ritagomez Rita Gomez

A chuva era a sua utopia, seu estado ideal, e enquanto ela caia demasiada sobre si, Sasuke Uchiha permitiu-se apenas aproveitar a sensação de liberdade que o rodeava. A imagem da capa não me pertence. História da minha autoria. Plágio é crime!


Fanfiction Anime/Mangá Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#yaoi #naruto #sasuke #narusasu #sasunaru #sasunarusasu #fuffly #sns
Conto
6
3.9mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

A chuva era a sua utopia






Não era da sua natureza demonstrar o que de fato estava sentindo. E, quem o visse naquele momento, perguntar-se-ia o que uma pessoa tão fria quanto ele estaria fazendo ali, perdido em devaneios em meio ao caos fluvial daquele final de tarde.

A chuva era a sua utopia, seu estado ideal, e enquanto ela caia demasiada sobre si, Sasuke Uchiha permitiu-se apenas aproveitar a sensação de liberdade que o rodeava. Fechou os olhos suspirando, de forma profunda. A máscara de seriedade que ele habitualmente usava fora substituída por uma de pura paz, que lhe conferia ares quase etéreos.

Outrora, Sasuke até gostava de ficar sozinho na chuva, pois aquele era o único momento em que ele podia liberar tudo o que prendia dentro do peito e que o dominava negativamente. Era ali, oculto pela água límpida, que ele deixava sua dor transbordar e suas lágrimas silenciosas mesclavam-se a chuva de forma intrínseca.

Porém, naquele instante, Sasuke estava apenas aproveitando a água abundante, fazendo agradecimentos silenciosos, enquanto seu coração batia compassadamente no peito, envolto pela imagem ofuscante de um certo alguém.

Muita coisa acontecera em sua vida nos últimos tempos, e agora Sasuke não via mais necessidade em deixar-se banhar por aquelas gotas límpidas e gélidas, que antes tinham apenas a função sumária de carregar para longe todo a sua dor demasiada. Em seu presente, existia alguém que era capaz de tirá-lo do eixo e sufocá-lo com as mais diversas sensações e sentimentos que Sasuke descobrira amar com afinco.

Repentinamente, enquanto ele permanecia inerte em pensamentos, a chuva parara, mas o seu barulho persistia. Sasuke abriu os olhos e constatou que ela continuava caindo em milhares de pontos cristalinos ao seu redor, porém algo impedia que ele continuasse a recebê-la sobre seu corpo.

Sasuke olhou para o inesperado acompanhante, uma sobrancelha erguida em dúvida e expectativa. Em resposta recebeu um sorriso vívido, resplandecente, e fora impossível não sorri de volta, mesmo que de forma contida.

Sasuke não sabia exatamente quando Naruto Uzumaki passara a significar o seu tudo, mas também não era como se aquele fato fosse de extrema importância, afinal, se a chuva era a sua utopia, aquele ser cheio de energia e calor abundante era a sua realidade concreta, ainda que muitas vezes fosse completamente inconveniente.

Naquele momento o Uzumaki trazia consigo um guarda-chuva de cor berrante e Sasuke praguejou em pensamento, pois mesmo de maneira silenciosa, seu dobe era capaz de causar um grande estardalhaço. Contudo, o Uchiha ignorou este pequeno detalhe, pois há muito tempo ele aprendera que, se você encontra alguém que está disposto a caminhar com você na chuva, não a deixe escapar.

20 de Janeiro de 2021 às 13:46 0 Denunciar Insira Seguir história
2
Fim

Conheça o autor

Rita Gomez Escritora de drama. Amante sim de finais felizes, mas realistas, afinal, na vida nem tudo sai da forma como esperamos.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~