audrey_r_moura Audrey R.

Amanda viveu dia após dia para sobreviver no palácio do Império de Tammera como a Dinasta, e nunca imaginou que as coisas mudariam. Mas, um dia fatídico moveria o curso de sua vida, quando seu conselheiro real inicia o Sagrado Ritual do Parceiro. Agora, vindo de sua terra natal, Amanda reencontra alguém que conheceu nas redes sociais, porém, não apareceu no dia que marcaram um encontro. Obrigada a compensar a abdução de Rafael, sua vida agora se tornaria uma teia emaranhada de segredo, engano e desejo. VEJAM COM NET LIGADA, TEM FIGURAS QUE DESENHEI EM ALGUNS CAPÍTULOS. ATENÇÃO! Recomendado para Maiores de 18 anos; contém nudez, sexo, gore e palavras de baixo calão. Obra sem revisão crítica e ortográfica. PREMIO: #1 - LUGAR NO CONCURSO SAKURA. Todos os direitos reservados. São proibidos o armazenamento e/ ou a reprodução de qualquer parte dessa obra, através de quaisquer meios - tangíveis ou intangíveis - sem o consentimento escrito da autora. A violação dos direitos autorais é crime estabelecido pela lei nº. 9.610./98 e punido pelo artigo 184 do código penal.


Ficção científica Todo o público.

#fantasy-egypt-sci-fi
0
632 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Domingos
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo

Eu fui abduzida.

Roubada de minha família, casa e sonhos em direção a um planeta estranho. Atraída ao profundo de um portal estelar. Sem nenhum sinal de motivos ou qualquer explicação lógica.

No entanto, existiam pessoas após ser arremessada para fora da minha vida comum, desmoronando no chão encerado de um templo. Pessoas desagradáveis que, pouco me explicaram onde estava e como lá fui parar. Através de suas bocas, contaram-me que não era bem-vinda. Minha abdução não passava de sabotagem.

E como se isso não fosse ruim o suficiente, tentaram se livrar de mim armando um falso sequestro, jogando-me para morrer em uma floresta infernal.

Corri, fugi e fui dilacerada até o completo desespero, perdida por dias naquele lugar. Para minha sorte, encontrei uma cabana no meio da Floresta Assombrada, exatamente no momento em que perdi minhas forças. Do interior da cabana saiu a minha patrona, a Bruxa que nunca soube o nome.

Ela me salvou.

Mas precisei matá-la para sobreviver, e me tornar uma rainha.

13 de Outubro de 2020 às 16:08 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Parte I

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 4 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!