_wangji Lívia Oliveira

Após esperar por mais de uma década por Wei WuXian, Lan WangJi finalmente se vê capaz de viver o amor da sua vida e de alcançar a felicidade. No entanto, uma série de desafios e provações são lançadas no caminho dos parceiros de cultivação, colocando seu relacionamento a prova. O casal agora se vê obrigado a restaurar o mundo da cultivação e enfrentar qualquer coisa que o coloque em risco, sem deixar de se imporem àqueles que ameacem seu relacionamento. Novas aventuras se sobrepõem, seriam eles capazes de superar todos os problemas em seu caminho?


Fanfiction Seriados/Doramas/Novelas Para maiores de 18 apenas.

#xicheng #weiwuxian #lanwangji #thegrandmasterofdemoniccultivation #modaozushi #wangxian
9
578 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 10 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Calmaria Além das Nuvens

Primeiro Livro

O Último Suspiro Busca pelo Renascer Dourado.

Capítulo 1 • Calmaria Além das Nuvens



Já havia se passado um ano após o ocorrido no Templo Guanyin e, consequentemente, da morte de Jin GuangYao, e já faziam alguns meses que Lan WangJi havia retornado a Gusu junto de Wei WuXian. Muitos problemas surgiram depois daquele incidente e muitas dúvidas ainda estavam presentes. Era uma situação extremamente delicada. Dia após dia aliados de LianFang-Zun eram perseguidos e presos por muitos daqueles que buscavam por "justiça".


Ainda era manhã nos Recantos da Nuvem e o casal se encontrava no Jingshi. Lan WangJi encontrava-se sentado em uma posição impecável, como de costume, e frente a ele estava situada uma pequena mesa e sobre ela uma pilha considerável de papéis. Ele os lia e os avaliava com grande atenção, tratava-se dos relatórios dos Júniores a respeito de uma caçada noturna de poucos dias atrás. A atenção do mestre Lan apenas fora desviada quando escutou um murmúrio que já lhe era incrivelmente familiar.


Do lado oposto do cômodo, jogado e esparramado sobre a cama, encontrava-se Wei WuXian e os murmúrios anteriores haviam sido dele, demonstrando que não demoraria muito para que ele acordasse. Lan WangJi se levantou e andou sutilmente pelo local, sem fazer barulho algum, e não demorou muito para que se aproximasse da cama. Em princípio, observara atenciosamente seu amado, passando os olhos por seus cabelos desgrenhados que caiam por parte de sua face e em seguida pelo robe branco parcialmente aberto que deixava parte de seu torso a mostra.


Os olhos da segunda jade Lan deslizaram tranquilamente, aproveitando a imagem à frente de seus olhos. As marcas espalhadas pelo corpo, vestígios da noite anterior, se destacavam na pele alva de Wei WuXian, trazendo uma certa satisfação para o mais velho. Gostava de marcá-lo, amava quando ele se tornava seu de corpo e alma. Depois de uma observação tão minuciosa finalmente fora capaz de toca-lo, acariciando seu corpo, fazendo com que o menor se mexesse de forma manhosa sobre a cama e abrisse minimamente seus olhos.


─── Lan Zhaaan... ─── chamou o mais velho de forma manhosa enquanto o encarava, ainda sonolento ─── Me deixe dormir mais um pouco, huh? ─── um pequeno bico se formou em seus lábios ─── Er-Gege foi muito cruel ontem à noite!


Os lábios de Lan WangJi tomaram o formato de um sútil sorriso enquanto seus dedos esguios deslizavam pela aquela parte de pele exposta, contornando cada mordida e cada marca roxa presentes nela. Costumava mima-ló muito e por isso ele se tornava mais manhoso a cada dia que passava. Wei WuXian sempre reclamava e suplicava, no entanto, suas palavras não representavam nem um pouco seus desejos. Apenas buscava pela atenção do Lan.


─── Wei Ying, está tarde. ─── seu tom de voz fora suave e agradável e em seguida sentou-se sobre a cama.


Suas palavras foram mínimas, como de costume. Em seguida, seus dedos se deslocaram até a face do mais novo, acariciando-a com cuidado. Lan WangJi suspirou brevemente ao não notar reação alguma no marido, Wei WuXian havia adormecido mais uma vez. O mais velho abaixou sua cabeça e por fim deu um carinhoso e demorado beijo na testa do menor.


O maior se levantou da cama, deixando o amado aproveitar mais um pouco de seu sono. Logo depois, deixou o quarto, no entanto, não demorou mais do que alguns para que retornasse. Lan WangJi havia retornado com um pouco de água quente e com uma pequena cesta de frutas. Ao entrar no quarto, ainda se deparou com a figura do mais novo adormecido e, assim, resolvera preparar a tina para o banho matinal do outro.


Tendo terminado de preparar a tina, dirigiu-se novamente até a cama. A abordagem desta vez acabara por ser mais agressiva, Lan WangJi tomou seu marido em seus braços, puxando-o para seu colo logo após se sentar na cama, de forma que as pernas do mais novo rodeassem sua cintura, e beijou ferozmente seus lábios. Desta vez, Wei WuXian despertou imediatamente, retribuindo o beijo fervoroso com a mesma intensidade. O menor sentiu seu corpo esquentar e o aroma frio de sândalo de seu parceiro inebriava aos poucos os seus sentidos, entregando-se cada vez mais aos braços do Lan. Seus lábios se separaram por um breve instante e dando oportunidade para que seus olhares se encontrassem. As mãos de Lan WangJi deslizavam carinhosamente pelas costas de seu marido, acariciando-as e ao mesmo tempo buscando sentir por seu calor.


─── Er-Gege sabe muito bem como me acordar. ─── disse o menor em um tom provocativo e exibindo um grande sorriso entre seus lábios.


Nenhuma outra palavra fora trocada, uma das mãos de Lan WangJi subiram de encontro com a nuca do menor e agarrou seus cabelos, puxando-os e fazendo Wei WuXian grunhir. Os lábios se encontraram mais uma vez, sedentos um pelo outro, trocando línguas e mordidas a todo instante. O corpo do menor correspondia à altura do momento e sua ereção já transparecia em suas vestes. Agora, não desejava nada além de seu marido.


A segunda jade Lan também não escondia seu desejo naquele momento, Wei WuXian era capaz de sentir o volume do membro do mais velho roçando sob seu corpo e não demorou para começar a provocá-lo. Não deixou de beija-lo por sequer um instante desde então, sua língua invadia intensamente a boca do mais velho enquanto mexia seu quadril em um vai e vem ritmado, envolvendo o pescoço do maior com seus braços, assim usando seu corpo para proporcionar prazer ao marido.


─── Er-Gege vai me foder de novo? ─── murmurou sem vergonha alguma entre os beijos trocados, brincando com seu próprio quadril e deslizando seus dedos pelos fios longos do cabelo do Lan ─── HanGuang-Jun sempre tão exigente...


Lan WangJi já começava a sentir que poderia perder o controle a qualquer instante, cada palavra o fazia desejá-lo mais e mais, era algo que somente Wei WuXian era capaz de fazer. Suas mãos novamente deslizaram pelo corpo do mais novo e por fim encontraram-se com suas nádegas, apertando-as fortemente, buscando envolvê-las com seus dedos, e forçando-o a se movimentar mais bruscamente.


─── Ahhhn... Lan Zhan! ─── gemeu ao sentir seu corpo esquentar mais com a atitude do homem que tanto amava, sendo abafado por um beijo quente e apaixonado, acompanhados por mordidas que faziam seus lábios incharem, e empinando cada vez mais sua bunda, pedindo inconscientemente para recebê-lo dentro de si.


Lan WangJi ainda pressionava fortemente as nádegas de Wei WuXian para que ele se movimentasse fazendo-o grunhir, sentido o corpo quente e manhoso em cima de si, esfregando-se com vontade, movimentos que o faziam desejar possuir o corpo de seu amado de uma só vez. Seus lábios se separaram mais uma vez, as testas permaneciam encostadas, o menor arfava e gemia com ansiedade.


Agora, seus olhos dourados cintilavam enquanto encaravam o homem a sua frente, emitindo uma aura selvagem e que fazia Wei WuXian corar com certo constrangimento. Ele parecia devora-lo com os olhos, fazendo seu coração bater loucamente. Ao ver a expressão do marido, a segunda jade Lan não se viu mais capaz de manter o controle sobre seu próprio corpo e se levantou repentinamente, erguendo o menor em seu colo e que ainda envolvia sua cintura com as pernas.


─── Lan Zhan? O que está fazendo??─── proferiu Wei Ying atordoado pela excitação, sem entender o porquê de o marido estar se afastando da cama.


─── Banho. ─── a voz do Lan soou rouca próxima ao seu ouvido, fazendo seu couro cabeludo se arrepiar, impedindo-o de fazer qualquer outro questionamento.


Assim, Lan WangJi passou a andar com rapidez e cuidado em direção a tina de água que havia preparado anteriormente, carregando seu parceiro em seus braços, enquanto ainda aproveitava para pressionar o traseiro macio de Wei WuXian ainda encoberto pelas roupas, deixando mais marcas dos seus dedos, parando para deliciar-se loucamente dos lábios do marido uma vez ou outra.


Logo quando chegaram até o local, Wei WuXian levou suas mãos até a fita de testa do marido, tirando-a e o libertando de qualquer tipo de autocontrole que ainda restava e, por conseguinte, fora jogado na tina ainda de roupa por seu marido. Em seguida, sem se importar com mais nada, a Segunda Jade Lan adentrou no móvel impacientemente, tomando-o mais uma vez em seus braços e fazendo-o subir em seu colo. Os lábios se encontraram mais uma vez em uma disputa ardente, trocando beijos selvagens e cheios de paixão.


Ambos chegaram a perder o fôlego, e a boca de WangJi desceu pela curvatura do pescoço de WuXian, chupando-o, beijando-o e o mordendo com grande intensidade. As mãos do menor deslizavam pelo peito do mais velho, encontrando a marca de queimadura no formato de sol e a acariciando com cuidado ainda encoberta pelo robe branco. Aos poucos eles despiam um ao outro, trocando beijos e carícias que lhe tiravam a razão. Completamente nu, Wei Ying voltou a provocá-lo, movimentando seu quadril sobre o membro de Lan Zhan, incitando a penetra-ló no botão rosado e macio.


─── Er-Gege não me quer? ─── sussurrou lascivamente próximo ao ouvido do amado sem cessar os movimentos de seu quadril.


─── Quero. Quero muito. ─── sussurrou no mesmo tom repleto de luxúria que Wei WuXian tanto gostava, agarrando seu quadril e o virando de costas, fazendo com que o menor se apoiasse na borda da tina.


Aquele tom de voz e visão o levava a loucura, sentia seu corpo ferver, seu coração parecia querer parar naquele exato instante, e sua ereção latejar pedindo por atenção. Sentia-se cada dia mais apaixonado e ver aquele homem que desejou durante tantos anos tão entregue a sua frente lhe proporcionava um desejo surreal. Não foi mais capaz de se segurar. Invadiu aquele pequeno buraco que parecia suplicar por ele e investiu ferozmente, não sendo capaz de se segurar ao sentir as ondas de prazer que se espalhavam por todo o seu corpo.


─── Ahnnn... L-lan Zhan... ~Hmmm... ─── gemeu o menor ao senti-lo avançar com tudo e sem descanso, pressionando seu interior com todas as forças ─── Er-Gege! ~D-devagar...! ─── suplicou ao sentir a dor e o prazer se intensificarem.


A água ao redor de seus corpos se agitava a medida que a estocadas se tornavam mais fortes e profundas, chegando a derramar pelo cômodo. As mãos de Lan WangJi seguravam fortemente o quadril de Wei WuXian, de forma que seus dedos fossem marcados na pele alva, e se debruçava sobre seu corpo, permitindo-se morder e deixar diversos chupões nas costas de seu amado.


A cada instante tentava invadi-lo mais profundamente, sentido seu membro rijo ser recebido pelo interior do menor, gerando uma sensação prazeirosa que se espalhava por todo seu corpo, sensação que se intensificava por senti-lo cada vez mais quente. Wei WuXian gemia descontroladamente e ainda insistia em dizer algumas coisas, que saiam completamente sem sentido por causa de sua mente atordoada, com sua respiração completamente descompassada, sentido seu interior ser invadido cada vez mais intensamente, em estocadas fortes e profundas, atingindo constantemente seu ponto sensível.


A banheira parecia não aguentar mais o ritmo empregado pelo casal, aparentando que iria se romper a cada minuto que se passava. Lan WangJi investia ferozmente, tirando de Wei WuXian gemidos cada vez mais longos e altos e fazendo o chamar por seu nome a cada estocada, algo que lhe fazia ficar cada vez mais excitado. O mais velho já estava chegando perto de seu limite, sentindo cada investida mais intensa do que a anterior, e não tardou em agarrar o membro do menor com uma de suas mãos.


─── Wei Ying! ─── chamou pelo nome daquele que o fazia perder completamente a compostura e o deixava louco, tentando suprimir seus próprios gemidos a todo custo, sua voz rouca soava lascivamente e anunciava a chegada de seu ápice.


O maior agora o masturbava, fazendo com que sua mão deslizasse pelo seu membro no mesmo ritmo de suas estocadas. Wei WuXian já aparentava estar perdendo seus sentidos, seu corpo todo tremia com a intensidade do prazer e com as ondas de calor que se espalhavam. O prazer de ambos aumentava a cada instante, transcendendo a lógica, e não demorou para que Lan WangJi atingisse seu ápice e se derramasse no interior de seu marido, ofegante e sem conseguir conter mais seu gemidos, ainda chamando pelo nome de nascimento do marido. No instante seguinte, WuXian também se entregou ao momento, derramando-se na mão de WangJi que o estimulava constantemente.


Milagrosamente, a tina não havia se quebrado, como acontecera muita das vezes em que eles insistiam em transar daquela forma. Ambos finalmente se sentaram em seu fundo, aproveitando o prazer que haviam acabado de proporcionar um ao outro, a medida que aguardavam seus corpos se acalmarem, suas respirações ofegantes voltarem para os eixos e seus corações retomarem seus ritmos. Wei WuXian deitou suas costas no peito do mais velho, apoiando sua cabeça na curvatura de seu pescoço, inebriando-se mais uma vez com o aroma de sândalo.


─── Lan Zhan... Lan Zhan... ─── murmurou e logo em seguida suspirou, levantando uma de suas mãos para acariciar a face do marido e em seguida o encarando ─── Eu te amo tanto... ─── disse em tom melodioso.


─── Eu também te amo, Wei Ying. ─── proferiu enquanto uma pequena curvatura se formava em seus lábios e logo depois beijou a testa do marido carinhosamente.


Eles continuavam ali, aproveitando os braços um do outro, enquanto continuavam a se banhar sem pressa alguma. Lan WangJi lavava o menor com cuidado. No entanto, acabaram por ser interrompidos ao escutarem um chamado na porta do Jingshi.


─── HanGuang-Jun. ─── uma voz jovem chamou do lado de fora, anunciando a chegada de um dos Júniores da seita ─── O Grande Mestre Lan está o convocando para uma reunião imediatamente. ─── anunciou com grande seriedade, como se era esperado para um discípulo de GusuLan, e logo após escutar a resposta afirmativa de Lan WangJi se retirou, retornando para seus afazeres.


A segunda jade Lan saiu vagarosamente da tina, secou seu corpo e mais uma vez se vestiu de forma impecável, enquanto era observado pelo marido que ainda se encontrava descansando dentro do móvel com um sorriso largo estampado em sua face.


─── O que aquele velho quer desta vez? ─── resmungou Wei WuXian de dentro da tina ─── Aposto que vai reclamar de mim de novo! Ele nunca muda. ─── disse em tom brincalhão e logo em seguida deu uma gargalhada ─── Lan Zhan! Lan Zhan! Lan Zhan! ─── chamou pelo marido diversas vezes antes mesmo que este deixasse o quarto mais uma vez ─── Não negligencie seu marido desse jeito, huh!? Er-Gege sempre tão rude com meu corpo delicado...


─── Mn. ─── Respondeu em um tom carinhoso com um pequeno sorriso nos lábios, lembrando-se de como era capaz de amar até mesmo as pequenas manhas de Wei Ying, e logo em seguida andou em direção a tina, aproximando-se do marido e beijando seus lábios de forma amorosa. Após ter atendido ao marido, finalmente abandonou sua residência, indo de encontro a Lan QiRen.


15 de Outubro de 2020 às 15:59 0 Denunciar Insira Seguir história
3
Leia o próximo capítulo Sob o Luar: O Ataque na Vila Caiyi

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 3 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas