blueming Cristina Azevedo

— Desculpe! Foi a última coisa que escutei antes de sentir lábios macios sendo escostados nos meus. Espera... Eu estava beijando alguém!? Não, como assim? O que eu deveria fazer? Qual a coisa sensata a se fazer quando um estranho que você nunca viu na sua vida e poderia ter herpes passada da saliva de outra pessoa estava encostando a boca na sua boca? Eu deveria empurra-lo, isso! Mas antes que eu pudesse tirar satisfação com o garoto que cometeu tal atrocidade, uma mão com unhas rosa choque puxa sua blusa pela gola. — Quem é essa, essa... Mesquinha Seokjin!? ✰ Plágio é crime, então você já sabe o resto, né? Estamos entendidos. ✰ 04.12.1992


Fanfiction Bandas/Cantores Todo o público.

# #Jungkook #Taehyung #Jimin #Hoseok #Yoongi #Seokjin #Namjoon #Bts
0
526 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Quartas-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

✰ 01| O Dia Marcado Para História


— Oh, o que será de mim? Uma pobre camponesa perdida na mata sobre a luz fluorescente e a água desse lindo riacho. Macacos me mordam! Peixes flutuantes...


— CORTA!


Okay. Pelos meus dons matemáticos, eu tinha levado essa muito bem. Se bombear, colocaria minha mão no fogo por essa atuação incrível que acaba de acontecer. Willian Shakespeare ficaria com inveja desse enredo sensacional, Romeu e Julieta!? Puff, qual é, essa já é manjada demais. A minha tinha história, arte, algo complexo dentro de algo complexo...


— Que porcaria foi essa!?


— Como? — pergunto boquiaberta ao diretor de arte cênicas que estava a alguns metros distante sentado em uma daquelas cadeiras aconchegantes que viciados em League of Legends desejam ter.


— Você não pode apresentar... Isso Louise. Te demos duas semanas para preparar um roteiro legal, e tudo que você faz é: Macacos me mordam!? — ele abana aos mãos para cima como estivesse batendo em uma mosca irritante invisível.


Como ele podia falar assim dos meus anos assistindo pica-pau?


— Mas...


— Você fez o que nessas férias? Era tempo suficiente para dar o seu melhor, procrastinou enquanto ia ao show da Peppa Pig na shopping center?


Sim!


— Não! Claro que não... Eu só tive um bloqueio criativo.


O que não era de total mentira. Eu tinha ido sim ao show da Peppa Pig com meus amigos, mas foi porque eles insistiram com isso. Ninguém podia me culpar por ter adultos com mentalidade de crianças no mesmo ciclo social que eu.


Olha, veja só, irei explicar como tudo ocorreu... Flashback fica ligado!


|🎭|


Estava eu deitada em um espreguiçadeira ou, como muitos conhece, a boa e velha rede, quando meu celular que deveria estar no silencioso tocou.


Deixei meu caderno em que fazia anotações brilhantes sobre como meu trabalho de casa poderia ser algo incrível, e me apressei a atender o aparelho.


— Lou, Lou! Escuta isso!


Assim que os primeiros vestígios de som passa pelo meus tímpanos, corro ao afastar o celular dos meus ouvidos. Não muito distante, podia ouvir incansáveis batidas desgovernada e algum instrumento de sopro sendo maltratado sem sincronia. Logo mais escuto o que seria a televisão ligada e... Espera... Aquela voz era do Namjoon?


— O que diabos está acontecendo aí!? — grito para Taehyung poder me escutar.


— Formamos uma... — ele faz uma pausa — Espera, como é o nome disso aqui mesmo!? — ele grita para quem quer que estivesse ali escutar. Alguém grita pra ele de volta. — Isso! Formamos uma banda. — uma buzina é assoprada bem perto do celular fazendo eu afastar o aparelho novamente e não escutar a última parte.


— Uma ciranda? — pergunto incerta voltando a ligação.


— Quem é Miranda?


— Miranda? Eu não tô falando de nenhuma Miranda, estou perguntando qual ciranda.


— Nós não vamos pra Holanda, Lou.


— O que tem a Miranda? — escuto a voz de Jimin do outro lado.


— Não é Miranda gente...


— Lou disse que vamos pra Holanda! — Tae grita fazendo o barulho cessar.


— Por que vamos pra Holanda? — Namjoon pergunta com a voz mais audível.


— Tem a ver com uma tal de Miranda, acho que é amiga nova dela. — Tae explica o inexplicável.


— Eu não disse Miranda! Perguntei qual ciranda. — falo com uma pontada a menos de paciência.


— Qual criança? — a voz de J-hope chega animada.


Aliás, quantas pessoas estavam ali?


— Ela deve estar falando do show da Peppa Pig que o circo novo trouxe! — Jimin diz ansioso.


— Eu não...


— Vai ter um show da Peppa? — Taehyung diz com a voz impressionada.


— Gente...


— Nós vamos, né? — sua voz pergunta eufórica. Podia muito bem imaginar seu sorriso quadrado no rosto e seus grandes olhos brilhando de animação.


— Eu não estava falando da Peppa Pig, queria sab...


— Ela disse que adora a Peppa! Passamos na sua casa às 18:00.


Com isso, Taehyung desligou a chamada sem se quer me explicar o porquê de ter ligado. Três horas depois pararam em frente da minha casa com o som do carro nas alturas enquanto vestiam roupas coloridas e tinha seus rostos com detalhes de porquinhos desenhados.


|🎭|


Certo, mas agora devem estar se perguntando o que isso tem a ver com o meu trabalho de teatro já que foi somente por uma noite. A razão é: não tem razão pra isso. Somente tinha que jogar a culpa em alguém para evitar dizer que estive procrastinando nas últimas duas semanas. E ninguém melhor do que meus amigos que viviam fazendo algo de inovador.


— Olha Louise, eu gosto muito de você e sabe disso não é mesmo? — confirmo de cabeça baixa e com pequenos acenos — Então escute, eu quero esse trabalho feito até a próxima aula, e não esqueça que você não pode fazê-lo sozinho, tem que arranjar um par.


— Mas, eu não preciso de um!


— Você não pode fazer um diálogo com uma pessoa, sem outra pessoa! Deixei claro a duas semanas atrás, já estou sendo bem tolerante, huh?


Confirmo em silêncio e olho cabisbaixa para a mesa bonita do diretor. Queria um gole daquele suco... Desvaneio meu desejo pelo líquido que estava em cima da sua mesa quando escuto a campainha que tinha a função de dizer que sua apresentação acabou e que o próximo poderia entrar.


— Tchau Louise, boa sorte no seu trabalho.


— Obrigado senhor Jeon. Eu vou conseguir.


Inferno! Obsessão! Desgraça! Como eu ia fazer um trabalho que não fiz em duas semana em dois dias!? Eu estou perdida. Não! Calma Lou, as coisas no desespero é mais emocionante... Vai ficar tudo bem, vamos pensar positivo, um milagre vai agarrar seus braços e vai ser incrível.


— Desculpe!


Foi a última coisa que escutei antes de sentir lábios macios sendo escostados nos meus. Espera... Eu estava beijando alguém!? Não, como assim? O que eu deveria fazer? Qual a coisa sensata a se fazer quando um estranho que você nunca viu na sua vida e poderia ter herpes passada da saliva de outra pessoa estava encostando a boca na sua boca?


Eu deveria empurra-lo, isso!


Mas antes que eu pudesse tirar satisfação com o garoto que cometeu tal atrocidade, uma mão com unhas rosa choque puxa sua blusa pela gola.


— Quem é essa, essa... Mesquinha Seokjin!?


|🎭|


Louise na faculdade sou eu na escola, deixar pra fazer tudo no desespero. Tuts tuts tuts┗(•ˇ_ˇ•)―


Que beijo foi esse Seokjin!? E quem foi que chegou para atrapalhar o momento romântico em? Hmmmm...

20 de Janeiro de 2021 às 17:11 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Continua… Novo capítulo Todas as Quartas-feiras.

Conheça o autor

Cristina Azevedo ☄️| ℍ𝕖𝕝𝕝𝕠, 𝕪𝕠𝕦 𝕒𝕣𝕖 𝕨𝕚𝕥𝕙 𝔸𝕦𝕥𝕙𝕠𝕣. 𝐄𝐥𝐚 𝐧𝐮𝐧𝐜𝐚 𝐩𝐚𝐫𝐞𝐜𝐢𝐚 𝐚𝐠𝐫𝐚𝐝𝐚́𝐯𝐞𝐥. 𝐄𝐥𝐚 𝐩𝐚𝐫𝐞𝐜𝐢𝐚 𝐚𝐫𝐭𝐞, 𝐞 𝐚 𝐚𝐫𝐭𝐞 𝐧𝐚̃𝐨 𝐝𝐞𝐯𝐞𝐫𝐢𝐚 𝐬𝐞𝐫 𝐚𝐠𝐫𝐚𝐝𝐚́𝐯𝐞𝐥, 𝐝𝐞𝐯𝐞𝐫𝐢𝐚 𝐟𝐚𝐳𝐞𝐫 𝐯𝐨𝐜𝐞̂ 𝐬𝐞𝐧𝐭𝐢𝐫 𝐚𝐥𝐠𝐮𝐦𝐚 𝐜𝐨𝐢𝐬𝐚. ~ 𝑬𝒍𝒆𝒂𝒏𝒐𝒓 & 𝑷𝒂𝒓𝒌 •◦ 🔹| 𝐁𝐥𝐮𝐞; 🦋| 𝐁𝐮𝐭𝐭𝐞𝐫𝐟𝐥𝐲; 📖| 𝐁𝐨𝐨𝐤𝐬; ➂ | 𝐍𝐮𝐦𝐛𝐞𝐫; 💿| 𝐕𝐢𝐧𝐭𝐚𝐠𝐞; 🖌️| 𝐀𝐫𝐭; 🌱| 𝐍𝐚𝐭𝐮𝐫𝐞.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~