silvamaro Gabriel Amaro

Beatriz nota algo estranho em seu espelho. Ela está se aproximando, mas lembre-se: não fale, não veja, não ouça. Conto vencedor do desafio #Arrepiainks.


Horror Histórias de fantasmas Impróprio para crianças menores de 13 anos. © Todos os direitos reservados

#horror #terror #conto #medo #espelho #arrepiainks
Conto
8
6.8mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

No Espelho

NO COMEÇO, OUVI APENAS os bipes eletrônicos de aparelhos hospitalares. A escuridão em minha volta não afetava só minha visão; eu conseguia senti-la. Sua presença era tão forte, tão pungente, que tornava meu vazio ainda mais solitário. Não é fácil descrever o vácuo que me acometia, mas me parece adequado caracterizá-lo como infinito e solitário. A dor que eu sentia ultrapassava a tristeza ou a mágoa; não era nada tão frívolo. Ela se tornava fatalmente intrínseca. Os bipes eletrônicos se misturam ao choro desmoderado de uma mulher; me soa tão familiar. É minha mãe, mas por que ela implora por perdão?

O vazio retrocede e sinto minha essência retornando; o turbilhão de incertezas existenciais preenche o vácuo cruel e eu acordo. Minha cama está tão quente quanto meu corpo; me sinto febril. Após massagear minhas têmporas e me esforçar para esquecer o pesadelo cabalístico, me levanto e estico o corpo tenso. Esfrego os olhos ainda sonolentos e espio o relógio na cômoda: oito da noite. Acordar nessas horas é tão absurdo quanto esperar sonhos agradáveis de sonecas da tarde. Sinto um calor repentino subir meu corpo. Será que estou doente?

Caminho até meu guarda-roupa; só um banho será capaz de me forçar a voltar ao normal. Abro as portas do móvel e vejo o inconcebível: o reflexo no espelho do guarda-roupa não é meu. O grito de pânico escapa de mim instantaneamente. Me afasto do espelho com o coração apressado e estudo a imagem com mais atenção; enxergo uma mulher parecida comigo, mas seu corpo carbonizado torna difícil identificá-la. Encaro seus olhos castanhos arregalados e sinto vontade de gritar ainda mais; o desespero em seu olhar me causa arrepios. Ao contrário de mim, a invasora se aproxima do espelho, se rende ao desalento e abre a boca em um berro silencioso.

Mesmo assustada com a aparição, sigo o exemplo da mulher carbonizada e encurto a distância entre ambas de nós; quando me aproximo, seu corpo se incendeia e eu finalmente ouço seu grito agonizante, não com a minha audição, mas internamente, como se ela estivesse aqui dentro. Fecho as portas do guarda-roupa velozmente e me afasto até cair sentada em minha cama. É desafiador respirar entre tanta confusão e nervosismo; tusso mais e mais até que meu desconforto é interrompido por duas batidas rápidas na porta do quarto. Minha mãe não aguarda uma resposta antes de entrar.

— Que grito foi esse, Beatriz? — perguntou ela. — Teve um pesadelo?

Minha mãe usa um luxuoso vestido violeta de seda e seu cabelo preto está meticulosamente ajeitado; ela está de saída. Não consigo responder de imediato: ainda ofego com o espanto causado pela imagem aterrorizante no espelho.

— Tive, mas não foi isso — explico entre arfadas. — Eu vi algo no espelho.

— Viu o quê? — Eu me encolho na cama quando ela caminha até o guarda-roupa e abre suas portas. — Não tem nada aqui.

Tento ignorar meu medo e estico o corpo para olhar o espelho: lá está ela, os olhos ardentes me encarando.

— Ainda tá aí!

— Beatriz, me escuta. — Mais séria do que estou acostumada a vê-la, minha mãe fecha as portas e continua em tom mais baixo. — Você não viu nada. Não fale, não veja, não ouça. Eles não podem descobrir que você sabe.

— Oi?

Minha desorientação é tão urgente que acabo esquecendo o medo.

— Volto mais tarde. Senti uma energia ruim na casa hoje, então deixei algumas velas acesas, não se assuste. — Sem mais explicações, ela se retira do quarto e logo ouço o portão de casa bater.

Decidindo ignorar a estranheza do começo de noite, me isolo no banheiro e ligo a água quente. O vapor se acumula rapidamente e só consigo olhar o espelho quando sei que não verei reflexo algum. Para minha surpresa, vejo algo pior: a palavra “acorda está escrita no vidro embaçado. Ouço os bipes eletrônicos novamente; estão mais altos. Tento sair dali, mas a porta está fervendo e a fumaça já invade o banheiro através de suas frestas. Minha pele arde e minha consciência queima, grita e retorna ao meu despertar. Sinto as incertezas me abandonarem e o vazio me dominando. Uma única questão me atormenta:

Quantas vezes viverei este dia até despertar do coma?

28 de Outubro de 2020 às 17:26 27 Denunciar Insira Seguir história
19
Fim

Conheça o autor

Gabriel Amaro Oi. Sou Gabriel, tenho 24 anos e sou estudante de Letras - Português/Inglês na UFRJ. Eu escrevo desde uns 10 anos e quero dividir minhas ideias malucas com o mundo. Apesar de escrever de tudo, meu foco sempre foi fantasia, sci-fi e terror. Odeio finais felizes, mas nunca se sabe quando vou surtar e seguir por esse caminho.

Comente algo

Publique!
E. M. Vicente E. M. Vicente
Show, colega. Adorei o plot twist.
February 24, 2021, 21:17
Biana Vendramini Biana Vendramini
Meus deuses... Que história genial! A cada linha que eu lia a tensão e a curiosidade de saber o que iria acontecer a seguir só aumentava e para no final ter um plot twist de explodir o cérebro. Eu sou muito fã desse gênero e estou me dedicando a ele. Tenho certeza que suas histórias vão me inspirar muito 🤩🤩🤩
November 22, 2020, 04:07

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    Muito obrigado por ter lido e pelas palavras, significa muito ler coisas assim!!! 🖤🖤 November 22, 2020, 11:55
Karina Zulauf Tironi Karina Zulauf Tironi
Gabriel, que conto foi esse?? Caramba, achei incrível toda a construção que fez, todo o suspense, o caminho aterrorizante até o ponto final. Foi um conto rápido, mas que me prendeu do começo ao fim, surpreendendo-me completamente! Meus parabéns pelo primeiro lugar!
November 11, 2020, 20:19

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    Muito obrigado por ter lido e por todos os elogios, de verdade! Depois passo no seu perfil e dou uma olhada nas suas obras! November 11, 2020, 20:25
CC C Clark Carbonera
Gabriel, parabéns pelo primeiro lugar!! Foi merecido e essa capa nova aí ficou maravilhosa!! Espero poder competir com você de novo no próximo desafio hahahaha
November 05, 2020, 15:02

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    Obrigado por ter lido e pelo reconhecimento! A capa ficou incrível mesmo, e pode deixar que no próximo desafio a gente compete e cria mais histórias interessantes hahahaha November 05, 2020, 17:40
ℕ𝕚𝕔𝕠 ℕ𝕚𝕔𝕠
AMO um bom suspense psicológico e o seu conto ficou perfeito nesse quesito! Achei super tenso, e ainda saí cheia de perguntas hahahah parabéns
October 30, 2020, 10:47

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    Muito obrigado pelos elogios e por ter lido!!! October 30, 2020, 16:17
Tomas Rohga Tomas Rohga
Conto excelente
October 29, 2020, 22:23

Lara One Lara One
Cara, essa me arrepiou do início ao fim. o.O
October 29, 2020, 21:25

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    fico muito feliz por saber!! obrigado por ter lido! October 29, 2020, 22:17
Inkspired Brasil Inkspired Brasil
Olá, Gabriel! Gostaríamos, primeiramente, de agradecer a sua participação no #arrepiainks! Ver vocês, autores, abraçando este desafio, se dedicando e trazendo histórias excelentes, nos deixou extremamente felizes! Agora, falemos de seu conto. O conceito foi realmente surpreendente, mostrar o coma no ponto de vista de quem está nessa condição e tender para um terror psicológico foi uma ideia brilhante, e muitíssimo bem trabalhada. Sua escrita e a ortografia do texto são excelentes, além de que o próprio enredo e as personagens foram bem desenvolvidas. E que mãe misteriosa! Suas frases e comportamentos despertam a curiosidade do leitor, que tenta ligar os pontos como em um mistério até que consiga desvendar a trama por inteiro. Perguntas como “quem seriam eles?”, “por que não podem descobrir o que Beatriz sabe?” e “para onde vai sua mãe?” pairam no ar. O ato de olhar através do espelho para ver a verdade, o outro lado ou coisas que não estão neste mesmo plano astral, nos lembrou um pouco a cena inicial do filme Constantine, onde o protagonista utiliza um espelho para prender um demônio que está em nosso mundo. Beatriz estaria vendo a verdade ao olhar para seu reflexo, tendo um vislumbre do real estado de seu corpo? Parabéns pela sua história e obrigada, novamente, pela sua participação neste desafio! No mais, reiteramos que os vencedores do desafio serão anunciados em 29/10 — hoje — através do Facebook. Fique de olho! Seu nome pode estar na lista. (; Um abraço, Equipe de Comunidade da Embaixada Brasileira do Inkspired.
October 29, 2020, 19:21

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    muito obrigado pelo desafio e por todo reconhecimento! vocês são demais! October 29, 2020, 20:50
amy ⛓️ amy ⛓️
Olá, Gabriel. Como vai? Eu sou a Amy, uma das embaixadoras responsáveis pelo #arrepiainks! Em breve você receberá um comentário mais completo, feito através do perfil oficial da Embaixada, mas vim aqui deixar minhas impressões individuais sobre a sua história. Afinal, excesso de incentivos é o único que não faz mal. ♡ Primeiro, deixa eu te elogiar pelos elementos que usou no design. A capa e o banner com certeza deram um tchan a mais para a sua história, que de conteúdo... foi perfeita! Você conseguiu utilizar muito bem elementos de horror psicológico e foi construindo a tensão aos poucos até o momento da revelação ao fim. Enquanto lia, fiquei desesperada tentando entender o que estava acontecendo com a mãe assim tão fria enquanto Beatriz se desespera com seu reflexo no espelho. Os sentimentos foram muito bem transmitidos, meus parabéns! No mais, o resultado do desafio vem ainda hoje, logo mais. Ansioso? Um abraço e até logo. :D
October 29, 2020, 14:33

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    Oi Amy! Obrigado por ter lido, pelo desafio e pelo incentivo, de verdade! É muito gratificante conseguir desenvolver algo razoavelmente complexo em 700 palavras e perceber que agradou! Ansioso demaissss October 29, 2020, 14:59
Alexis Rodrigues Alexis Rodrigues
mano maaaaaaano eu bolei mil coisas na minha mente tentando ver se encaixaria no final e fiquei feliz e surpresa vendo que minhas teorias tinham nada a ver com o que estava rolando! AMEI <3 acho que é a primeira história envolvendo coma e sendo de terror que eu leio e adorei! <3
October 29, 2020, 01:27

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    Muito bom saber que consegui chocar quem gosta de imaginar teorias, até porque eu também sou um desses kkkkkkk obrigado por ter lido!! October 29, 2020, 14:57
Lua Baldonado Lua Baldonado
Você sempre descreve as suas histórias tão bem e eu tô fascinada com o rumo que a história levou, realmente muito bom.
October 29, 2020, 01:23

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    Obrigado por ter lido!!! E olha só, nem me fale de descrição que nisso você que brilhaaaa October 29, 2020, 14:56
Karimy Lubarino Karimy Lubarino
Sem orrr! Tô no chão com essa história! A cada parte, pensei se tratar de uma coisa pra no final perceber que errei em todas elas hahahahaha e amei isso! Sem contar o clima de tensão, que preenche toda história. A narrativa tá demais, devorei cada linha rapidinho. Parabéns pela história 🥰
October 28, 2020, 23:27

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    Obrigado por ter lido! Fico muito feliz de ter conseguido surpreender hahaha October 29, 2020, 14:55
CC C Clark Carbonera
Uaaaa, não esperava por esse final: primeiro pensei na possibilidade de looping dentro de um pesadelo (o que não deixa de ser, se formos analisar); depois que poderia ser uma assombração dentro da casa por causa da fala da mãe. Maaaas quando voltamos ao início da história, percebemos que você deu de bandeja a pista sobre o coma! Muito legal a história, parabéns pela publicação e por ter participado desse desafio, Gabriel!!
October 28, 2020, 18:51

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    As possibilidades eram muitas mesmo hahaha Obrigado por ter lido e gostado, parabéns por participar também! October 28, 2020, 18:57
Isís Marchetti Isís Marchetti
Aaaaaah... que conto incrível! Fiquei tão fascinada e envolvida, foi tudo tão tenso e horrível e esse final? Foi um Plot Twist muito bem elaborado! Adorei o conto e boa sorte no desafio.
October 28, 2020, 17:57

  • Gabriel Amaro Gabriel Amaro
    Até eu achei super tenso. Muito obrigado por ler e pelos elogios, boa sorte também! October 28, 2020, 18:00
~