max-rocha1613398122 Max Rocha

Você enfrentaria um longo exílio cósmico a fim de explorar exoplanetas distantes? Teria medo do que poderia enfrentar? Embarque em CANOPUS, se tiver coragem...


Ficção científica Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#alienígena #exoplanetas #viagemespacial #inteligênciaartificial #soft-sci-fi
1
649 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

DESPERTAR





Ciclo 69 - 10:38 p.m.



A sensação hoje é diferente. Estranho, não sei explicar bem, mas vou novamente relatar a sequência dos fatos anteriormente gravados. Quem sabe isso possa trazer alguma luz ao pavor em que estou imerso, caso os arquivos originais sejam deletados. Não estou em condições de continuar falando. Permaneço em quase total vigília há 15 dias. Os geradores de oxigênio estão no seu limite e os níveis de metano alarmantes. Tenho pouco mais de 49 minutos. Passo a digitar, enquanto ainda tenho alguma visão...


No primeiro dia do despertar de número 69, uma quinzena atrás, o ritmo de deslumbramento e apreensão das primeiras vezes havia se transformado em enfadonho. Logo que recobrei a consciência, ao sentir o calor sob minhas veias, tive novamente os calafrios e espasmos musculares de sempre. A voz eletrônica de timbre feminino e macio me soou então monótona.


Ciclo 69 - dia 1


— Olá, Dr. Pontes; seu turno; fluido resfriado em troca; conteúdo sanguíneo original ; choques térmicos registrados; temperatura oscilando: 34 a 36,4 º C.

— Computador, me passe nossa posição e data atual.

— Respondo pela denominação Mag; posição atual 2,2 anos luz da Terra; data terrestre vigente: dezembro / 3019.

— Então estamos viajando há 20 anos! Mag, previsão para órbita de Proxima Centauri b?

— 18 anos, 4 meses, 6 dias e 5 horas terrestres.

— A cabine de hibernação número 3 já foi lacrada?

— Sim, Dr. Pontes; temperatura corporal 34,2 º C.

— Mag, desconecte minha sonda alimentar. Abra a escotilha. Confira meus dados vitais.

— Controles efetivados, Dr. Pontes; a seu comando agora.


Novo turno. Rodízio crescente. Sou o número 4. Astrofísico e administrador de sistemas operacionais do Consórcio Espacial Interamericano (CEIA). Sempre acho divertido sair da cabine pressurizada e flutuar pelos compartimentos desertos da espaçonave. Mas desta vez, ao checar os monitores da tripulação e conferir que tudo está de acordo, surpreendentemente me sinto entediado.


Sem poder contemplar a imensidão espacial no interior deste caixão cinzento e quase sem visores, sou tomado pela monotonia das paredes metálicas e pela profusão de monitores e componentes eletrônicos.


O espelho em meu quarto revela o ser esquálido e barbado que nunca deixa de me assustar. Acho que o tempo passou um pouco mais devagar, porém. Nossa trajetória subluminal — 10% da velocidade da luz — talvez possa ter contribuído para isso. Mas é só especulação, sem base científica.


Me pergunto se chegaremos ao destino programado e me dirijo ao centro de comando, mas não sem antes perceber uma tênue e fugaz cintilação no reflexo espelhado: “ilusão, penso comigo".


26 de Março de 2021 às 15:53 6 Denunciar Insira Seguir história
5
Leia o próximo capítulo DESCONFIANÇA

Comente algo

Publique!
Isís Marchetti Isís Marchetti
Olá, Max! Tudo bem com você? Faço parte do Sistema de Verificação e venho lhe parabenizar pela Verificação da sua história. Ilusão ou não, sinto que algo muito maior ainda está por vir, haha. Eu acho incrível essa sua habilidade de escrever sobre vários tipos de textos, mas ainda sim deixando sua própria características nele, na verdade é até difícil conseguir explicar isso em palavras, mas eu sei que se eu lesse esse texto, mesmo sem saber de quem é a obra, eu ainda sim diria que é sua. Loucura, mas verdade. É como se você tivesse uma característica única na hora de escrever, mas que eu já saquei qual é, mas mesmo assim não sei explicar, haha. Vamos lá! A coesão do seu texto, ela está simplesmente maravilhosa, tudo que tem um começo, tem um meio e um fim, assim é com uma história no geral, com uma ação dentro de uma história ou com um acontecimento, e às vezes, por incrível que pareça isso acaba passando despercebido, não é o seu caso, claro. Quanto à estrutura, confesso que eu fiquei um pouco encabulada e com uma certa dificuldade em compreender quando o Computador tem um papo breve com o Dr. Isso porque o diálogo dela vem com alguns travessões e dá a impressão que vai cortar o diálogo para demonstrar algum acontecimento, o que não é o que acontece, ela continua falando pelo que eu entendi, então seria bom você trocar alguns travessões por vírgulas ou quem sabe pontos para não gerar mal compreensão. Quanto ao personagem, ele diz que ali ele não é o único, então conseguimos compreender facilmente que cada qual tem seu respectivo trabalho, me pergunto onde essa história nos levara. Outra coisa muito importante é que a personalidade dele de alguma forma foi bem frisada, dando a entender que tem algo muito além do porque ele estar ali, haha. Quanto à gramática, seu texto, como muitos outros da qual eu já li, está simplesmente maravilhoso e bem construído, apesar disso tem alguns apontamentos de vírgulas obrigatórias, que eu acredito que durante uma correção acabou passando despercebidos em: "Olá Dr. Pontes" em vez de "Olá, Dr. Pontes", "Sim Dr. Pontes" em vez de "Sim, Dr. Pontes" e "Controles efetivados Dr. Pontes" em vez de "Controles efetivados, Dr. Pontes" No geral, como todos os seus textos e história, essa é mais uma obra magnífica que você me proporciona o prazer da leitura. Desejo a você sucesso e tudo de bom e espero me esbarrar em você mais vezes. Abraços.

  • Max Rocha Max Rocha
    Olá, Isís (com vírgula, rsrsrs). Mais uma vez venho lhe agradecer pela sua simpatia e pelas sugestões ortográficas. Já fiz as modificações e espero não estar importunando vocês embaixadoras com a frequência dos meus textos. É um prazer ter acesso a estas interações. Um grande abraço do Fantasma. 1 week ago
Afonso Luiz Pereira Afonso Luiz Pereira
Grande Max, iniciamos aqui a aventura do Dr. Pontes e sua relação tumultuada com Mag, o supercomputador de bordo da Canopus. Já tive o privilégio de ler e, para aqueles que baterem os costados por aqui, recomendo a continuação deste conto de FC muito bem escrito e articulado pelo meu amigo. O Max quando escreve, mesmo em águas das quais ainda não navegou, procura sempre estudar e se informar sobre o que está "falando, além de sempre ter o cuidado de revisar seus textos. Portanto, amigo leitor, você pode ter certeza de ter uma texto de qualidade à sua frente.

  • Max Rocha Max Rocha
    Valeu Afonso. Obrigado pelas gentis palavras. E vamos navegando... 2 weeks ago
Arnaldo Zampieri Arnaldo Zampieri
Manda mais!

~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 5 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!