Novo app: Inkspired Writer! Escreva, publique e gerencie suas histórias no seu celular!!. Leia mais.
mandy-mars Amanda Karynne

❝Malvado, carinhoso, lindo, genioso, mau caráter – cafajeste cheio de pegada – todos esses adjetivos contraditórios, cabiam como uma luva em Baekhyun. Ele era muito talentoso ao esconder seu verdadeiro caráter, afim de conseguir o que queria. Quem seria capaz de lhe dizer não? Samantha, Olivia, Adriana, Vanessa, Nyeah, Yoona, Seolhyun, Jess... a lista de conquistas – prontamente descartadas – era imensa. Ele era inacreditável. Mudava a cor dos cabelos com a mesma facilidade que trocava de roupa. Apenas uma garota foi páreo pra ele. Uma estrangeira – uma elfa de cabelos vermelhos, extremamente excitante que o fez estremecer. O mais louco de tudo? Ela não disse como se chamava – o que o deixou triplamente interessado. Tinha que encontrar uma maneira de atrair aquela fada envolta em mistério, de cabelos vermelhos cor de fogo – tão chamejantes e chamativos quanto os seus❞ HOT | EXO | HÉTERO | BAEKHYUN | PERSONAGEM ORIGINAL | CASOS DA UNIVERSIDADE | 18+ ⌈™ & Copyright © 2020 by Mandy Mars. Todos os direitos reservados Plágio é crime⌋


Romance Erótico Para maiores de 18 apenas.

#e-muitas-outras--- #yoona #seolhyun #jess #ella-owen #marina-ruy-barbosa #histórias-da-universidade #byun-baekhyun #hetero #exo
2
3.1mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Um.


Conquistador.

정복자


Byun Baekhyun. Aluno veterano, último ano da faculdade de HISTÓRIA DA ARTE. Desgosto supremo dos colegas de curso. Sucesso absoluto entre as mulheres – 10 dentre 10 mulheres o queriam – em um raio de 1000 km em qualquer direção. Ele era assim, na dele, ousado, abusado, correto quando convinha – safado sempre.

Desculpava-se afirmando: “Só querer que todo mundo fosse feliz” – o maior conto do vigário de que se tem notícia!? Enquanto ele repetia essa bobagem à exaustão – dormia indiscriminadamente com quem quer que se apresentasse – colegas do estágio, namoradas de amigos, garotas simpáticas – e fáceis – que conhecia nos COFFEE HOUSE da vida – enfim, não podia ver um rabo de saia – que ele arrastava pra cama dele num piscar de olhos.

Samantha Gray tinha sido a colega que lhe dera a primeira chance. Samantha era uma morena curvilínea, de raciocínio aguçado, talentosa nos estudos – que tinha uma paixão secreta por ele, desde o minuto em que nele pusera seus olhos. Também, quem a repreenderia? Todas as mulheres na Busan University eram unânimes em afirmar, que Baekhyun se assemelhava aqueles personagens de drama flower boy de feições perfeitas.

Quando ele sorria, metade do campus vinha abaixo. As meninas suspiravam por ele. É meio ridículo falar assim – entretanto o que era ainda mais ridículo, era ser verdade. Byun gostava de ser o centro das atenções. Ele pensava: “Se ninguém está reclamando – então tá tudo bem.”

Byun tinha se envolvido – e com envolvido, subentende-se que ele esteve apaixonado de verdade – apenas uma única vez. E nunca chegou a concretizar essa paixão. Mudou-se para Busan antes disso. Todos diziam que ele era jovem demais, para apegar-se daquela forma, a uma fantasia. Sim, pois a garota – sua vizinha Park Nyeah – não fazia ideia de sua existência.

Daí, ele resolveu ouvir seus amigos. Esqueceu-se de sua fantasia favorita – e ingênua, Nyeah – e mergulhou de cabeça na nova rotina. Ele gostava do curso de história da arte. E também gostava das festas na universidade. Entretanto, gostava mais das festas que a universidade promovia – que do curso em si. Ah mais isso era com certeza!

E lá, com a música alta, os desafios imbecis de quem vira mais shots de tequila em menos tempo, ele esbarrou em Sam. Ela já estava meio bêbada – logo as reservas e a sua guarda, já estavam meio baixas:

— Oh, me desculpe. Derramou em você?

— O quê? A música está muito alta!

Ele fez sinal, para que ela o acompanhasse até a saída, onde poderiam se ouvir – Ela o seguiu.

— Eu perguntei, se a minha tequila derramada, tinha caído em você – E olhava pro fundo do copo virado, fazendo um bico.

— Ah isso!? Não – e olhou sorrindo pra ele. – Não caiu nada em mim.

— De onde eu conheço você?

— Não conhece...

Ele estendeu a mão de imediato.

— Nesse caso, me chamo Byun Baekhyun.

— Eu sei – E o sorriso se alargou. – Samantha Gray.

— Hey, nós fazemos três matérias juntos!?

— É, mas você já está meio alto – não achei que fosse lembrar.

Inesperadamente ele a puxou de encontro a si – e beijou-a vorazmente. A mente de Sam girava, quando o beijo terminou – e ela o encarou surpresa.

— Eu posso fazer muito coisas nesse estado, Samantha. E não vou te impedir de voltar pra festa se você quiser ir, já se você quiser ficar...

— Já sei – Sem cobranças, ou exigências de qualquer natureza... sexo, e sexo apenas.

— Não, nada de cobranças. Só eu e você. E a melhor transa da sua vida. – Foi a vez dela, de calar-lhe a boca com a sua.

Não foi preciso dizer mais nada. Sam sentia-se aventureira. Byun assumia seu papel de Casanova... Ele era um dos únicos alunos em Busan a morar sozinho – ainda que seu apartamento fosse relativamente pequeno. Era todo seu. Era o seu Reino. E Sam era a primeira donzela a ser levada para lá – para fins nada castos.

Mas nenhum dos dois estava a fim de brincadeiras. Sam o acompanhou não somente pela atração – mas pelo pior motivo de todos, estava apaixonada por ele. Tinha esperanças de o encantar de alguma forma, ao frequentar seus lençóis. Conquanto Byun só queria se divertir.

O flower prince, do campus da Busan University – estava com os cabelos prateados, com as pontas desbotadas de um roxo púrpura. Baekhyun era quase bom demais pra ser de verdade. Era uma visão muito excitante.

E por mais incrível que pareça – Byun estava aprendendo a ludibriar e a convencer aquelas mulheres a ficarem nuas para ele. Com Samantha foi relativamente simples, pois além de bêbada, ela já estava completamente entregue a ele – suas afeições, seus sentimentos, enfim – tudo isso a empurrou em sua direção. Já ele não estava tão bêbado, quando quis fazer parecer.

Então pôde apreciar a visão, Sam tinha um corpo espetacular. Totalmente fora dos padrões – de fome – das coreanas, e das modelos das capas de revista. Ela deveria ser famosa, porque atraente e totalmente desejável – ela já era. Ele sentia aquele frisson tomando conta de seu corpo. E quando Sam, postou-se a sua frente, apertando-o, fazendo com que todos os pelos de seu corpo se arrepiassem, ele soube que não aguentaria muito mais tempo, aquele joguinho erótico. Beijava-a lascivo – lábios carnudos, seios fartos, quadril largo – ele se sentia um cientista louco, só de pensar nas partes do corpo dela, enquanto seu próprio corpo parecia arder em chamas. Quando os corpos se encaixaram, a caixa de pandora se abriu.

Ele não saberia dizer, quem gemia mais alto – tinha consciência apenas, de que não podia ficar quieto. Quanto mais agitados os corpos de ambos ficavam, maior era aquela sensação de júbilo. Sentia o corpo de Sam estremecer. Atingiu o orgasmo no momento exato, em que ela o atingiu também.



Dias depois – Samantha ficou esperando que Byun mudasse a maneira fria e distante, com que a tratava. Ela pensou de verdade, que o que eles tiveram, havia sido especial. Na prática, Sam estava violando as regras – que ambos haviam formulado e concordado seguir – na noite em que transaram. Sam se apaixonou ainda mais perdidamente por ele.

Baekhyun não. Ele transou com ela – e o interesse que tinha por ela, terminou aí. E iniciou-se a longa lista de conquistas do flower boy Byun Baekhyun.


“I am the, I am the best – She claimed and more – A battle scarred conquistador – (We will, we will, we will rise again)”

Thirty Seconds to Mars – Conquistador.


Notas Finais


➥Escrevi a primeira versão dessa fic no debut do EXO-CBX.

➥Achei o Baekhyun ruivo um exagero – eita menino lindo, meu pai eterno.

➥Só depois de muito tentar – encontrei uma garota ruiva (a Marina Ruy Barbosa) pra representar a ruiva que fará o personagem do Baekhyun tremer nas bases.

➥Mostrem o apoio de vocês ao projeto por dar coraçõezinhos e comentar - respondo todo mundo, até a próxima semana!

21 de Agosto de 2020 às 14:50 2 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Capítulo Dois.

Comente algo

Publique!
thay kawane thay kawane
Não me canso dessa história mds ♡♡♡
November 03, 2020, 18:05

~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 17 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!