gabriely-azuos1594947953 Gabriely Azuos

O que faria ao reencontrar uma velha amiga assassinado alguém em um beco escuro? Ligaria pra policia? Bem, o que posso dizer que essa foi a única coisa que Luke Miller não fez, e o motivo você não acreditaria.


Suspense/Mistério Para maiores de 18 apenas.

#258 #suspense #serialkiller
2
701 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 30 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Uma nova sensação

No começo de sua adolescência Luke vinha enfrentando problemas para expor sua identidade, sentia-se preso em uma encenação eterna, nada que ele fizesse era tolerado, isso o irritava, muitas vezes causando momentos desagradáveis. Isso possivelmente causou sequelas, Luke acabou ficando um jovem mais fechado, sentia muita raiva aquilo parecia consumi-lo. Com o tempo a raiva virou um tipo de arrogância.

Luke sentia-se mentalmente mais forte que outros da sua idade, este pensamento o deixou mais crítico e seletivo com seus relacionamentos, procurava por pessoas com que se identifica-se mentalmente, e desprezava todo o resto.

E em um belo dia Luke teve um oportunidade que mudaria sua vida para sempre. Era uma manha normal, pouco antes da escola, ele procurava seus coturnos na lavandeira, devido a chuva do dia anterior. Quando pra felicidade de Luke o gato do seu vizinho Jerry estava usando as mesmas como caixa de areia, isso deixou ele com o sangue fervendo, e fez com que, sem hesitar, Luke pegasse o pequeno animal pelo pescoço enquanto o gato se debatia tentando se soltar, mas era inútil pois o garoto apertou o mesmo até ouvir um estalo assim soltando seu corpo sem vida. Luke acabará de matar um ser, e isso lhe deu uma das melhores sensações de sua vida, mas agora ele tinha um pequeno problema, o que fazer com aquele gato morto. O garoto pensou rápido e colocou o gato em uma sacola de lixo, aproveitando que o caminhão de lixo passaria em alguns minuto ele recolheu o resto do lixo do apartamento e desceu para se livrar das provas. Ao chegar no térreo avistou o caminhão se aproximando e colocou as sacolas com o lixo e o gato junto dos outros lixos e subiu como se nada tivesse acontecido.

De volta ao apartamento, Luke lavou seus coturnos e pegou outro calçado para ir ao colégio. Ao sair pela porta viu seu vizinho e colega de classe Jerry procurando pelo gato com um pote de ração na mão.

- Luke? É Luke ne? – Falou Jerry chamando a atenção do Luke.

- Oi. – Falou Luke friamente.

- Por acaso você viu um gato siamês? Minha mãe o deixou sair e eu não o encontro. – Luke por algum motivo sentiu vontade de rir, mas conteve-se.

- Não, nem sabia que você tinha um gato. – Luke sempre fora bom em contar mentiras. O outro garoto percebeu que estava na hora da escola e voltou para pegar a sua mochila.

Luke desceu a escadas e parou em frente ao prédio em e por algum motivo que ele não sabia, na hora ele sorriu ao ver o caminhão de lixo no fim da rua, ele seguiu andando e logo a visitou seu Amigo Jeff alguns metros a frente.

- Ei Jeff. - falou com empolgação.

- Luke, qual a boa cara? - Luke logo ficou sério acho melhor não contar o incidente do gato ao amigo.

- Nada, conseguiu terminar a lição de historia? - Jeff suspirou e olhou pra Luke desapontado.

- Só dessa vez.- Ele não disse nada mesmo tendo feito o dever, riram e seguiram caminhando ate a escola.


🔪🔪🔪🔪🔪🔪


Na frente da escola, Luke e Jeff esparravam seu outros dois amigos Cami e Rick. O jovem loiro observava as lideres de torcida e questionava sua utilidade, assim como a dos atletas, você não é especial só por que sabe correr atras de uma bola e joga-la em uma cesta.

Tudo normal, ate que uma coisa fora do comum chamou sua atenção as lideres de torcida estavam fazendo alvoroço por conta do garoto novo e as irmã dele. Que segundo elas era muito esquisita, ele logo pensou que esquisitices são a praia dele e a Cami chegou falando.

- O garoto novo é lindo demais, e tão dizendo que ele é mais velho ate que os caras do time.

- isso significa que ele burro. - Falou Jeff com arrogância.

- Ficaram sabendo dos novatos. - Chegou Rick atrasado como sempre.

- A Cami já falou.- Luke passo a mão no seu cabelo e continuo olhando ao longe.

- Não, eu falei do cara gato, não sabia que haviam mais de um. Como você sabia? - Cami questionou fazendo o jovem loiro finalmente olhar para os seus amigos.

- An... - Cami me o olho como fosse um idiota.

- Terra chamando Luke. ta bem cara ?- falou Jeff olhando pro seu rosto.

- Acho que ouvi as lideres de torcida gritando sobre isso, são irmãos. - Todos o olharam estranho.

- Não sabia que o Luke era fofoqueiro.- Falou a jovem gotica de cabelos pretos.

- E eu não sou. Elas estavam gritando.- falou Luke tentando se defender, sem ao menos saber pro sentia essa necessidade.

- acho melhor entramos antes que alguém sente no meu lugar preferido da aula do senhor Thurman. - Falou Rick tentando quebrar um pouco da tensão gerada por nada.

- que seria? - indagou Cami.

- bem longe dele.- Todo riam e foram andando.


Luke adentrou o colégio, se esse ano demoraria muito para passar.

Enquanto andava pelo corredor percebia a agitação e ansiedade por conta de duas pessoas que não conheciam e que provavelmente foram enviado pra esse lugar completamente sem vontade como ele.


-Luke! - o loiro olho pra o lado e logo seus amigos pararam.- Pode me dizer o que é isso? - falou a Diretora González olhando para seus pés.

- São tênis diretora.- Luke estava sempre de coturnos e a diretora nunca tinha implicado com ele por conta disso, mas o que surpreendeu ao grupo foi a diretora sorrir e dizer.

- Que bom que finalmente, descobriu o código de vestimenta da escola.- o garoto não disse nada, nem si quer esboçou um sorriso.- pode ir. - Luke virou de costas e sentou vontade se rir, após se afastar alguns metros a Cami e sua língua grande comentaram sobre o ocorrido.

- o que foi aquilo? - questionou em meio a risada enquanto entravam na sala.

- não faço ideia, nem sabia que ela sabia meu nome.- todos riam e foram pro fundo da sala. Logo após se sentar arrumou o capuz como e costume, mas algo chamou sua atenção do lado de fora da sala, na porta da sala do outro lado do corredor Luke avistava, uma pessoa de cabelos cinzas escuro com pontas vermelhas, ele nunca tinha visto nada assim. Logo sua visão fora obstruída pela entrada da diretora com um rapas alto de cabelos escuros, olhos azuis bem intesos,muito bem arrumado e com excesso de perfume. Luke abaixou a cabeça sobre os braços e fez como de costume.

- Essa é a sala do seu mentor.- o menino podia ouvir a diretora falando com o rapaz de cabelos escuros.- Jefferson Lee. - Ao ouvir o nome de seu amigo Luke levantou levemente o rosto.

-Luke.- o jovem loiro olhou para diretora.- Pode vir aqui?- Luke jogou a touca pra trás e foi em direção a diretora.

-Jeff, pode apresentar a escola pro Jake?- Luke podia sentir o amigo se corroendo de raiva, mas o que podia fazer? Era o melhor aluno do ano em que estavam. Jeff e Jake logo saíram da sala e Luke já podia ouvir Jeff tagarelando sobre como funciona o Colégio.

- Ok, deixe ver... Ah Luke. Eu preciso de um favor. Geralmente quem faz o Tour pela escola são os melhores alunos de cada ano, mas a senhorita Lewis do primeiro ano não está presente hoje. Então com apesar de certa situações, o senhor ainda é um dos melhores alunos deste Colégio e acredito que não importaria de deixar de dormir nesta aula para apresentar a escola para a Senhorita Moon.

- Eu tenho escolha? - questionou o loiro bagunçando o cabelo.

- Luke, apenas vá. - O loiro olho pra sua mesa onde Rick e Cami estavam fofocando sobre algo e saiu da sala logo depois esbarrando com uma pessoal.

- Desculpe. - Luke pode ouvir a diretora respirar fundo.

- Vênus, esse é o seu guia.- Luke se afastou da moça, passou a mão na nuca e estendeu a a outra.

- Luke Miller. - a menina olhou pra cima e deixou Luke encantado, a garota era extremamente pálida, ele não sabia se era por conta do cabelo, mas tinha a impressão de sua pele também ser cinza. Os olho da garota foram o que mais o encantou, olhos de cores diferentes o esquerdo era um âmbar tão claro que quase era amarelo brilhante e o outro era um azul quase cor de safira como os do garoto.

- Pra onde vamos ? - falou a cinzenta sorrindo. O que faz o Luke sair do transe e perceber que provavelmente estava encarando a menina a muito tempo, pelo menos tempo o bastante pra diretora ir embora.- Você nunca fez isso antes ne?- Luke podia perceber que ela estava desconfortável.

- Que tal começarmos pela área externa do Colégio ? - ela sorriu e olho pra baixo e Luke por impulso, segurou no pulso da menina e saiu andando, ele só percebeu que estava segurando seu pulso quando já estavam em frente ao ginásio.

- desculpe.- Luke percebeu que estava meio sem jeito ao lado dela. A cinzenta tirou um maço de cigarros de seu bolso e acendeu um.

- Não é permitido fumar aqui.- ela olhou pra ele.

- não estamos do lado de fora? - Luke ainda meio sem jeito pegou o cigarro dos seu dedos jogou no chão e pisou.

- Eu disse que não pode fumar no Colégio. Meu amigos Jeff e Rick tomaram advertência por isso. - ela riu.

- quem diria que nerdão de óculos é mais legal que o esquisito de moletom.- aquilo deixou Luke irritado.

- a esquisita aqui é você. - ela começou a rir ao perceber que Luke tinha caído em suas provocações e isso espantou Luke.

- Eu sei que sou esquisita. Minha mãe geralmente me obriga a usar lente de contato pra me deixar menos assustadora.- a garota fez garras com as mãos e abriu bem a boca que fez Luke reparar em seus lábios bem vermelhos.

- Ei estranha. - ela riu estava entrando no ginásio.- não pode entrar aqui.- ela olhou pra ele já abrindo a porta.

- por que? - o som de gemidos altos saiu pela porta que logo bateu e Luke puxou a garota em direção ao campo de futebol, levando a para baixo das arquibancadas e olhando os atletas saindo do ginásio.

- olha.- falou apontando pra entrada do ginásio.

- Caras fortões. O tipo de babaca que lembra meu irmão.- A garota pegou outro cigarro e acendeu após isso colocou na boca de Luke e disse:

- Traga.- Luke se sentia intimidado pela primeira vez na vida, logo começou a tossir. O que fez a cinzenta rir.- Achei que tinha dito que seus amigos fumavam.

- Exato , eles fumam eu não.

- Me desculpe, de verdade é que eu me sinto a vontade com você.- A garota realmente se sentia a vontade ao lado de Luke pela primeira vez em muito tempo ela estava na presença de alguém que não via ela como uma criatura deformada. Ela deu outro trago e se sentou no chão próximo ao Luke que já estava sentado.- posso fazer uma pergunta?

- pode.

- Vem muito aqui?- Luke estava tão distraído aquela manhã, que a levou pro lugar onde ele vai com os amigos.

- Sim.- O garoto puxou seu capuz e fechou os olhos.

- Você parece cansado. Não gosta de se divertir?- o comentário da garota fez Luke lembrar da sensação que experimentou pela manhã, e sem perceber ele sorriu.

- Talvez sim, talvez não. Isso pende do que você acha divertido.- falou o loiro abrindo os olhos.- Agora apaga essa coisa e vamos. Esse colégio e grande. - Vênus ficou impressionada em como ele mudou. Ela se levantou arrumou o suéter que parecia ser duas vezes maior do que ela e foi andando logo atras dele.

🔪🔪🔪🔪🔪🔪


- E por fim esse é o circo de horrores, vulgo refeitório.- Luke estava feliz com fim do Tour e sentou- se em uma das mesas.- esta livre. - falou ele passando a mão na nuca.

- E se eu quiser ficar?- falou a cinzenta sentando ao lado de Luke.

- Faça o que quiser. - falou o rapaz levantando e saindo do refeitório. Deixando Vênus sozinha o que deixou a garota curiosa pra conhecer mais do loiro.


Logo os jovens começara a entrar no refeitório e algumas garotas da esquipe de torcida se aproximaram dela.

- Você é a irmã do Jake Moon, não é ? - A cinzenta olhou pra todas aquelas garotas usando uniforme curto e se lembrou do quanto sua mãe à implorava pra se enturmar, o que gerava muita discursão em sua casa já que a aparência de Vênus não era nada convencional e a mesma se recusava a usar as lentes corretivas e pintar seu cabelo.

- Sim. - falou a jovem sorrindo falsamente.

- Acho que vamos ser grandes amigas.- Vênus respirou fundo e desejou voltar cerca de dois minutos no tempo para ter ido atrás do jovem loiro.


Enquanto isso no corredor, Luke andava olhando pro chão enquanto tentava ignorar os pensamentos que ele tinha sobra a aparência da jovem cinzenta.

- Aquele cara é mais um idiota.- Luke procurou em volta após ouvir a voz de Jeff, o loiro andou até a sala mais próxima e lá estavam seus amigos falando sobre o irmão da garota.

- Luke, como foi o passeio. - ele enteou na sala.

- Normal, só mostrei a escola pra garota.- todos ficaram esperando ele continuar, mas o silêncio pairou pela sala.

- Não notou nada de diferente nela? - perguntou Cami que aparentava estar energizada.

- Deveria? - o loiro sentou- se na mesa e pegou um salgadinho do pacote aberto ao seu lado.

- A garota parece um fantasma e eu ouvi que ela tem olhou diferentes. - Luke por um momento lembrou da cor do seus olhos e esboçou um leve sorriso.

- um é um azul bem intenso e o outro e quase amarelo. - falou loiro jogando um salgadinho na boca.

- mas ela é bonita? - Luke olhou para franzindo o cenho estranhando a pergunta de Rick .

- Que diferença isso faz ? - perguntou o Jeff querendo acabar aquela conversa possivelmente por perceber que seu amigo estava ficando desconfortável.- o Irmão é outro babaca pro time de futebol e eu não tenho interesse nesse assunto.

- Eu tenho treino agora. - Luke se levantou e se dirigiu a saída da sala sendo seguido por Jeff.

- Se eu não for hoje o treinador me mata.- Falou o jovem mais alto.

- Não pode se escondera pra sempre na piscina, Luke. - Falou Cami provocando o loiro, que continuou andando.

- Ela tem razão. - Falou Jeff ao seu lado.

- Não pode se esconder do mundo dentro daquela piscina. - O loiro sorriu o que fez o moreno sorrir também.

- Sabe que o treinador vai pegar no seu pé.

- Quem não pega no pé do CDF de óculos fazendo atividade física. - Luke se lembrou de quando o pai de Jeff o obrigou a entrar pro time de natação. Era isso ou o time de basquete.


🔪🔪🔪🔪🔪🔪

- Já pra água mocinhas, dez voltas pra pra esquentar. - Luke olhou em volta e se aproximou do treinador que deu sorriso ao vê-lo. - Como se sente Luke? - questionou olhando para o braço do Loiro.

- Estou ótimo, aqui a permissão medica. - Luke falou entregando o laudo do seu medico para o treinador que olhou rapidamente e colocou o papel no bolso.

- Lee! anda me evitando é garoto? - Falou o homem careca fazendo Jeff se aproximar dos dois.

- Treinador, eu tava ocupado com um trabalho de física. Aí não consegui vir aos treinos. - o treinador cerrou brevemente os olhos e logo abriu um sorriso.

- Acho bom ter tirado um dez. Agora já pra água vocês dois. - O garotos se posicionaram e logo pularam nas raias e seguiram nadando.


Algumas voltas depois Luke parou, e se apoiou na borda da piscina, enquanto recuperava o folego e tentava se conscientizar que a dor em seu braço era por conta das semanas de ociosidade e não pelo seu machucado que seu medico afirmará que estava sarado. Ele avisou Vênus junto com a Alice Sunflower a ex-namorada de Rick que era editora do jornal da escola e presidente do clube de fotografia que claro fornecia as imagens pra o jornal e consequentemente para o anuário. O loiro puxou ar para os seu pulmões e logo voltou a nadar.






28 de Outubro de 2021 às 23:29 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Não é possível voltar atras.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 4 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas