bucetinhadobyun 𝕤𝕞𝕚𝕝𝕖 𝕠𝕟 𝕞𝕪 𝕗𝕒𝕔𝕖 ⁹⁹

A esposa de Nicolas o abandona,sem dizer nada e deixa com ele uma mala preta com o seguinte recado:” Amor,me desculpe por isso...Apenas faça esse favor,pegue essa mala e não deixe NINGUÉM encostar nela.Com amor sua Jennifer.”Depois de pegar a mala descobre que todos a querem,mas não sabe exatamente o que a nela e nem porque a querem.Com a ajuda de alguns homens poderosos,ele mantem a mala segura e tenta descobrir o porque da esposa ter fugido e porque querem a mala.


Fanfiction Celebridades Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#Tom-Cruise #Leonardo-Dicaprio #brad-pitt #mistério #ação #Scarlet-Johasson #Godfrey-Gao #Nicolas-Cage #johnny-depp
Conto
0
551 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

One shot

Era uma madrugada fria em Baltimore,Maryland,uma cidade muito populosa,bonita e independente.Em um prédio localizado no centro da cidade viviam os Cage,um casal tipico de um romance coreano.Jennifer Aniston,a esposa era veterinária e uma moça muito carismática,já seu marido era um dono de restaurante e um homem mais sério.Durante essa madrugada Jennifer levanta de sua cama e silenciosamente arruma as malas,sempre espiando o marido,atenta a qualquer som.Escolheu uma sapatilha branca,uma regata da mesma cor e uma calça jeans azul para sair. Se direcionou ao banheiro no corredor e fez sua higiene,se olhou no espelho com um olhar de culpa,não queria fazer isso com ele,mas precisava.Saiu e voltou para o quarto,se aproximou da cama e beijou a bochecha do marido,afastou o cabelo longo,castanho e liso dele e sussurrou em seu ouvido:

-Eu te amo muito,porém,eu preciso ir... Te espero naquele lugar especial.

Levantou-se e se dirigiu ao corredor,pegou a passagem debaixo do vaso de flores,pegou a mala do lado da cama e foi embora.

Nicolas acordou com o seu despertador tocando,desligou o mesmo e sentou na cama observando a janela,o sol iluminava todo o quarto.Virou-se e não encontrou a esposa,apenas uma mala preta de metal com um papel em cima,se levantou e andou até o guarda roupa,revirou-o todo e não encontrou nada da esposa.Ficou confuso,foi para todos os cômodos da casa e não encontrou ela,voltou para o quarto e pegou o papel com raiva,leu o mesmo em voz alta:

-Amor,me desculpe por isso...Apenas faça esse favor,pegue essa mala e não deixe NINGUÉM encostar nela. Com amor sua Jennifer.Mas que merda é essa?-pegou a mala e tentou abri-la,mas tinha senha.-E AINDA TEM SENHA?EM QUE CONFUSÃO VOCÊ ME METEU!

Jogou a mala em cima da cama de novo e o telefone da sala tocou,saiu correndo até a sala e atendeu.

-Alô?

-Sr.Cage como vai?Soube que sua esposa fugiu...-era a voz de uma mulher.

-Quem é você e o que quer?

-Como assim o que eu quero?A mala obviamente, me encontre em Coney Island as 16:30.

Ela desligou logo depois,olhou para o relógio e resolveu fazer o que a moça lhe pediu.Fez sua higiene e amarrou o cabelo em um coque,vestiu uma calça jeans azul,uma camisa vermelha com estampa de “Eu amo rock” e um all star também vermelho.Pegou a mala e foi até a garagem,por incrivel que pareça o carro do casal ainda estava ali,entrou no carro e deixou a mala no banco do passageiro,girou a chave e o carro ligou.

-Isso ai belezinha.-elogiou o carro batendo carinhosamente no volante e abrindo a porta da garagem com o controle.

Dirigiu pela rota 87 até chegar ao local do encontro,estacionou ali perto e hesitou em sair do carro,não sabia se queria mesmo fazer aquilo,pensou no recado que a esposa deixou e também na fuga dela,chacoalhou a cabeça e saiu do carro.Encontrou uma mulher com lábios carnudos e olhos penetrantes caminhando em direção a ele,usava um vestido de seda vermelho e um salto alto da mesma cor,brincos de diamante e uma bolsa vermelha de mão,sorria alegremente.

-Não esperava que viesse mesmo.

-Quem é você?

-Angelina Jolie.-estendeu a mão.

-Nicolas Cage.-apertou a mão dela e sorriu de lado ao sentir a mão macia dela.

-Sei quem você é Sr.Cage,mas e a mala?

-O que tem nela?

-Não é da sua conta.-segurou a bolsa com as duas mãos e o levou até um restaurante.

Sentaram-se na mesa dos fundos,a mais afastada e pediram vinho tinto.Nicolas não conseguia tirar os olhos de Angelina,seu decote poderia ser visto a quilômetros de distancia.Ela ria da situação e evitava olhar para ele,seus olhos iam diretamente para o garçom que trazia os pedidos deles.O garçom chega com o vinho e logo se retira,ela pega a taça e a observa,Nicolas apenas bebe um gole e espera ela dizer alguma coisa.

-O que tem na mala?

-Eu já disse,não é da sua conta.

-Se está comigo passa a ser.

Ela sorriu sem humor e tomou um gole de vinho demoradamente,tentando manter a calma.

-Estou certo?

-Talvez.-coloca a taça na mesa e cruza as pernas olhando nos olhos dele.

-Preciso ir ao banheiro,com licença.-ele se levanta e vai até o banheiro,faz sua necessidade e antes que saisse um homem loiro segura em seu ombro.

-Sr.Cage ela é uma espiã,logo depois de pegar a mala ela irá te matar e matar sua esposa.

-Quem é você e por que eu confiaria em você?

-Leonardo Dicaprio,sei onde sua esposa está e porque fez isso.

-Então me diga.

-Aqui não dá,me encontre no aeroporto daqui a uma hora que eu te explico tudo.

-Tudo bem então.

Saiu do banheiro e voltou a mesa da mulher,tomou o restante do vinho e tentou ir embora,mas ela segurou em seu braço e sussurou no seu ouvido:

-Me dê a mala e eu deixarei você e a Jennifer em paz.

-Não.-puxou o braço para si e saiu em disparada do restaurante,correu até o carro e ouviu o som de uma arma,virou-se e se deparou com a mulher apontando um revólver para ele.

-Me dê a mala e eu não atirarei.

-Abaixe isso,vamos conversar..

-Tivemos tempo suficiente para conversar me entregue logo isso que não tenho tempo a perder.

De repente ela cai no chão,morta,saindo sangue de seu abdomen,ao se aproximar do corpo percebe que é ferimento de bala.Tom Cruise desmonta seu rifle e manda a mensagem a Leonardo,avisando que Angelina foi apagada e que o plano podia prosseguir.

Nicolas se afasta do corpo com medo e dirige até o aeroporto e encontra Leonardo perto da escada rolante.Leonardo recebe a mensagem de Tom e abre um largo sorriso,pede para Nicolas esperar na sala de embarque que ele iria comprar as passagens.Comprou duas passagens apenas de ida para Paris,França,e foi até onde Nicolas estava.

-Vai me contar agora o que está havendo?

-Todos querem essa mala,e quando digo todos,quero dizer os ricos e poderosos.Você tem uma arma bastante poderosa e poderia destruir quem quisesse com ela.-respondeu colocando os óculos escuros do rai ban e sorrindo.-Sua esposa não é quem dizia ser Sr.Cage,exceto pelo nome que carregava.

-Então nosso casamento foi uma mentira?!

-Isso eu já não sei e terá de perguntar a ela,lembre-se,estou aqui para te ajudar a se livrar dessa coisa.

-Claro... Para onde vamos?

-Paris,preciso resolver uns problemas por lá e não posso te deixar aqui com uma arma dessas correndo perigo.

-Mas eu...

-Dinheiro não irá faltar relaxe,fique aqui,preciso fazer um telefonema.-se levantou e e foi até o banheiro.

Passaram-se 15 minutos e ele ainda não havia voltado,Nicolas resolve ir ao banheiro para ver se ele estava bem,entrando lá encontra Leonardo ferido no chão,se aproxima dele e pergunta o que aconteceu.

-V...Vá p-para Paris... Agora,m-me deixe... Aqui.-disse com dificuldade e cuspindo sangue.

-Mas e você?

-VÁ!

Ele faz o que foi pedido e embarca no vôo de Paris,aproveita a primeira classe e recebe a mensagem de Brad Pitty,não a lê até desembarcar.Chega no aeroporto de Orly e lê a mensagem:

“Soube do que aconteceu com o Leonardo,eu era amigo dele,não dá pra contar tudo por mensagem então me encontre amanhã as 7:00 perto da torre Eiffel.”

Encontra outra mensagem,mais antiga,era do celular do Leonardo:

“Hospedei você no hotel Ritz e já paguei a diária de 1 semana,Brad te ajudará caso algo aconteça comigo.”

Pega um taxi e vai direto ao hotel,conversa com a recepcionista e vai para o quarto,encontra uma bela mulher sentada e com um vestido verde extremamente curto,se espanta mas logo ignora-a,joga a mala em cima da cama e pergunta rudemente quem é ela:

-Uma amiga do Sr.Pitty.-responde levantando da cama e caminhando lentamente até ele sorrindo maliciosamente.

-E-eu preciso descansar agora,avise ao seu “Sr.Pitty” que irei encontra-lo na torre Eiffel,agora pode ir embora-disse segurando o braço dela e a levando para fora do quarto.

-GROSSO!-grita ela irritada do lado de fora e vai embora.

Toma um banho de banheira relaxante e vai até o closet,encontra varias roupas e um recado de Brad:

“Sabia que não teria tempo de comprar roupas,então tomei a liberdade de compra- las para você,espero que goste.Ass:Brad Pitty”

-Coincidentemente são do jeito que eu gosto,devemos ter o mesmo gosto.-fala para si mesmo olhando as roupas atentamente.

Pega um pijama do batman e o veste,se olha no espelho e se diverte com a cena que vê.

-Igualzinho de quando eu era criança!

Tira o pijama e veste uma cueca cinza,sai do closet e liga para o serviço de quarto,pede seu prato favorito:hambúguer e fritas acompanhado de coca-cola e com sobremesa de torta de cenoura.

Após a refeição foi até a varanda e observou a vista de Paris usando um roupão,lembrou-se de sua esposa e da lua de mel que tiveram na Itália,chacoalhou a cabeça ao se lembrar daquelas mortes que presenciou recentemente e voltou para dentro,deitou na cama e adormeceu.

Acordou as 6:00 e logo se arrumou para ir se encontrar com o Brad,vestiu um suéter cinza,calça social preta e um cachecol de lã preto também.Antes de sair tomou um café da manhã reforçado e mandou uma mensagem avisando que já estava chegando.

Chamou um táxi e foi diretamente a torre Eiffel,encontrou Brad sentado em uma mesa tomando vinho e conversando em francês ao celular com alguém.Ao ver Nicolas desligou o celular e fez sinal para que sentasse a sua frente.

-O que aconteceu com o Leonardo?-perguntou Nicolas sentando-se.

-Você sabe como é essas coisas,sempre querem eliminar quem sabe demais.

-Então eu serei o próximo?

-Talvez,mas se tomar cuidado sobreviverá ao menos 1 semana. Engoliu em seco aquela frase e se manteve quieto.

-Mas não estamos aqui para falar disso,guardou a mala em um local seguro?

-Sim e... Obrigado pelas roupas.

-Não há de quê,e tome mais cuidado.

-Claro.

-Tome.-entregou um envelope bege para ele.-Dentro desse envelope tem o que precisa para prosseguir com o plano,esqueça sua esposa,ela está marcada para morrer.

-Mas como assim?-perguntou indignado.

-Apenas esqueça ela e volte para o hotel,siga as instruções e não se preocupe com o dinheiro.

-Tudo bem...

Brad levantou e desapareceu entre os turistas,Nicolas voltou ao hotel e decidiu fazer o que lhe foi pedido.Sentou-se na cama e abriu o envelope,dentro havia fotos de um chinês e uma carta,olhou em volta para ver se alguém o observava e leu a carta:

“Ele é Godfrey Gao,vai te ajudar com o restante do plano,não precisa se apresentar pois ele sabe quem é você.Apartir de agora ele irá te acompanhar,não se preocupe com segurança,ele vai te proteger de tudo e de todos.Ele vai te encontrar em Seul na Coréia do Sul no Korea Furniture Museum,não adianta perguntar sobre a sua esposa pra ele,isso não o interessa e ele não vai te responder nada sobre ela.Pode confiar nele,e a propósito não fique perguntando da mala a ninguém.Esqueça da sua antiga vida se quiser prosseguir com isso.”

Olhou para as fotos tentando memorizar o rosto,depois isso queimou a carta e as fotos.Almoçou no restaurante ali perto e foi até o aeroporto comprar a passagem para Seul,recebeu a mensagem de Godfrey dizendo que já estava na coreia.

-Só quero que isso acabe logo...-disse para si mesmo enquanto segurava a mala.

Entrou no avião e novamente aproveitou a primeira classe,mas dessa vez estava mais relaxado do que antes.Chegou no aeroporto de Incheon e logo se sentiu perdido,não sabia falar coreano então resolveu ir direto ao local de encontro.Por coincidência Godfrey estava lá,esperando com aquele seu ar sério.Ao avistar Nicolas abriu um sorriso e estendeu a mão.

-Sr.Cage,vejo que acabou de chegar na coreia.

-Sim..-apertou a mão dele.

-O Sr.Pitty me pediu para tomar conta de você.-disse rindo.

-Um homem velho como eu tendo uma babá jovem como você,isso é inacreditável.- suspirou.

-Vou te levar para o seu hotel,não se preocupe que eu vou te ajudar no que precisar.

-Então vamos logo para lá que já estou cansado.

-Ok.

Godfrey chamou um taxi e o levou até o Plaza Hotel,conversou com a recepcionista e o deixou no quarto.Nicolas viu que iria dormir no mesmo quarto que ele e achou aquilo estranho,porém ficou quieto.

-Vai ter que dormir aqui comigo Sr.Cage.-tentou segurar o riso.

-Agora terei de fazer o que?

-Esperar para seguir o próximo passo,pode demorar.

-O que sabe sobre tudo isso?

-Nada,e nem preciso saber.

O telefone do quarto toca,Godfrey olha para Nicolas e atende o telefone,tranca a porta e as janelas:

-Alô?

-Me entregue a mala.-disse um homem em um tom afeminado.

-É pra você Sr.Cage.-desligou o telefone e olhou pela janela tentando encontrar algum espião.-Precisamos sair daqui,eles já descobriram onde estamos.

-Mas como?

-Eu não sei,precisamos ir logo,desfez as malas?Contou a alguém que estamos aqui?

-Não e não.

-Ótimo.

Godfrey começou a fazer as malas e pediu para Nicolas vigiar,alguém bateu na porta,deixando os dois em alerta.

-Serviço de quarto!-disse um homem em coreano.

-Não pedimos serviço de quarto...-sussurrou Godfrey.-Se esconda com a mala,eu cuido dele.

-Ok.

Após ter se escondido,Godfrey abre a porta,o homem tenta dar um soco nele mas Godfrey desvia e chuta suas costas,o jogando na parede fazendo-o bater a cabeça,o homem o puxa pela gravata até a janela trancada e tenta bater nele novamente,Godfrey o vira e lhe dá uma gravata:

-Quem te mandou aqui?-perguntou em coreano.

-N-não é da sua conta.-respondeu com dificuldade.

-Responda ou irá pro céu agorinha mesmo.-disse apertando o pescoço do homem.

-Ok,ok eu direi quem é.-deu tapas no braço de Godfrey tentando faze-lo parar. Godfrey o solta e o joga no chão,coloca o pé na cabeça dele e espera ele falar.

-Foi o Sr.Depp!

-Depp?

-Johnny Depp...-respondeu com um pouco mais de dificuldade.

-Nem foi tão doloroso.-virou o homem de frente para ele e segurou na gola de sua camisa,olhou em seus olhos e disse firmemente.-Avise ao Sr.Depp para tomar cuidado e ficar longe do Sr.Cage,caso contrário ele irá se arrepender,ENTENDEU?

-S-sim S-senhor.

-Ótimo,agora cai fora.-o soltou e o homem saiu correndo para fora do quarto.-Isso vai mante-los longe por enquanto Sr.Cage.

Nicolas estava dormindo no banheiro com a cabeça em cima da mala,babava e roncava.

-Sr.Cage nem foi tão entediante assim a luta.-disse rindo e cutucando o dorminhoco.- Vamos,acorda!

O homem não respondia,ele o pegou no colo com a mala e foi até o elevador.Quando chegaram na recepção,Godfrey o jogou no chão sem cuidado nenhum e foi chamar um táxi.

-HEY!

-Vamos logo Sr.Cage,eles sabem onde estamos.-disse rindo da situação. O táxi chegou e eles entraram indo direto ao aeroporto.

-Que pena.. Queria tanto conhecer esse lugar.

-Qualquer outro dia você visita,claro,depois que tudo isso acabar.

Chegaram no aeroporto e logo Nicolas recebe uma mensagem no celular.

“Vejo que te descobriram,droga,você está próximo do fim Sr.Cage... Fiz uma reserva para você no Rio de Janeiro,não se preocupe que o Gao sabe falar um pouquinho de português e pode te ajudar nessa missão,boa sorte.Ass:Sr.Pitty”

-Como ele sabia?-perguntou Nicolas.

-Sabia do que?

-O que aconteceu no hotel,de termos sido descobertos!

-Você é um funcionário dele e eu sou seu segurança,empregos temporários,ele sabe de tudo que acontece com você Sr.Cage.-respondeu mais sério do que antes.

-Então ele andou me espionando?

-Eu não sei.

Nicolas comprou duas passagens para o Rio de Janeiro e ficou pensando no que havia na mala,por que era tão importante,havia algum tipo de arma biológica?segredos dos poderosos?Aquela duvida esta matando-o cada vez mais.

Entraram no avião em silencio,mas Godfrey dava em cima das aeromoças,e pelo que parecia elas caiam nas cantadas dele.

Chegaram no aeroporto de Galeão / Tom Jobim,foram direto para o hotel Fasano,Godfrey falou com a recepcionista e eles foram direto para o quarto,chegando lá os dois se impressionam com a vista.

-WOW!-exclama Godfrey.

-Essa vista é uma das melhores que já vi.

-Enquanto você “trabalha” eu me divirto.-diz Godfrey colocando ócuros escuros e se dirigindo até a porta.

-Nada disso...Lembra do que disse para mim?

-Aé... Uma folguinha vai!-disse fazendo aegyo.

-Mas o que é isso?-perguntou indignado e rindo.

-Fazendo aegyo para você me dar uma folga.

-AMANHÃ!Se tudo der certo você pode ter uma folga,pode ser?

-Perfeito!

-Ótimo,vamos desfazer as malas e tentarmos prosseguir com isso. Nicolas recebe uma mensagem de Brad:

“Soube que já chegaram,pois então,vocês precisam encontrar o mensageiro,não contei mais cedo porque eu não sabia que sobreviveria até agora,esse mensageiro é um empregado do “dono” da mala que no caso não é você Sr.Cage.Novamente boa sorte.Ass:Sr.Pitty”

Eles começaram a desfazer as malas,tomaram um banho e se vestiram o mais simples e refrescante possível.Godfrey parecia mais interessado em conhecer as mulheres brasileiras do que proteger Nicolas.

Sairam do hotel e começaram a conhecer a região,durante o passeio entraram em uma favela,ficaram impressionados com as casas e os moradores,participaram do churrasco na laje da Dona Joana,Godfrey deu uns pegas em umas moças e Nicolas apenas observou a cena rindo.

Quando estavam saindo da casa da Dona Joana,foram surpreendidos por um grupo de jovens de mais ou menos 14 ou 15 anos armados,Godfrey fez um sinal querendo dizer “deixe comigo” e conversou com os jovens.

-Viemos aqui para falar com um homem muito importante,sabem de quem eu estou falando,eu trouxe o Sr.Cage.

-Ele é o gringo que veio falar com o chefe.-disse o mais animado.

-Bora lá com a gente tiozão.-disse o mais ousado os levando até o alto do morro.

Os dois seguiram os adolescentes e encontraram um traficante que aparentava ter uns 20 anos,pediu para os garotos irem embora e para os estrangeiros sentarem nas caixas.

-Qual dos dois é o Cage?-perguntou alisando a AK-47.

-Eu!-respondeu Nicolas.

O jovem era moreno,cabelo descolorido,olhos cantanhos,magrelo e alto,estava com cordões de ouro,relógio,tênis de marca e bermuda xadrez azul.Observava-os com um olhar de superioridade e permanecia sério.

-Viemos aqui para...

-Eu já sei,esta com a mala?

-Estou sim.

-Ótimo,já deram o recado então podem ir embora.-disse ele guardando a arma e chamando os adolescentes com um apito.

Os dois saíram da favela e voltaram para o hotel,Nicolas ficou no hotel dormindo enquanto o Godfrey foi para a festa ali próxima.Enquanto Nicolas dormia um homem encapuzado invadiu o quarto,e quando tentou pegar a mala Godfrey chegou.O homem encapuzado sacou um revolver e antes que pudesse atirar,Godfrey deu-lhe uma rasteira e pegou a arma dele,apontou para ele e perguntou:

-Quem te mandou aqui?

-Sr.Depp,não me mate por favor.

-De novo esse desgraçado!-resmungou Godfrey ameaçando apertar o gatilho.-Fale para esse Depp que se ele não parar por bem,ele vai parar por mal.

-Parar com o que?

-De vir atrás da mala!

-Ok,ok entendi...

-Anda logo vai dar o recado!-disse apontando a arma pra janela.-E eu fico com isso.

O homem correu até a janela e fugiu,Nicolas continuou dormindo,Godfrey foi até a janela tentando encontra-lo de novo,mas o homem havia sumido de vista.

-Sempre dormindo Sr.Cage... Impressionante.-sussurrou para si mesmo. Trancou a porta e as janelas e se jogou na cama,adormecendo na mesma hora.

Na manhã seguinte,Nicolas acordou satisfeito,foi até o restaurante do hotel e tomou um café da manhã ao estilo brasileiro.Enquanto isso Godfrey dormia como uma criança,ninguém invadiu o quarto nem nada.Nicolas voltou para o quarto e recebeu a mensagem do chefe do traficante.

“Fico feliz que esteja com a minha mala e tenha cuidado tão bem dela,ela é como uma filha para mim. Me encontre em Munique,Alemanha.E sobre a sua esposa,contarei tudo que precisar e quiser saber sobre ela quando chegar aqui.Ass:Sra.Johansson”

Nicolas começou a arrumar as malas,jogou uma delas em cima do Godfrey para faze-lo acordar.Godfrey acordou com mau humor e começou a arrumar as malas dele.

Os dois chamaram um taxi e foram para o aeroporto sem conversarem,só trocaram palavras quando chegaram lá.

-Precisamos ir para a Alemanha agora,Munique.-disse Nicolas com seriedade.

-Entendi...

-Você não parece feliz com isso.

-E não estou,depois disso vou ter que voltar a trabalhar no restaurante do meu pai.Aé e obrigado por me trazer nessas aventuras.-disse ele sorrindo pela primeira vez dentro daquele taxi.

-Mas acho que não vai se livrar de mim tão facilmente,tenho que procurar a minha esposa e preciso de ajuda.

Eles chegam ao aeroporto,compram as passagens para Munique e entram no avião,dessa vez conversam durante toda a viagem.Chegam em Munique á noite e encontram Scarlet Johansson no aeroporto,de óculos escuros acenando,usava um vestido listrado em vertical até o joelho,salto rosa-choque e bolsa Vanessa.Nicolas e Godfrey se entreolharam desconfiados mas foram até ela.

-Sr.Cage e Sr.Gao estou certa?-disse ela cumprimentando-os.

-Sim,eu sou o Cage e ele o Gao.-respondeu Nicolas com um sorriso tímido. Godfrey abriu um largo sorriso e beijou a mão de Scarlet.

-Mas pode me chamar de... God of love.

-Já vi que é sedutor.-riu ela.-Vamos,meu chofer está nos esperando.

Entraram no carro em silencio,não sabiam o que iriam falar. Ao chegarem na mansão que elogiaram a casa e começaram a falar um pouco,foram até a sala e entregaram a mala.Ela abriu a mala e olhou o que havia dentro,tirou vários papeis e algumas fotos de dentro e abriu um largo sorriso.Godfrey e Nicolas ficaram indignados com a cena.

-Arrisquei a minha vida por isso?!-disse Nicolas com as mãos na cabeça nervoso.

-Não são simples pedaços de papel Sr.Cage.-fechou a mala após dizer isso e entregou a empregada.-São os segredos dos ricos e poderosos,inclusive do meu ex- marido Johnny Depp.

-O Sr.Depp queria a mala.-disse Godfrey.

-Óbvio que queria,tem medo de contarem seu obscuro segredo.Obrigada rapazes por me trazerem esse verdadeiro tesouro.

-Mas e a minha esposa Jennifer?-perguntou Nicolas com um ar triste.

-Sentem-se primeiro,essa história é mais longa do que imaginam.

Eles sentaram no sofá ao lado,era verde e de couro,a sala era grande,paredes brancas,tapete de urso polar e lareira de tijolos e um lustre de diamante.

-Sua esposa,Jennifer trabalhava para mim como uma investigadora,mas ela não era uma investigadora de verdade,era apenas uma veterinária que trabalhava perto da minha casa e era minha amiga.

-Mas por que ela fazia isso?-perguntou Nicolas confuso.

-Porque era minha amiga,única pessoa que eu confiava.Paguei bem a ela para fazer essa missão,como acha que ela comprou aquela casa que vocês moram?Quando ela foi para Baltimore ela estava apenas investigando,digamos que algumas pessoas queriam me destruir e roubar a minha fortuna herdada da minha família.Principalmente meu ex marido,por isso que ela foi atrás dos segredos deles.

-Agora entendi,mas onde ela esta?

-Se ela não veio entregar pessoalmente,meu marido está com ela.

-Pode me ajudar a salva-la?

-É claro!Tem o mapa daquela casa no meu notebook,não tem muitos guardas e se quiser eu mando alguns dos meus seguranças com vocês.

-Não precisamos de seguranças,apenas do mapa.-respondeu Godfrey animado.

-Certo,esperem aqui que já trago meu notebook.

Ela subiu as escadas e sumiu no corredor,enquanto isso Godfrey tocava em tudo que via na sala,parecia uma criança curiosa.Nicolas pensou no que Scarlet disse e pensou que o casamento dele fosse uma mentira,abaixou cabeça quase chorando.Godfrey se aproximou dele e o abraçou de repente,Nicolas retribuiu o abraço com os olhos arregalados.

-Nós vamos encontrar sua esposa,fique tranquilo.

Nicolas sorriu e enxugou a lagrima que caiu,Godfrey sorriu também e o soltou,Scarlet voltou com seu notebook dourado nas mãos.Havia um brilho em seus olhos,como se estivesse feliz.

-Aqui está rapazes,o mapa de vocês.-disse colocando o notebook na mesa de centro.

-Obrigada Scarlet,de verdade.-agradeceu Gao a abraçando também.

-Não há de quê,agora vão salvar a Jenni.

Desenharam o mapa em um pedaço de papel e guardaram no bolso de Nicolas,Scarlet emprestou a eles seu lamborghini amarelo.Sairam da casa e caminharam até a garagem,Godfrey ficou super animado ao ver o carro e teve ataques histéricos.Nicolas revirou os olhos e comentou:

-Estou começando a duvidar de sua masculinidade Sr.Gao.

-Chame-me de Godfrey,só a Sra.Johansson que me chama assim.

-Entra logo nesse carro.-disse caminhando até a porta do motorista.

Antes que Godfrey entrasse,Scarlet apareceu na garagem e lhes entregou uma maleta,segundo ela estava guardado coisas que eles precisariam para resgatar a Jennifer.Agradeceram e partiram,até a mansão do Johnny Depp.Era grandioso e amarelo,com arbustos em formato de cifrão.Estacionaram próximo a mansão e bolaram o plano de invasão,ficaram ali até de madrugada quando resolverem bota-lo em ação.

Invadiram a mansão pelos fundos,imobilizando os seguranças,logo depois entraram no quarto de Depp,que dormia como uma pedra.Nicolas foi em busca de Jennifer enquanto Godfrey conseguia informações do paradeiro dela,pulou em cima de Johnny e apontou uma arma para sua cabeça.Johnny acordou assustado e quase gritou.

-Se tentar algo,gritar ou qualquer coisa do tipo eu juro que atiro.-ameaçou Godfrey sorrindo de um jeito psicótico.

-O que você quer?

-Onde está Jennifer?

-Por que quer saber?

-Apenas responda a pergunta.-disse passando o dedo no gatilho.

-Está no porão...

-Obrigado Sr.Depp,e a propósito sua ex-esposa está com a mala.

Godfrey o amarrou na cama e o amordaçou,saiu do quarto correndo e procurou pelo porão,ao chegar lá encontrou Jennifer adormecida em um colchão velho e mofado.Aquele lugar era escuro,úmido e frio,a única luz que havia era de uma lâmpada que vivia piscando e ameaçava queimar a qualquer momento. Se aproximou dela e a pegou no colo,ao sair do porão encontrou Nicolas na cozinha,entregou Jennifer a ele e saíram da mansão pela porta dos fundos.Entraram no carro e dirigiram até a casa de Scarlet.

-Até que enfim chegaram,como ela esta?

-Não sabemos,mas pelo o lugar que a encontramos... –respondeu Godfrey.

-Levem-na para o quarto de hóspedes,Suzan os leve até lá e cuide dela por favor.- pediu Scarlet a empregada.

-Sim senhora,sigam-me.-disse a empregada os levando até o quarto de hóspedes.

O corredor era cheio de quadros de artistas famosos e vasos com sakuras,havia algumas estantes de madeira com fotografias dela e dos familiares em cima delas.

Enfim chegam ao quarto de hospedes,deitam Jennifer na cama e Godfrey sai do quarto,deixando apenas a empregada e o Nicolas com ela.Vai para a cozinha e encontra Scarlet sentada na bancada bebendo vinho e de camisola de seda rosa.

-Fica ainda mais bonita com essa camisola.-disse Godfrey dando uma piscadinha.

-Obrigada,comprei em Londres.

-Já vi que está triste,conte-me o que aconteceu.-sentou na bancada ao lado dela.

-O que aconteceu com ela...-tomou um gole de vinho.-foi culpa minha.

-Claro que não,não pense assim.-segurou no queixo dela e acariciou seus lábios com o polegar olhando em seus olhos.-Você apenas se defendeu desse povo que queria te fazer mau.

-Você tem razão Sr.sedutor.-sorriu timidamente e Godfrey selou seus lábios,Scarlet não perdeu tempo e pediu passagem com a língua segurando em sua nuca.Ele cedeu a passagem enquanto acariciava as costas dela.

A empregada saiu do quarto deixando Nicolas e Jennifer sozinhos no quarto,após a empregada sair,Jennifer acordou assustada e desesperada.

-Calma,sou eu o Nicolas,fique calma.-disse ele abraçando-a e acariciando seu rosto.

-Nicolas?-perguntou ela olhando para ele,seus olhos se encontraram.

-Está tudo bem.-sorriu e selou seus lábios.

-Me desculpe por te-lo abandonado naquele dia,foi preciso,Johnny Depp havia me encontrado e eu precisava te salvar dele.

-Como assim me proteger?

-Ele sabia onde morávamos,sabia da existência da mala e ameaçava te matar...Eu fugi para que pudesse fugir com a mala,mas ele acabou me encontrando.Pelo menos você ficou bem,vivo e completou a missão.

-Não precisava ter fugido,apenas me avisado antes...

-Mas agora você esta bem,eu estou bem e o Depp não vai mais nos atormentar.

-Assim espero meu amor.

A empregada voltou com uma muda de roupa,colocou em cima da cama e saiu.Depois foi até a cozinha e encontrou Godfrey e Scarlet se pegando na cozinha,abaixou a cabeça completamente corada e saiu dali.Scarlet percebeu que a empregada havia presenciado a cena e se afastou de Godfrey,que riu.

-Não é comum me encontrarem fazendo esse tipo de coisa com um homem na cozinha.-disse Scarlet colocando a mexa de cabelo atrás da orelha e sorrindo.

-Até que você beija bem sabia?

-Vamos ver se a Jennifer esta bem,Sr.Gao.-disse ela descendo da bancada e arrumando o cabelo.

Sairam da cozinha,Godfrey foi para o quarto de Jennifer e Scarlet foi para o quarto trocar de roupa.Godfrey pulou na cama e cumprimentou Jennifer,ignorando completamente Nicolas,perguntou se ela estava bem e beijou sua mão.

-Prazer em conhece-lo Godfrey,e obrigada por me salvar.-disse ela sorrindo.

-Igualmente Sra.Cage.

-Pode me chamar de Jennifer.

Scarlet entrou no quarto em silencio e empurrou Godfrey,fazendo-o cair no chão e gemer de dor.Sentou-se na frente de Jennifer e perguntou se ela estava bem,Nicolas e Godfrey resolveram sair do quarto e deixar as amigas conversando.Foram para a cozinha e ficaram por ali.Scarlet perguntou o que Depp fez de mau a ela e prometeu que iria se vingar,Jennifer mentiu dizendo que ele não fez nada a ela,e se lembrou da tortura psicológica que sofreu naquela mansão. Se levantou da cama e foi para a sala junto com Scarlet,estava melhor e mais calma agora entre amigos.Nicolas e Godfrey foram para a sala também trazendo vinho e algumas frutas em comemoração da volta de Jennifer e da entrega da mala.

-Quem eram o Brad e o Leonardo?-perguntou Nicolas sentando-se ao lado da esposa.

-Meus primos,eles resolveram me ajudar com isso.-respondeu pegando uma uva e colocando na boca.

-E por que eles não foram buscar a mala?

-Não tinham tempo a desperdiçar para esse tipo de coisa,diferente de você eles trabalhavam.

-Me chamou de...

-Apenas esqueça isso.

Johnny passeava com seu helicóptero perto dali e viu a casa da ex-esposa,pegou seu binóculo e os espiou dali de dentro,viu Godfrey segurando a mão de Scarlet e a beijando,ficou com uma raiva enorme e virou o rosto.Pegou o celular do bolso da calça e discou alguns números,colocou na orelha e voltou a espiar sua ex-esposa.

-Alô.disse um homem do outro lado.

-Tom Cruise?

-Ele.

-Sou eu o Johnny Depp,tenho um servicinho para você,me encontre no bar no centro da cidade as...-olhou no relógio de pulso.-as 8:00 pode ser?Levarei o dinheiro e espero que faça direito o serviço.

-Não sou amador e não se preocupe Sr.Depp,farei do jeitinho que pedir e se quiser levo uma lembrancinha.-riu do outro lado da linha e desligou.

Johnny guardou o celular e o binóculo,mandou o piloto sair daquele local e tirou os óculos escuros que usava.

-Vou acabar com você Scarlet...Pode ter certeza.- sussurrou com raiva na voz e fechou a mão em um punho.

7 de Julho de 2020 às 01:52 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

𝕤𝕞𝕚𝕝𝕖 𝕠𝕟 𝕞𝕪 𝕗𝕒𝕔𝕖 ⁹⁹ Gosto de escrever, ouvir música e apreciar fanarts. ♥

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~