esternw Ester Cabral

Entranhado na cacofonia da cidade grande, tudo que Jonas desejava era um pouco de silêncio. Um carro a buzinar, uma pessoa a gritar, o trovão a ribombar, o vento a soprar, a água a correr... Cada mínimo detalhe vibrava de uma maneira diferente para ele. E pior: estavam sempre desafinados. E Jonas era uma das únicas pessoas capazes de ouvi-los em sua riqueza de detalhes. Além do silêncio, o universitário - que ironicamente escolheu como sua área a Música - desejava apenas esquecer de sua missão. A cada geração, um número indeterminado de pessoas nascia com a habilidade de ouvir a sinfonia do universo, que, em seus bilhões de anos, nunca esteve perfeitamente afinada. Jonas era apenas mais um a tentar encaixar seu acorde nessa canção sem fim. Desacreditado de si mesmo, sentia-se incapaz, ainda mais quando todas as vibrações soavam erradas para si. Exceto uma. Talvez Jonas não precisasse procurar sozinho as respostas para seus dilemas.


Romance Contemporâneo Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#romance #drama #música #drabble #estrelas #Fresno #viagens
3
4.1mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Sexto andar

Olá olá, meu povo!
Bem, antes de lerem, algumas coisas sobre essa história. Ela foi feita para participar do Desafio de Drabbles do Nyah! Fanfiction de 2020, então foram 31 capítulos, cada um com 100 palavras exatas e uma palavra chave.

Essa história, originalmente, seria para participar de um desafio de álbuns musicais, mas, como eu não consegui na época e gostei tanto da ideia, pensei e achei que seria melhor adaptá-la para o formato de drabble. Então, estamos aqui!

Palavra do dia: azemel.
[substantivo masculino]
1. Indivíduo que conduz .azêmolas ou bestas de carga.
2. Conjunto de tendas ou barracas para alojamento provisório de pessoas.

XXX

As portas do elevador escancararam-se e Jonas deixou seu sexto andar para trás. Pianíssimo.
Tentou atravessar a rua e um carro buzinou, furando o sinal. Crescendo.
Caminhou pela multidão, falando e falando e ... O ápice. Os instrumentos da orquestra em uníssono. Sua vontade era reger o invisível.
Então, o caos. Um apressado esbarrou fortemente, fazendo-o derrubar o celular de suas mãos. A música parou. O crescendo cessou.
Jonas olhou ao redor. Estava cercado pelos camelôs, que mais pareciam um azemel em fila.
Gritos, ofertas, buzinas, conversas sem sentido e uma melodia caótica. Recolocou os fones e simplesmente voltou a caminhar.

XXX

Sexto Andar: https://youtu.be/HZd0gVnHOzY

Como eu disse, essa história é inspirada no álbum A Sinfonia de Tudo Que Há da banda Fresno, então alguns capítulos terão títulos das músicas do álbum e eu colocarei o link delas nas notas finais, caso alguém queira ouvir.

11 de Dezembro de 2020 às 18:21 0 Denunciar Insira Seguir história
4
Leia o próximo capítulo Nuvens em formação

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 30 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!