kanon_sensei Kanon Sensei

O que você faria se viajasse no tempo 3.ooo anos a frente e visse um futuro que nunca imaginaria que pudesse existir? Saber que a humanidade foi extinta após a terceira guerra mundial e os que sobreviveram sofreram mutações por causa da radiação. Hope e seus amigos viajaram no tempo e suas vidas mudará para sempre


Romance Romance adulto jovem Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#poderes #guerra #luta #guardiões #viagem-no-tempo #deuses #titãs #aliens #espíritos #magia
1
494 VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo

Hope

Acordo e vejo árvores ao me levantar olho nos lados e vejo mais árvores "uma floresta", lembro que estava com meus amigos e estavamos vendo a máquina estranha que meu pai tinha mandado pra mim, então tudo começou a tremer e depois não lembro de mais nada.
Me levanto e começo a andar, onde estou?

— aí minha cabeça — fala uma voz masculina, olho pro lado e vejo Max — você está bem, Hope?

— sim

— ONDE EU TÔ, PORRA — Roger grita — o que está acontecendo, Hope?

— ei fica calmo, Roger — Max fala tranquilamente

— SAI DE CIMA DE MIM, CARALHO — Nelly grita e sasha sai faz de cima dele — tinha que cair em cima dos meus ovos?

— desculpa — sasha fala envergonhada — o que está acontecendo, Hope?

— porque está perguntando pra mim, cacete? — pergunto brava e minha cabeça dói — merda — falo e levo a mão na cabeça

— tudo bem, Hope — max pergunta preocupado

— minha cabeça está doendo

— cadê a Jordan? — Roger pergunta

— aqui em cima — fala e olhamos pra cima e vemos ela sentada num galho — como vim parar aqui em cima?

— desce daí, mulher — max fala

— farei isso assim que descobrir como

— então pula que te pego — max fala e a mesma fica olhando pra ela — confia em mim — fala e a mesma pula e ele consegue pegá-la — você é bem leve — fala e sorri e Jordan fica vermelha e o ciúmes bate, mas não demonstro

— então alguém sabe o que aconteceu? — sasha pergunta ao tocar no meu ombro e olho pra ela — a última coisa que lembra foi quando ligamos a máquina estranha que era do pai da Hope

— também lembro — Roger fala — você sabe que máquina era, Hope?

— estávamos todos juntos quando ela chegou, como vou saber — pergunto irritada — desculpa minha grosseria, Roger — falo e desvio meu olhar — temos que descobrir que lugar é esse e como viemos parar aqui

— acho que a máquina era de teletransporte — Nelly fala e todos olham pra ele — essa é a única explicação

— talvez — falo e começo a andar e os outros me seguem — porque meu pai só mandou a máquina depois que eu completasse 25 anos? Isso é muito estranho, ele nunca falou dela antes — pensei

— aí meu pé — Jordan fala e olho pra trás e a mesma se abaixa e pega uma placa de aço — Califórnia

— porque tem uma placa de carro na floresta? — Roger pergunta ao se aproximar dela e pega a placa — ela está detonada — fala e fica olhando e depois joga no chão — devemos está próximo da pista

— o mais estranho que tem uma placa da Califórnia no Brasil — Nelly fala

— se aqui for mesmo o Brasil — max fala — vamos continuar — fala e volta a andar e fazemos o mesmo — você está bem, mesmo Hope? — pergunta ao se aproximar

— só estou com dor de cabeça, mas fora isso estou perfeitamente bem — falo e sorrio

— fico feliz em ouvi isso — fala ao colocar a mão na minha cabeça e meu coração acelera

— gente — Jordan chama e olhamos pra trás — quem são eles? — pergunta e aponta pro lado e olhamos e vemos seres grandes com armadura encima de criaturas que nunca vimos antes

— que merda é essa? — Roger pergunta e os seres vem até nos e nós cercam — o que faremos, Hope?

— e eu que sei — falo rápido e fico olhando pro seres — ele são enormes — pensei — CUIDADO, NELLY — grito ao ver uma lança indo já direção dele e o mesmo desvia rápido — como fez isso?

— não sei. Meu corpo ficou mais leve e me movimentei mais rápido — Nelly fala sem acreditar e algo enrola no meu tornozelo e puxa me fazendo cair — HOPE — Nelly me grita

— ELES VÃO MATAR A HOPE — sasha grita, então consigo me sentar e seguro a corda e uso minha força e puxo ela fazendo o ser cair da criatura — mas o que?

— estou forte — falo sem acreditar e tiro a corda do meu tornozelo e começo a puxar ela pra mim fazendo o ser ser arrastando no chão — você mexeu com a garota errada, cara — falo e sorrio, então começo a rodar fazendo o ser se levantar no ar — você já era — falo e paro, então puxo a corda pra mim e o ser vem na minha direção e dor um soco nele

— PORRA! como você fez isso, mulher? — Max pergunta ao se aproximar e de repente escutamos um rígido alto — que merda vem agora? — pergunta e olho pra trás e vejo um ser de armadura dourada numa criatura voadora, então ele desce da criatura — cuidado, Hope — Max fala e alguns segundos o ser está na minha frente

— ele é rápido — pensei — quer levar um pipoco igual o seu amigo, grandão? — pergunto seriamente e o ser fica me olhando e vejo que ele tem olhos vermelhos

— fêmea — o ser fala em inglês e fico olhando pra ele, então ele tira o elmo e vejo que tem traços felinos — quem são vocês? — pergunta com a voz alta

— ele fala inglês — max fala e só concordo com a cabeça

— somos humanos — respondo em inglês — que lugar é esse?

— Gaia. Vocês se diz ser humanos, mas eles estão extintos á 3.000 anos. Então como são humanos?

— 3.000 anos — falo e fico paralisada — em que ano vocês estão?

— 5.020 — responde e fico paralisada

— impossível — Max fala sem acreditar — a máquina do seu pai, era máquina de viagem no tempo

— só pra não ser chato. Vocês podem traduzir pra aqueles que mal sabe falar português — Nelly fala ao se aproximar

— viajamos no tempo. Esse tempo é 5.020 — respondo e os outros ficam paralisados — viajamos 3.ooo anos a frente do nosso tempo

— mas porque tudo é mato? — sasha pergunta

— humanos, venham comigo — fala o ser e o mesmo pega meu braço e começa a andar

— ei — falo e o mesmo rosna pra mim me deixando de olhos arregalados — ele rosnou igual um animal — pensei — aonde vamos?

— pra nossa aldeia. O professor vai falar com vocês

— qual é seu nome, grandão?

— gray

— prazer, Gray. Sou Hope — falo e sorrio

— não é hora pra ser legal, Hope — Max fala bravo — vai saber o que vão fazer conosco e você está sorrindo pra esse ser estranho. Perdeu o juízo, mulher?

— só quis ser simpática, chato — falo e mostro a língua pra ele

— idiota — max fala

— você que é idiota

— porque vocês não namoram logo — Roger fala e minha cara queima de vergonha — faz tempo que temos aguentar essa merda e ainda não tomaram vergonha na cara pra ficarem juntos

— só somos amigos, Roger — Max fala e sinto uma dor no peito

— sim — falo triste

— também já estou namorando — Max fala e abraça o pescoço da Jordan — com essa linda mulher — fala e sorri e seguro pra não chorar

— quando vocês iriam nos contar? — sasha pergunta brava e volto a olhar pra frente

— é recente — Jordan fala envergonhada — tudo bem, Hope?

— está. Porque não estaria? — pergunto firme e sem olhar pra trás

— nada não — Jordan fala

22 de Outubro de 2020 às 06:34 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Capítulo 1

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 3 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!