oak Rodrigo Carvalho

Um Cavaleiro encapuzado invade a terra sagrada de Odin atrás de algo. Em sua busca, cruzará com diferentes inimigos até atingir seu objetivo. Qual o motivo dele estar ali? O que ele busca? Quem são seus opositores? Essa sãos algumas perguntas que você descobrirá ao ler essa história curta de 5 capítulos. [AVISO IMPORTANTE] Essa história usa o universo de Saint Seiya (Cavaleiro dos Zodíaco), criado por Masami Kurumada. Apesar disso, os demais personagens são de autoria própria.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas. © Masami Kurumada

#aventura #asgard #fanfic #cdz #universoalternativo #saintseiya #cavaleirosdozodiaco #ação #cavaleiros-do-zodiaco #cavaleirosdeouro #odin #atena #goldsaint
0
2.6mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo 01

[Madrugada. Neva. Os ventos frios congelam até dos ossos os mais frágeis]


Por dentro de prédios abandonados há séculos, atravessando o escuro, a figura envolta de um manto branco surge para a fraca claridade das tochas.


Do outro lado, alguns homens vestindo pesadas roupas para se proteger do frio e carregando lanças, escudos e espadas - ainda que deixados de lado, tentam se aquecer em uma das grandes fogueiras que também servem para iluminar a noite escura.


A figura envolta do manto caminha indetectável até poucos metros do grupo. Não faz som, não libera calor, seus passos não pesam no chão, o único movimento que diz que ele não está estático é o tremular colérico do manto que o cobre.


— Estranho! Recue, você está em uma Terra Sagrada!— Fala um dos guardas com tom severo.

A figura encoberta ignora o comando e continua a seguir seu caminho - que não o fará cruzar com o grupo.

Alguns pegam suas armas, outros fitam a figura invasora sem face.


— Você será morto se der mais um passo!— Bradou outro guarda que já portava sua arma e escudo. As chamas refletem em seus olhos dando um aspecto semidivino ao seu semblante.


Os guardas o cercam, ainda que a figura sem rosto continue a se mover para a mesma direção desde que chegou - o Palácio Valhala.


— Morra e seja enterrado sem um nome em sua lápide!— Gritou o guarda ao avançar impiedosamente na direção do invasor.


A lâmina percorre um arco no ar e, mesmo estando escuro, com pouca visibilidade, ela brilha como se a força de Asgard a guiasse em seu caminho. O manto é atingido, penetrado, e o guarda pode sentir a resistência da carne sendo rasgada.


O golpe atinge o flanco da figura encoberta, parando-a.


Uma rajada de vento poderosa joga o manto que cobria o invasor para trás revelando sua forma verdadeira. O guarda recua com sua espada embebida.. embebida em sangue?


O brilho dourado invade os olhos de todos os guardas, as fogueiras se apagam subitamente, deixando ainda mais em evidência a claridade proveniente da figura recém-descoberta.


O ar se enche de hesitação. Olhos cheios de receio, passos para trás, medo. PAVOR.


A lua cheia surge no céu, a tempestade se abre sob aquele local. A luz ilumina seu corpo, sua armadura dourada. Seu rosto está semi encoberto, mas os guardas podem ver seu sutil sorriso, sua expressão de paz, seus olhos fechados que demonstram a ordem em que sua mente se encontra.


Todos sabem de onde veio, ninguém sabe quem é. Mas podem sentir a chama acalentadora de um ser encantadoramente mortífero.


...continua

15 de Dezembro de 2020 às 03:20 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Capítulo 02

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 4 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!