Novo app: Inkspired Writer! Escreva, publique e gerencie suas histórias no seu celular!!. Leia mais.
andressa-alves1602295466 Andressa Moraes

Claudia sobrevive depois de um trágico acidente de avião, porém perde sua memória, não se lembra nada do que aconteceu antes do acidente. Agora ela está em um lugar desconhecido, sozinha e sequer sabe o seu nome. A única coisa que sabe sobre si mesma é: Que é noiva por causa do anel na sua mão direita. Ela é acolhida por uma família de fazendeiros e aos poucos se lembra da sua vida. Será que ela irá encontrar sua família? E se um novo amor aparecer em sua vida, o que deve fazer? OBS: Contém conteúdo adulto.


Romance Romance adulto jovem Para maiores de 18 apenas.

#fazenda #cowboy #amnésia
2
1.4mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo

É começo de ano e três amigas que amam viajar resolvem ir para algum destino diferente, algum lugar fora do Estado onde moram, conhecer novos ares. Saíram de São Paulo para conhecer o litoral paranaense. Cláudia, Bruna e Débora são amigas de infância, fizeram faculdade juntas, saem juntas... São realmente inseparáveis e estão acostumadas a viajar de avião, para elas, iria ser só mais uma viagem.

Claudia deixou seu noivo Lucas em casa, noivado esse que já dura 3 anos, é tanto tempo que, ás vezes, sente que ele está a enrolando, porém não larga por nada aquele loiro bonitão. Ela já viajou deixando ele em casa antes, só que dessa vez ele não queria que ela fosse, mas como Claudia é teimosa... Já suas amigas continuam encalhadas, essa viagem poderia servir para encontrarem algum amor? Nunca ninguém irá saber realmente.

Elas correm pelo aeroporto pois estão atrasadas, estão prestes a perder o voo, será um aviso dizendo para não embarcarem?

Claudia senta no banco reservado para si, imediatamente coloca o cinto, não é medo, é força do hábito mesmo. Suas amigas se distraem com música e livro.

Quando já estão sobrevoando em solo paranaense, o avião começa a ter muita turbulência. Todos sabem que é normal, mas o piloto se assusta e tenta estabilizar a aeronave com movimentos normais, porém bruscos. Logo o rabo do avião se quebra. É quando todo o desespero começa, até porque, nesse caso não há muito o que fazer, o avião cai cada vez mais.

As pessoas gritam, se desesperam, outras clamam por uma misericórdia divina. Cláudia permanece em seu banco, fecha os olhos rezando muito, enquanto lágrimas de medo escorrem em seu rosto. Mesmo enquanto escuta mais partes do avião sendo quebradas, ela não abriu seus olhos, até perder totalmente a sua consciência.

Era 21:30 quando a notícia repercutiu em todos os telejornais do país:

"Tragédia em área rural paranaense: Avião cai com 300 pessoas a bordo. Agora os bombeiros estão vasculhando embaixo dos escombros afim de encontrar sobreviventes."

10 de Outubro de 2020 às 02:37 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Capítulo 1

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 13 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas