gabrilemos Gabriel Lemos

Os cavaleiros de Athena do século X lutam com todas suas forças contra inimigos poderosos, prontos para defender a esperança do mundo de forças malignas. Caos está chegando! Essa historia já foi postada em outro site, aqui está o link, hehe eu sou o mesmo autor :) Aqui vamos do inicio até o final da saga dos imortais https://www.spiritfanfiction.com/historia/cavaleiros-do-zodiaco-universo-caotico-5098040


Fantasia Épico Para maiores de 18 apenas.

#anime #caos #cdz #deuses #saintseiya
0
905 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Os Imortais- O Inicio

Século XI, a reencarnação de Athena surgiu em uma garota de longos cabelos castanhos, desde seu nascimento se encontra no santuário. Ela busca ser útil a todos seus cavaleiros, desde os de mais alta patente ate os reles soldados. Sempre ajudando e participando das mais variadas missões, Athena sempre fazia questão de acompanhar seus cavaleiros. Aos 14 anos, a garota chamada Sayumi (Athena), foi a uma missão de baixo risco junto a cinco cavaleiros de bronze. Não demorou muito para que a missão fosse concluída, e logo Athena e seus cavaleiros caminhavam de volta para o santuário.

Redondezas do santuário.

Sayumi e os outros estavam se aproximando do santuário, a noite era escura, apenas a luz da lua era visível, os cavaleiros andavam em direção juntamente a Athena. O cenário era um longo campo aberto e rochoso. No ápice da lua o grupo foi parado por um misterioso, com uma capa e capuz que escondia sua face.

???- Hum... Um, dois, três, quatro, cinco... E o grande alvo, Athena. É um prazer.

Cavaleiro de bronze #1- Quem é vo...

Antes de terminar a frase o jovem cavaleiro vai ao chão inconsciente, assim que completamente caído, pode se ver um enorme corte em seu torso.

???- Já foi um... Faltam quatro.

O homem mostra uma espada branca, a lamina era tão afiada que cortava o ar simplesmente por estar parada contra o vento. E em um piscar de olhos todos os outros cavaleiros de bronze foram ao chão, feridos sobrando em pé apenas Athena. Sayumi estava assustada, horrorizada com a cena sangrenta.

Sayumi- Q-Quem é você!? Porque fez isso com eles?

Disse Athena com a voz tremula, começava a chora, estava tremula. Enquanto isso o homem aos poucos se aproxima, passava a mão na lamina para retirar o sangue dos cavaleiros de bronze.

???- Bem, você é Athena, eu preciso apenas de você e não desses lixos imundo. Vamos olhe para cima para facilitar o corte do seu pescoço.

Assim que o homem ameaçou a dar o golpe em Athena uma luz dourada passou entre ele e Athena. Ao longo do campo duas silhuetas, penas douradas por todos os lados.

Kai- É melhor se manter bem longe da Athena, caso não queira morrer aqui.

Kai o cavaleiro de ouro de sagitário acompanhado de Kalos, o Grande mestre.

Kalos- Kai eu protegerei Athena, expulse o invasor.

E em um passo rápido ambos estavam posicionados. Kalos logo a frente de Sayumi, confortando a garota. Já Kai fica na frente do homem encapuzado, o encarando friamente.

???- Olha só, um cavaleiro de ouro! Pelo seu arco é o sagitário.

Kai- Vejo que sabe de mim. Mas quem é você? E porque matou os cavaleiros de bronze? O que quer com Athena?

???- Veja só, muitas perguntas me confundem, não devo responder o que me confunde.

Kai mostra sua frustração e parte para cima do homem, ambos possuem uma velocidade incrível, trocavam golpes e esquivas, seus movimentos deixavam rastros de luz no espaço. Kai acerta um soco forte, assim fazendo o homem recuar por hora.
???- Realmente a força dos cavaleiros de ouro continua incrível.

Kai- Do que esta falando?

???-... Já disse muitas perguntas, não devo responder.

Desta vez o homem avança e novamente trocam socos e chutes em alta velocidade. O misterioso invasor alveja um soco no rosto de Kai, que se esquiva e contra ataca com um poderoso chute giratório. Por pouco o homem sai ileso

Kai- Te peguei!!!

Assim que o encapuzado deu um passo para traz Kai eleva seu cosmo mostrando sua aura dourada

Kai- Trovão atômico!!!

Kai concentra sua energia em seu punho direito e a dispara contra o adversário na forma de uma rajada reluzente, semelhante a um trovão, formada de centenas de rajadas que golpeiam o misterioso homem inúmeras vezes. O encapuzado recebe o golpe em cheio, poeira se ergue em sua volta, impossibilitando visualizar o invasor. Aos poucos a cortina de fumaça se dissipava, assim revelando o homem ainda com a face misteriosa, porem revelando sua armadura. Uma armadura negra com detalhes brancos, parecia ter a forma de uma raposa. Mesmo com o capuz era possível ver seu grande sorriso.

???- Realmente é muito forte. Pensei que fosse morrer se isso...

Eis que o homem encapuzado percebe que em Kai não estava mais lá, mas sim em cima, parecia voar no ar, com sua flecha mirada e suas asas abertas.

Kai- Então, morra com isso!!! Háááá flecha de sagitário!!!

Kai dispara sua flecha dourada, e perfura a garganta do inimigo, fazendo-o cuspir sangue e cair aparentemente morto ao chão. Kai pousa e logo olha confiante em sua vitoria.

Kai- Acabou grande mestre, podemos voltar com Athe...

Antes de terminar sua frase o cosmo do homem caído no chão explode, sua aura verde e branca parecia uma chama. Aos poucos ele se levanta e a flecha em sua garganta se desfaz em energia dourada, ele arranca seu capuz e passa a palma da mão no ferimento de sua garganta, que logo em seguida se fecha, estava curado. Seus cabelos negros, seus olhos verdes e uma pequena cicatriz logo acima do olho direito. Ele saca sua espada, sua calma ao falar era desesperadora, deixando Sayumi mais assustada.

???- Ah... como eu ia dizendo, me mataria se isso não fosse roubado de mim. Hahahahaha!!!

Ao dizer isso, o grande mestre ficou surpreso, parecia saber de algo.

???- Coisas interessantes acontecem quando movimento minha espada desse modo...

Ao mover sua espada circularmente no sentido anti-horário, um corte profundo na coxa esquerda do cavaleiro de ouro surge, sem ao menos quebrar a armadura de Kai. Era possível ver o sangue escorrendo e o sagitário cai ajoelhado.

Kai- Mas que mer...

???-.... Vejamos se acerto novamente.

Fazendo novamente o movimento, o homem corta a outra perna de Kai, o deixando incapacitado de se mover.

???- Mas o mais curioso é quando eu perfuro alguém com ele... Veja!!!

O homem se prepara para decapitar Kai, mas assim que da o golpe, Kalos o grande mestre empurra o cavaleiro com o próprio corpo e recebe o ataque. O homem volta a recuar pensando que seria uma emboscada. Kalos vai ao chão gravemente ferido.

Kai- Grande Mestre!!!

Sayumi- Kalos!!!

???- Idiota... Agora será duas peças importantes do exercito de Athena mortas por mim. Que pena

?- Rougue!!!

Eis que das sombras surge outro misterioso, revelando o nome Rougue.

Rougue- O que foi agora!?

Kai “o que!? Havia mais um!?”

?- Vamos deixa-los por hora!

Rougue- Tsc... Droga...

Rougue vai ao lado do novo invasor.

Kai- Esperem!!! Quem são vocês!?

?-.... Devia se preocupar mais com seus homens cavaleiro, assim que pensa um bom general...

Ambos os invasores somem ao longo do horizonte. Kai ferido se rasteja para o lado de Kalos.

Kai- Grande mestre porque fez isso!? Não deveria se sacrificar por alguém como eu!

Kalos passou a mão sobre seu ferimento, e usou seu sangue para escrever no chão. Estava fraco demais para falar. Pareciam alguns códigos, eram números. Os números eram; Na fileira de cima: 8 ∞. Na fileira de baixo; 1; 2; 7; 9; 10. Logo após isso Kalos desmaiou. Athena com seu cosmo curou as pernas de Kai, mas não conseguia curar o grande mestre e os cavaleiros de bronze. Ela chorava e dizia.

Sayumi- Eu...Eu falhei em proteger vocês...

Kai- Não se culpe Athena. Veja todos estão vivos porem, estão inconscientes. Vamos voltar ao santuário, precisamos informar os outros.

Kai “o que significa este código? Qual será a habilidade do inimigo?”.

Kai se levanta ainda estava um pouco fraco, mas carregou Kalos em seus ombros, outros cavaleiros de bronze que foram chamados pelo cosmo do sagitário levaram os restantes e Athena ate o santuário. Kai deixou o grande mestre em seus aposentos, e logo voltou para sua casa, 9ª casa do santuário. La ele retirou sua armadura e viu que seus cortes pareciam ter de certo modo roubado seu cosmo enquanto o ferimento estava aberto. Não demorou muito ate que alguém chegasse em sua casa. Era o cavaleiro de capricórnio, Báoli, com sua caixa de pandora nas costas, sua feição séria, suspirou e logo passou a mão em seus cabelos negros.

Báoli- Então... Comece a falar...

Kai- Báoli... Nosso inimigo é poderoso, e o pior é desconhecido, com certeza é mais de um.

Báoli- Desgraçados...como ousam atacar Athena tão próximos ao santuário!

Báoli demonstrava sua grande irritação, mas logo Kai coloca a mão em seu ombro.

Kai- Báoli, o inimigo é forte, e nos conhece muito bem... Nos devemos chamar os outros cavaleiros...

Báoli-... Certo. Devido aos tempos de paz alguns cavaleiros estão fora do santuário. Os dourados com exceção de touro, capricórnio e sagitário, todos estão fora. Enviarei cavaleiros de bronze e prata atrás deles imediatamente, é melhor descansar Kai, talvez você seja útil.

Kai da um leve sorriso, e agradece Báoli, logo depois vai para o quarto restaurar suas energias. O capricórnio chama cavaleiros de diferentes patentes e da a missão de reunir os dourados no santuário a eles, que logo partem em missão.

Báoli- O inimigo, foi capaz de derrotar o grande mestre e Kai... Tsc... Miseráveis!

Disse Báoli entrando em sua casa quando os primeiros raios de sol apareciam.

7 de Maio de 2021 às 16:10 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Venham cavaleiros de ouro!

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 23 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Universo caotico
Universo caotico

O universo caótico é o inicio dos cavaleiros do zodíaco, durante o século X, onde o maior inimigo da esperança surgiu e deixou tudo em um grande caos. Leia mais sobre Universo caotico.