lil_cherry E. L

Duma é o anjo responsável pelos sonhos, ele induz os sonhos de uma bela moça com grande maestria, até se deparar com algo diferente de tudo que ele já havia visto; O que acontecerá para fazer o anjo Duma cair? Venha descobrir em ''A queda de Duma''.


Romance Erótico Para maiores de 18 apenas. © Todos os direitos reservados

#proibido #romance #pecado #fantasia #aventura #anjo
0
474 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

O Inesperado

A exatos dezoito anos atrás nascia a criança, cujos sonhos seriam meus, eu a acompanhei em cada fase, cada noite, com sonhos bons, algumas vezes a fazia ter pesadelos quando ela agia de forma errada, todos os pesadelos sempre refletiam o que ela havia feito; assim ajudei a formar a boa menina que ela é, quase pura e inocente, digo quase pois sei o que se passa em seu subconsciente, ela que antes dormia na sala da casa de sua mãe que é divorciada de seu pai, uma casa simples e pequena com duas mulheres e uma criança, hoje em seu décimo oitavo aniversário está se mudando, vai morar sozinha e exala animação, já fez as malas e empacotou tudo, sentada em uma das caixas espera o caminhão da mudança chegar.
Tudo acontecia de acordo com os conformes, assim que chegou ela desempacotou tudo ouvindo músicas animadas, eu gosto do jeito que ela vê a vida, o sorriso dela é capaz de iluminar o dia mais escuro, Deus a fez com muito capricho, e eu tenho grande sorte de ser o anjo regente de seus sonhos. Após arrumar tudo ela estava exausta, tomou um banho demorado e minhas asas brilharam quando ela saiu do banheiro bocejando, quando minhas asas brilham significa que ela está quase adormecendo e é minha hora de trabalhar e, eu já estava quase pronto quando aconteceu algo que eu jamais presenciei, ela tirou a toalha e se jogou na cama completamente nua, minhas asas brilharam mais forte, eu tinha que começar logo, ela nunca tinha dormido nua antes, eu nunca a tinha visto assim, e agora ali estava ela, minhas asas brilhavam tanto que incomodou até a mim que já estou acostumado com seu brilho, acho que o motivo pelo qual ela está tão brilhante é por que ainda estou parado sem saber o que fazer enquanto ela dorme sem sonho nenhum, envergonhado eu me aproximo da cama, sussurrei ''pelo poder a mim concedido por Deus, eu não devo pensar em pecados'', mas seu corpo moreno e suas curvas de mulher, algumas marcas que os humanos considerariam defeitos, eu percebo que Deus as colocou exatamente ali para serem como são, e fazerem ela ser ela, ''Deus pai me ajude'', tentei afastar todos os pensamentos pecaminosos que me assombravam e me concentrei em minha tarefa, encostei minha mão em seus cabelos e transferi minha energia a ela, consigo ver tudo o que pensou em cada detalhe do seu dia, e decido dar um sonho mediano a ela, neste sonho ela está se mudando, fiz um bilhete aparecer em cima de uma das caixas, ''não durma nua'', espero que ela se lembre disso, depois loucamente fiz ela ir jogar o lixo lá fora e todo o bairro era feito de doces e guloseimas, passei todo brilho das minhas asas à ela e assim o sonho foi sentido intensamente, quando montada em uma nuvem de algodão doce ela voltou para o seu novo lar, a fiz dormir totalmente vestida, depois quando acordou (ainda no sonho induzido por mim) fiz que uma amiga fosse chama-la, então me desconectei dela, agora eu estava a bater asas sobre seu corpo ainda nu sob a cama, os lençóis embaixo dela ondulam pelo vento que minhas asas produzem, eu fico profundamente tentado a tocar a curva de sua cintura, mas me contenho e decido sair do quarto antes que eu pense em qualquer outra besteira, vou conversar diretamente com Deus sobre hoje.
Ele me deu avisos severos para que eu sequer pensasse em pecar, mas por que tem que ser tão difícil? Eu não paro de pensar nela e em seu lindo corpo, desci para vê-la e ela agora estava colocando os últimos detalhes no lugar, usando roupas para meu alívio. Passei a mão sob sua cabeça para verificar do que ela se lembrava do sonho, ela se esquecera do bilhete e só lembrava-se de ter visto a rua de doces, mais nada do que fez além de ver a rua e a aparição de sua amiga. Fiquei decepcionado, mas continuei a observa-la, eu pensava em uma abordagem mais radical, mas não sei se isso seria certo, porém eu quero faze-la entender que não deve mais dormir sem roupas.
O dia se passou e a noite se aproximava, eu estava ficando tenso, tremia até a ultima pena, ela demorou mais que o habitual para dormir, mexeu no celular, pediu a janta pelo telefone e ficou assistindo série até tarde quando em fim bocejou e minhas asas brilharam, mas para meu espanto ela foi tomar banho, foi um banho rápido, porém ela saiu encharcada e novamente se jogou na cama, ainda estava acordada, mas com bastante sono, me aproximei admirando suas curvas, ''eu não posso pecar'', deslizei minhas mãos pelas suas costas e ela se arrepiou, ''vai ser uma noite fria'' ela disse e se cobriu, eu ri, o toque de um anjo possui energia abençoada e geralmente quando tocamos nos humanos eles reagem como se estivessem recebendo uma brisa gelada pelo corpo, talvez nem tudo estivesse perdido, estou totalmente enganado, acabei de reparar que meu toque ainda tinha efeito sob sua pele morena que ainda exibia os vestígios do arrepio que a fiz sentir, isto não melhorou minha situação, ela estava coberta, mas minha mente não, esperei que ela terminasse de pegar no sono e sem demoras fiz algo que jamais tinha feito, apareci em sonho como humano para ela, em um sonho lúcido coloquei-nos em seu quarto, ela estava sentada na cama e eu em pé na sua frente ''minha bela'' ela me olhava como se nunca tivesse visto coisa mais bela, modéstia á parte todos os anjos são divinamente lindos e os humanos não estão acostumados com isso, ''sou o anjo protetor de seus sonhos'' levantei seu queixo e a fiz olhar diretamente em meus olhos, ela estava perplexa, eu sei que isso é errado mas ela estava linda, seus olhos castanhos brilhavam refletindo minha face, ''eu peço para que não durma mais nua'', então ela recuperou os sentidos, estava agindo sozinha , esta é a desvantagem de sonhos Lúcidos, nos anjos damos e as pessoas que são donas da mente tem como escolher como irão agir, ela se levantou ainda me olhando.
— Você é lindo (ela disse quase sussurrando)
Eu me afastei dela sem saber o que dizer, mas eu estava gostando daquilo.
— Como saberia se você é realmente um anjo? Além de ser absurdamente lindo? Por que eu não posso dormir nua?
— Muitas perguntas (eu disse e ela quase desmaiou com o som da minha voz, acho que não tinha reparado nisso antes) eu não sei se posso, mas eu já estou violando umas centenas de regras ao aparecer para você aqui então eu acho que posso te amostrar a resposta da sua primeira pergunta (então eu deixei as asas aparecerem e as bati uma vez, os seus cabelos balançaram e ela se aproximou, eu recuei um passo, ela estendeu a mão para a minha asa esquerda e antes que tocasse eu segurei sua mão, seus olhos encontraram os meus).
— Posso? (hesitei por dois longos segundos e soltei sua mão)
— Com cuidado (e assim ela fez, acariciou as penas da minha asa, eu senti um calor invadir o meu corpo, logo cada uma de suas mãos acariciavam uma das asas, isso era muito bom, mas eu não podia desviar do meu foco, ela encostou o rosto e respirando fundo inalou meu cheiro)
— Você cheira doce... Muito doce (e então delicadamente eu a afastei do meu corpo e das minhas asas)
— E aí está à resposta do por que você não deve dormir sem roupas, você já sabe que sou um anjo, mas eu nunca tinha presenciado algo do tipo, você sempre dormia vestida na casa da sua mãe, eu sempre cumpri meu papel de zelador dos seus sonhos com perfeição, mas eu não sou perfeito e te ver sem nenhuma peça de roupa me faz pensar em coisas que vão contra as leis de Deus, eu não fui preparado para este tipo de situação e não quero pecar, você é muito linda, mas eu não quero cair. (este era meu maior medo, cair... o que eu me tornaria? não sei de nenhum anjo que caiu e virou algo bom, depois de cair nunca mais se ouve falar de tais anjos, somente Lúcifer é lembrado, pois ele foi o maior anjo pecador, mas anjos tem que serem puros, pensamentos impuros também fazem anjos caírem, e eu sinto que se ela continuar, me fará cair, não somos perfeitos).
— Wol (ela fez menção de se beliscar e eu voei rapidamente até ela segurando sua mão)
— Não, isto vai te acordar, sim, você está sonhando.
— então... Tá, Eu é, proponho uma troca.
— Barganhando com um anjo?
— Sim, eu paro de dormir nua se você me visitar todas as noites.
— Eu já te visito todas as noites desde que você nasceu.
— Eu estou falando me visitar assim, em sonhos com você.
— Eu não sei se é certo.
— Isto ou eu dormirei nua todos os dias até no inverno.
— Você sabe que toda vez que se arrepia de ''frio'' (fiz aspas com as mãos) sou eu que estou te tocando né, no inverno eu quero ver se você consegue sentir o meu frio e o frio do tempo (então eu ri e ela estava boquiaberta de novo).
— Agora que eu sei que é você eu acho que consigo. E então, topa ou não?
— Não sei...
— Então amanhã dormirei nua de novo e você que se vire.
— Topo.
— Yes!
— Mas ainda não sei se é certo...
— Errado é você não ter aparecido antes.
— volte a dormir.
— Mas eu ainda nem sei o seu nome...
Desconectei-nos e mais uma vez eu estava pairando sobre ela enquanto ela dormia, tinha mudado de posição e metade do seu corpo estava descoberta, porém o sol já nascera eu passei do horário. Oque eu fiz meu Deus? Por que aceitei este acordo insano?

13 de Julho de 2020 às 20:33 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Pecadores

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas