0
3.2mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Aquarela desbotada

A gente acorda todo dia e repete os mesmos atos. Somos autômatos conscientes. Mas estamos sempre querendo algo mais: a mulher do vizinho, a vida do famoso, o dinheiro do milionário e por aí vai. Dia após dia seguimos esta saga.


nos perguntamos o motivo porém? Quem sonha acordado é taxado de lunático; quem não tem desejos é enfadonho. Tipo "O feijão e o sonho".


Quem não sonha não vive, mas também quem não vive não sonha. Para acordar precisamos dormir, mas para dormir temos que sair da vigília. E o que é a vigília senão a capacidade de captar estímulos que vão gerar novos devaneios oníricos?


Talvez a verdadeira satisfação esteja no subconsciente de nossas mentes e o período desperto seja apenas uma baldeação para reabastecer nossas potencialidades imaginativas.


A aquarela de nossas vidas precisa de cores. As cores são fornecidas pelas situações diversas da rotina: o acaso, o insólito, o inesperado, o novo. Se a rotina comumente massacra, iremos almejar sempre as tintas mais frescas que não possuímos. As nossas próprias desbotam com o tempo e até mesmo se findam.


O segredo tão procurado em verdade é simples e está ao nosso alcance.


Vamos pintar o sete e outras coisa mais...

16 de Março de 2021 às 19:05 2 Denunciar Insira Seguir história
3
Fim

Conheça o autor

Max Rocha Um Fantasma literário ou alguém que apenas gosta de escrever... me interesso por ficção histórica e científica, suspense, misticismo e mistério com um toque de humor. Às vezes enveredo pelo tom crítico e motivacional do cotidiano. Escrevo ouvindo música instrumental relacionada com o tema no Spotify, ao lado da Duda, minha cadela australiana de 5 anos. The Phantom (O Fantasma) foi criado por Lee Falk, em 1936.

Comente algo

Publique!
Max Rocha Max Rocha
Valeu Arnaldo. Coincidentemente também relaciono o amarelo à luz e à alegria. E digo que seus textos são de muita sensibilidade... O vigésimo primeiro Fantasma vos protegerá... Abraços.
March 18, 2021, 14:24
Arnaldo Zampieri Arnaldo Zampieri
É o tipo de texto que eu mais gosto de ler. Quando a realidade é batida em um liquidificador, servida em um copo e depois é jogada na nossa cara. Já ouviu falar de sinestesia? Eu tenho isso com cores e coisas que não tem cores específicas. (tipo, dias felizes são amarelos). Foi só um comentário aleatório, mas relacionei com o texto. Sou seu fã Kit Walker! =)
March 18, 2021, 14:12
~