Contagem regressiva para a Copa dos Autores 2020. Registre-se agora e tenha a chance de ganhar prêmios!. Leia mais.
davi-alves1597244271 Davi Alves

''Não e preciso ter olhos abertos para ver o sol, nem é preciso ter ouvidos afiados para ouvir o trovão. Para ser vitorioso você precisar ver o que não está visível'' Em um Mundo pós Guerra um homem tenta sobreviver em um mundo pós apocalíptico e acaba em outra dimensão e tenta achar um jeito de retornar mas quando consegue retornar acaba criando uma guerra entre dimensões.


Ficção científica Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#381
0
717 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

O começo

Estava a caminho de uma missão, preocupado com meu destino, pois meu irmão estava doente e havia alguns meses, eu estava destruído por dentro as minhas emoções me destruindo pouco a pouco parecia que aquele era meu fim, pois estava preocupado se algo pior poderia acontecer com ele, mas rezava para deus que desse tudo certo.


Mas não me deixei por abalar, havia algo importante a fazer e aquela seria uma missão extremamente difícil poderia acabar eu uma situação de vida ou morte em horas, estávamos indo em direção a uma cidade próxima chamada Fall River, lá estava acontecendo vários ataques terroristas, então o governo decidiu que o exército deveria intervir, eu faço parte da unidade de reconhecimento apelidada de Pelopse, eu seria um dos primeiros enviados para o local, meu batalhão estavam todos com receio e preocupados pois todos ali haviam família.


A minha família em particular era muito simples, morávamos em área periférica e tínhamos uma situação de vida razoável, na minha casa morava:

Eu , minha irmã , meu irmão minha mãe e meu padrasto, pois meu pai tinha morrido quando éramos crianças, eu era o mais velho entre os três filhos então admirava muito meu pai ele era um homem incrível, ele trabalhava de policial então o via poucas vezes, e muitas vezes muito cansado e incomodado com algo, quando ia fazer 11 anos meu pai veio a falecer, fiquei muito abalado com a notícia .

-Nãooooo!!!!! Por que justo o Senhor meu pai, eu o admirava tanto, mesmo cansado do seu trabalho como policial você tirava um pouco de seu tempo de descansar para nos dar atenção...


Estava gritando angustiado por aquela perda tão repentina, ele havia sido morto durante um confronto que estava acontecendo contra assaltantes.


Meus irmãos ficaram muito abalados, mas não tanto quanto eu, pois eles não haviam passado muito tempo com o papai... no chão de meu quarto tentando superar a perda.

Bom no dia do enterro fomos muito tristes, minha mãe também estava arrasada de dia, ela costumava a não chorar tanto, mas a noite ela não sabia, que a ouvia chorar pelo papai, e que ela a amava muito.

Só depois de um mês que começamos a nos recuperar desse incidente, retomamos nossas vidas normais e havia me decidido sobre meu futuro naquele momento, em honra de meu pai decidi me tornar um militar uma pessoa que protegia aos outros.


Que ia trazer tranquilidade a todos que merecerem, bom alguns anos haviam se passado da morte de meu pai, foi ai que minha mãe conheceu o meu padrasto, ele se chamava Jonas era um homem alto meio gordinho e careca além de usar óculos, ele era muito intelectual, eles estavam namorando na época mas depois de um ano decidiram se casar.

Bom os Terroristas haviam sido capturados e minha unidade foi designada a voltar pro acampamento e descansar para depois retornar pra sua cidade.

12 de Agosto de 2020 às 15:06 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo O início de uma nova era

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 6 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!