antonio-stegues-batista Antonio Batista

André começa a namorar uma garota chamada Betânia, estudante de arquitetura. No início ela escondeu dele que participava de uma organização que lutava contra a ditadura. Somente algumas semanas depois ela falou e queria que ele entrasse no grupo. Apesar de apoiar o movimento contra a opressão, André sempre se recusou participar de ações armadas. Evitava enfrentar os soldados, mas participava dos protestos na Cinelândia. Um dia, policiais do DOPS prenderam Betânia e os companheiros dela. Dois dias depois, soldados bateram na porta do apartamento de André e o acusaram de ser um terrorista. Foi torturado e preso. Nove anos depois, com a anistia, ganhou a liberdade. Foi direto para aa casa dos pais, em Manaus. Chegando lá, soube que eles tinham morrido. Desolado, André vai até a beira do rio com sua prima Neide. Ele está contando sua triste história para ela, quando algo surpreendente surge do rio...


Drama Todo o público.
Conto
0
371 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

SONHOS, CINEMA E DORES

20 de Setembro de 2020 às 13:22 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Mais histórias

Metamorfoses Metamorfoses
Coração Dekassegui - coletânea de contos Coração Dekassegui -...
Lost Lost