selenakmaiko Selena Maiko

Em meio ao altar, enquanto Minato esperava ansiosamente pela noiva, Jiraiya e Kakashi o ajudam a lembrar porque Kushina é a escolha certa para a sua vida.


Fanfiction Anime/Mangá Todo o público.

#akai-ito #fanfiction #minakushi #romance #naruto
Conto
0
463 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único

"Um fio vermelho invisível que une as pessoas que
estão predestinadas a ficar juntas, independentemente
do tempo, lugar ou circunstância. O fio pode esticar ou
emaranhar-se, mas nunca irá partir."

Lenda japonesa do Akai Ito


Eu não estava aguentando mais esperar pela Kushina no altar. Já fazia meia hora que ela estava atrasada para o casamento e aquela angústia da espera estava me matando! Logo eu, que sempre fui um exemplo de tranquilidade. Eu suava frio, as pernas tremiam e eu andava de um lado para o outro, ansioso. Ao meu lado estavam Jiraya e Kakashi tentando me acalmar.

— Relaxa, campeão! As mulheres se atrasam mesmo, é tradição de casamento. Ela nunca te abandonaria no altar. — Meu mestre pôs uma mão no meu ombro.

— Tenho que concordar, sensei. Kushina é uma mulher madura, que sabe o que quer. Se ela não está aqui ainda, é porque está se arrumando. Quando ela entrar por aquela porta, vai ver como toda a espera valeu a pena. Desejo toda a felicidade do mundo para vocês dois.. — Kakashi me tranquilizou.

— E por falar nisso, Minato, quem diria que um dia a ruivinha iria se deixar amar hein? Hehe — Jiraiya comentou rindo. Acabei acompanhando meu mestre.

— Kushina passou por muita coisa para chegar aqui, eu entendo que ela não foi com a minha cara logo de início, mesmo que eu não tivesse a intenção de machucá-la.

— Por falar nisso, sensei, quando foi que você conquistou aquele coração selvagem? — Kakashi perguntou, talvez para me acalmar enquanto o amor da minha vida não aparecia.

— Ah, ela me conquistou primeiro, sem dúvida. Nos conhecemos na academia ninja, com 12 anos. Eu era um garoto ainda, nem pensava em namoro. No dia em que Kushina foi transferida para a nossa academia, eu achei ela linda e o cabelo ruivo dava um charme em especial. Mas percebi que ela não estava feliz ali, parecia com medo e muito apreensiva. Resolvi falar com ela no intervalo, mas os moleques da academia foram mexer com ela antes disso, chamando-a de tomate por conta do rosto redondo. Mas eu não precisei interferir, ela deu um soco em todo mundo. — Eu ri comigo mesmo. — Infelizmente ela pegou distância de todos por conta disso. Quando eu tentei falar com ela no intervalo, ela gritou comigo perguntando se eu também iria chamá-la de apelidos ofensivos e saiu correndo antes que eu pudesse reagir.

— Kushina sempre foi forte, mas é isso que a faz incrível. — Jiraiya sorriu. Não pude evitar sorrir junto, era a pura verdade.

— Uns dias depois o irmão mais velho de um dos garotos que mexiam com ela veio brigar com a Kushina por bater no irmão mais novo. Ele era muito mais alto que ela e claro que Kushina ainda nem era gennin, estava completamente vulnerável. Ele iria acabar com ela, mas ele a fez ficar irritada, o que a fez ainda mais forte. Quando acabou, ela saiu chorando e eu nem pude dizer nada. Mas eu sabia que ela não gostava do cabelo dela. — Comento olhando para o tapete vermelho.

— Que difícil conversar com ela, não dava uma abertura! — Comentou Kakashi. Eu sorri.

— Um dia o clã Uzumaki foi pego em uma emboscada e poucos sobreviveram. Kushina saiu correndo o máximo que pôde, mas foi sequestrada por outra aldeia. E eu tinha que agir. Não podia perdê-la. Ela ajudou muito deixando uma trilha de fios de cabelo pelo caminho. É um cabelo inconfundível. Eu corri para salvá-la e usei minhas habilidades de ninja para desacordar os sequestradores. Ela estava exausta. Eu corri para pegá-la e prometi que ficaria tudo bem. E que não podia perdê-la. Acho que foi naquele momento que ela começou a gostar de mim, uma semana depois ela me chamou para sair.

— Foi ela quem chamou? Poxa, Minato! Não leu meu livro, né? Cadê a iniciativa? — Meu mestre reclamou e eu ri.

— Ela sempre foi muito decidida do que queria. É claro que eu aceitei sair com ela, era, é e sempre será a mulher da minha vida. Fomos comer ramen no Ichiraku.

— Kushina está sempre lá. Depois o filho de vocês nasce com cara de ramen não sabe porquê.

— Falar com o pai dela me deixou nervoso. Fiz questão de passar a melhor primeira impressão possível.

— Um clássico! O pai marrento da noiva. Como lidou com essa batalha, senhor Hokage? — Jiraiya sorriu.

— Ora, mestre, ainda não sou Hokage. Apenas me preocupo com o bem-estar da vila. Mas respondendo a sua pergunta, senhor Ashina me intimidou no início, mas eu sabia que ele só estava preocupado com a Kushina, as pessoas não costumavam receber ela bem. Eu o tranquilizei dizendo que cuidaria de Kushina com a minha vida e que a amava de verdade. Demorou um tempo para ele confiar em mim e entender que eu realmente não queria mal para Kushina.

— E hoje ele é o meu genro favorito. — senhor Ashina apareceu e bagunçou meu cabelo. — Desculpa a demora, rapaz. A noiva estava tendo um surto pré-casamento achando que não conseguiria entrar no altar. Ela será toda sua em alguns instantes. — Eu sorri largo.

— Obrigada por confiá-la a mim, senhor Ashina.

— Mesmo que eu não confiasse ela casaria com você de qualquer jeito. — Ele riu. — Ela te ama, rapaz.

— Eu não me arrependo das escolhas que fiz. Kushina foi, é e sempre será a mulher da minha vida. Tsukiyomi nos abençoou. O fio vermelho que nos une pode emaranhar-se ou quebrar, mas nunca irá partir.

A música começou e eu vi a mulher mais linda do mundo entrando por aquela porta ao lado do pai. Seu cabelo estava preso em um coque japonês e as borboletas douradas coladas no vestido e no cabelo deixaram ela ainda mais linda.

— Sabe, Kakashi, sensei, Kushina passou por muita coisa para chegar aqui e ela confia em mim para apoiá-la. Eu vou amá-la, respeitá-la e cuidá-la com a minha vida. E se um dia Kami nos permitir ter um bebê, ele será a mistura perfeita de nós dois. — Sorri imaginando esse dia.

Kushina veio exuberante até o altar e pegou na minha mão, dando o sorriso mais lindo que já vi na vida. Queriasempre vê-lo enquanto eu vivesse.

— Demorei muito, querido? — Ela perguntou. Eu sorri ainda mais e beijei a testa dela.

— O que é uma hora de espera para um amor que tem uma vida inteira pela frente?


T

H

E


E

N

D

.

.

.

?

23 de Janeiro de 2021 às 12:36 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Selena Maiko 🇧🇷🇯🇵 Brasileira de coração japonês. 🤐 Selena K Maiko é meu pseudônimo; 🚫 Não tenho descendência nipônica; 💖 Escrevo fantasia e drama; 👑 Evangélica, 18 anos.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~