas parecia não gostar muito de mim. Seguido dele estava Changkyun. Puta merda, aqueles braços deixavam qualquer um babando. Ele e Jimin não se gostavam, apesar do loirinho ser calmo e não gostar de briga, sempre que passava por Chang ficava tenso. Ninguém sabia o que havia acontecido e o motivo da rivalidade.


E por último, ele, o cara com quem eu havia perdido o bv e batia umazinha comigo de vez em quando.


- O que? Por que eu fiquei em último? - Wooyoung dizia, de forma histérica.


- Quer mesmo saber? - o olhei com tédio, enquanto tirava um iogurte da mochila e abria, levando a boca de prontidão. - É difícil escolher entre eles.


- Cara, faz uni, duni, tê e pronto. - Seokjin sugeriu, não havia seriedade naquela frase. Mas quem disse que eu ligava?


- Seokjin-hyung, você é um gênio!


Eu lembrava perfeitamente do dia que escolhi fazer aquilo e também do peso das consequências da minha escolha meses depois.



,,,,,



Entrei na onda e vou postar minhas estórias aqui também!!


Não deixem de compartilhar, deixar a estrelinha e comentar de mooonte!!!


USEM A #bizrosinha no tt também. Não esquece de me marcar @/atyvante


Pra quem curte, os personagens tem conta no tt também


@/yellojjk
@/noppjm


Eles vão seguir quem interagir com eles e sempre vai ter um spoilerzinho de cap novo 🤘


Dêem uma chance a UNI, DUNI, TÊ!!!


Later <3


(Capítulo betado)

9 de Maio de 2021 às 04:15 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo [0.1] o escolhido é você

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!