carloamin0102 Carlo Amin

A Lua aparecia, porém ainda era muito cedo. Sua formosidade redonda ainda parecia refletir.


Romance Contemporâneo Todo o público.

#amor #poesia #poema #noite #258 #lua
Conto
0
601 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Uma vez...

A Lua aparecia,

porém ainda era muito cedo.

Sua formosidade redonda ainda parecia refletir.

A dama da noite se curvava perante o Sol,

reconhecendo que o dia era o tesouro

daquela gigante estrela.

Ainda assim a Lua aparecia.

A Lua aparecia,

parecia gritar em desespero.

A Lua chorava por entre as nuvens,

pensando que ninguém a amaria.

Eu amo-te, Lua

Sou com todas as letras,

amante de sua beleza.

Admirador de sua magnificência.

Como mortal, aqui estou,

apreciando uma manhã na qual a Lua surgia,

me apaixonando lentamente

por aquele sentimento de vê-la.

14 de Agosto de 2020 às 00:58 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Carlo Amin Escrevo de tudo... De tudo que sinto... De tudo que invade a minha mente quando espero a madrugada se arrastar lentamente enquanto encaro o teto em busca de algo que me salve desse mundo de sombras

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~