I
Izzy Hagamenon


As vezes só queremos que vejam quem nós somos de verdade.


Histórias da vida Todo o público. © História original

#medo #239 #sentimentos
Conto
2
1.5mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Olhos

Olhos, vejo vários pares deles me observando em todo lugar. Olhos esses que transmitem luxúria assim que encaram meu corpo, decido me fechar e fingir que não estão ali.

De repente aparece uma pessoa em meu recluso mundinho, ela parece enxergar como sou por dentro e conseguir me entender. Dou minha mão a essa pessoa e começamos a caminhar juntos na estrada da vida. Com o passar do tempo vejo que essa pessoa e eu não estamos na mesma página de nosso relacionamento, enquanto quero falar de livros fofos e filmes clichês que adoro para que possamos rir juntos, essa pessoa está interessada em saber se pode me tocar e me elogiar a cada 5 minutos.

Adoro elogios, mas elogios variados e não elogios que falam de formas diferentes que sou bonita. Gostaria de escutar que jogo xadrez muito bem, que danço muito, que tenho um ótimo gosto para livros, ou que tenho um bom senso de humor e não que tenho um rosto bonito. Quanto mais percebo essas diferenças do que eu gostaria para o que eu recebo, vejo que essa pessoa me via, mas não via a minha alma.

Até o dia que capto um brilho em seu olhar, um que me lembra os pares de olhos que me perseguem. Apenas espero que nunca chegue o dia em que seus olhos se tornem idênticos àqueles. Idênticos o suficiente para que eu não consiga distingui-los no meio da multidão.

16 de Novembro de 2020 às 21:35 0 Denunciar Insira Seguir história
2
Fim

Conheça o autor

Izzy Hagamenon Apenas uma jovem mulher que gosta de colocar seus sentimento no papel, uma que tenta transmitir seu ponto de vista sobre o acontece no mundo.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~