kintok_ Lucas Kintoki

1995, Ark County. Numa pequena área rural em Montana, nos Estados Unidos, um vírus desconhecido se alastra rapidamente e muros são construídos pra conter a cidade. Com uma conexão estranha aos infectados, Peter Walker tem que descobrir seus limites pra salvar quem é importante pra ele, a medida em que alguém, ou algo, estranho o cerca cada vez mais.


Suspense/Mistério Para maiores de 18 apenas.

#horror #terror #drama #mistério #suspense #hyperium #elizabeth #mason #amy #emma #peter #vega #zumbi #apocalipse #vírus #outbreak
2
4.0mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Volume 1 - Capítulo 1

"Gravação 1 - 13/04/2005- 21:32 - REPLAY

Meu pai não voltou pra casa hoje, minha mãe tá muito preocupada com alguma coisa e não quer me contar, recentemente eu tô ouvindo muito barulho vindo de fora de casa e a mãe não me deixa sair nem pra brincar nem pra ir pra escola, o que é bom, mas ficar sem meus amigos muito tempo é chato.


Gravação 2 - 15/04/2005- 08:21 - REPLAY

Minha mãe pediu pra eu arrumar as coisas que a gente ia viajar, mas meu pai ainda nem voltou pra casa, como que a gente vai deixar ele lá? Eu quero meu pai de volta, a mamãe tá surtando.


Gravação 3 - 16/04/2005- 14:32 - REPLAY

Eu tô sozinho em casa faz 5 horas, já ficando com medo, e se mãe não voltar? Ela prometeu que só ia comprar comida e que já voltava, mas foi a mesma coisa que o papai disse.


Gravação 4 - 16/04/2005- 17:47 - REPLAY

Mamãe voltou, ela tá agindo meio estranho, mas deve ser a preocupação com o que quer que 'teja acontecendo lá fora, ela não falou uma palavra desde que voltou.


Gravação 5 - 16/04/2005- 22:24 - REPLAY

Alguém me ajuda por favor, ela esfaqueou meu braço direito e tá sangrando muito, eu não sei por que ela fez isso eu 'tô com medo, por favor, se você ver isso me ajuda eu corri pra floresta, ela tá batendo na porta do banheiro, mas tem uma janela eu vou pular por ela ante-" e o resto foi corrompido.


Essa era a última gravação nessa câmera semidestruída que eu achei no banheiro, a porta também tava quebrada, mas aparentemente o garoto fugiu pela janela que se encontra encharcada de sangue. A esse ponto ele provavelmente já tá morto, pela data nos vídeos isso aqui foi gravado faz 3 meses, o corpo da mãe mencionada pela criança tá na sala com uma bala na cabeça que o James deu. "Qué que tu encontrou ai?" Eu ouço o irmão do James, David, gritando do outro lado da casa. "Uma câmera de uma criança talvez morta." Respondo.


"Talvez?" Ele pergunta vindo até minha direção e tomando o aparelho da minha mão. "Ele fugiu pela janela, mas 'tava ferido." Digo apontando pros cacos de vidro e o sangue. "Vai atrás dele, se ele foi infectado ainda deve 'tar por aí." Ele manda enquanto me empurra até a porta dos fundos. Sempre desse jeito, mandando eu matar o maior número de infectados possível. Já é de se esperar de um dos líderes da Coalizão, cujo lema é praticamente "matar tudo que não faz parte do grupo", bando de selvagens.


Eu saio da casa e sigo reto na direção da janela quebrada por uns 5 minutos, até encontrar um garoto de mais ou menos 10 anos em pé numa clareira, o braço direito dele estava amputado e a ferida parecia cauterizada, sua pele estava totalmente pálida e seu cabelo escuro completamente sujo, seu pijama estava completamente manchado de sangue. Ele estava que nem todos os infectados que não estavam em alerta, completamente parados, como robôs, então eu saco a minha 9mm e aponto para a cabeça dele, mas eu não consigo.


As vozes começam a gritar comigo, elas não querem que eu o mate, e eu também não quero. Eu guardo a arma e espero elas calarem a boca pra eu voltar.


"As vozes de novo?" ouço uma voz familiar atrás de mim, seguida de uma mão no meu ombro. "Não querem que eu mate o infectado Emma." respondo ela e volto a olhar pro garoto, "Pode voltar, eu resolvo isso, relaxa." ela diz e eu me levanto pra andar de volta pra casa no meio da floresta, "Valeu, desculpa." agradeço cabisbaixo.


"Eu tô aqui pra isso, Peter." Emma fala e puxa o gatilho.

25 de Março de 2021 às 14:17 3 Denunciar Insira Seguir história
3
Leia o próximo capítulo Volume 1 - Capítulo 1.1

Comente algo

Publique!
Isís Marchetti Isís Marchetti
Olá, Lucas! Tudo bem com você? Faço parte do Sistema de Verificação e venho para parabenizar pela Verificação da sua história. Eita, eita, e eita de novo. O que temos aqui, meu caro? Haha. Imagina se tivéssemos hoje em dia esse tipo de esquadrão para matar aqueles que foram infectados por essa droga de pandemia que estamos vivendo nos dias de hoje? Não consigo nem levar meu pensamento além sem saber que algo de muita merda estaria por vir. God nos free, né?! Eu achei que nesse primeiro capítulo, um ponto muito impressionante foi levantado, e que talvez acabe passando por despercebido, mas que no final fará sentido; as vozes! Algo me diz que não podemos ignorar esse detalhe, de forma alguma e que ele é algum tipo de peça para algum quebra cabeça que ainda não foi nem montado. Bom, vamos lá. A coesão e a estrutura do seu texto estão impressionantes. Achei incrível a forma que você trouxe uma narrativa mais despojadas, usando inclusive a escrita um tanto informal, na minha opinião o texto ficou com uma característica mais verossímil dessa maneira. Quanto à sinopse, ela já prepara o leitor para um encontro inevitável de que poderia ser algo real, o que é bem macabro se pararmos para pensar, mas macabro de uma forma muito boa, haha. Quanto à gramatica, apesar de você usar a linguagem informal, é notável o quão o texto é muito bem escrito e trabalhado. Tenho certeza que não foi fácil pensar em um plot desses e trabalhar nele de forma com que ele fique real. No geral, é uma ótima história e eu me pergunto o que é que ainda está por vir, acredito que muitas surpresas ainda ocorrerão. Desejo a você sucesso e tudo de bom. Abraços.
June 07, 2021, 17:13

  • Lucas Kintoki Lucas Kintoki
    muito obrigado mesmo pela review <3 vou levar essas palavras pro coração June 08, 2021, 10:41
André Barreto André Barreto
muito bom, gostei
March 25, 2021, 16:28
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 16 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Hyperium
Hyperium

Diante o crescimento repentino de novas tecnologias, a indústria da morte também se beneficia. Pessoas utilizando-se de armas nunca antes vistas ou até mesmo criando seu próprio exercito pessoal de criaturas robóticas são o novo perigo do mundo, portanto, um adversário considerável deve se colocar em frente a essa ameaça crescente. Esse adversário é a Hyperion, uma fundação que contém casos aos quais a humanidade nunca deverá saber. É nesse contexto que histórias como Outbreak, O Batedor e Kessinger se passam, cada uma contando um novo lado que é severamente afetado pela existência da fundação. Leia mais sobre Hyperium.

Histórias relacionadas