Conto
3
2.3mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

A viagem que não fiz

A viagem que não fiz foi perfeita. Aliás não foi a primeira. Já sou escolado no assunto.
Sua programação impecável. Passagens aéreas, traslado, hotel, passeios. Tudo minuciosamente programado.
Encontro com amigos.
Comemoração de festiva e importantíssima data.
Destino paradisíaco, quase surreal.
Cancelamento de compromissos profissionais.
Descanso do guerreiro.
Horários de ida e volta.
Período de restabelecimento ao voltar.
Jornada a se registrar para sempre, com a parafernália eletrônica de que hoje dispomos.
Tudo muito bem planejado.
Saliente-se apenas um mísero detalhe: não fui; não aconteceu.
E ficou o prejuízo moral e financeiro.
Mas gostei: enquanto viajei nos preparativos me diverti. Fiz boa viagem.
Porém o mundo conspirou contrariamente.
Mas a roda viva segue e o tempo não para, já diziam.
Ao trabalho então, já que este não falha nunca.
E até a próxima viagem...







Obs: texto escrito em abril/2016, bem longínquo da atual pandemia. Programar outra viagem agora? Nem pensar...

8 de Abril de 2021 às 14:55 0 Denunciar Insira Seguir história
5
Fim

Conheça o autor

Max Rocha Um Fantasma literário ou alguém que apenas gosta de escrever... me interesso por ficção histórica e científica, suspense, misticismo e mistério com um toque de humor. Às vezes enveredo pelo tom crítico e motivacional do cotidiano. Escrevo ouvindo música instrumental relacionada com o tema no Spotify, ao lado da Duda, minha cadela australiana de 5 anos. The Phantom (O Fantasma) foi criado por Lee Falk, em 1936.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~