geninbat GeninBat

O curto diálogo de um homem com a mulher mais nevada já existente.


Conto Todo o público.

#243 #236 #301
Conto
0
504 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Único

E então, como quem não quer nada ela se aproximou. Eu tremia feito um Pincher, meu coração estava a mil por hora. Não esperava que ela viesse daquela forma, tão bela quanto uma gélida noite de inverno.


— Vamos indo? – Perguntou. – Já está na hora.


— Mas ainda é cedo. – Respondi.


Ela sorriu, e de uma forma tão vagarosa e delicada, pôs sua mão fria e aconchegante como uma brisa a meia noite sobre meu rosto.


— Querido, sabe que não é verdade. Não complique as coisas.


— ...Tem razão.


Nesse momento, o silêncio pairou sobre o ambiente. Em um súbito beijo pude saborear aqueles lábios glaciais, tão vermelhos quanto o sangue.


Meu coração, tão feio e tão pobre se calou com o beijo da morte.



17 de Outubro de 2020 às 01:44 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

GeninBat Memento mori

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas