alisson Joalisson Araújo

Dois mundos/uma escolha é uma história onde um personagem de origem totalmente desconhecida precisará se decidir entre dois mundos, mas que mundo será esse? Uma única escolha poderá mudar totalmente o destino do rapaz, tudo pode acontecer quando não se sabe o perigo de ser misterioso.


Aventura Todo o público.

#ação #lgbtq+ #yaoi #romance #aventura
0
979 VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo 01

Em um belo dia, longe de sua casa e da mesmice

Juno, um garoto de 15 anos, caminha em um campo verdejante, onde o ar é puro, a natureza pode brilhar em suas vastas cores, onde a vida de fato pode ser preservada da humanidade.

Juno caminhava sobre aquela grama molhada que parecia ainda mais linda ao encontrar-se com os raios de sol, era incrivelmente um dia lindo, nada poderia dizer o contrário, a não ser por seu primo ,Jeziel.

Jeziel era um rapaz de 17 anos que adorava incomodar Juno em tudo quanto o mesmo fazia.

Não importa onde ou quando, se envolvesse Juno, ele estava lá para estragar tudo, como de costume.

_Você sabia que não pode caminhar por aqui, Juno? -Disse Jeziel.

_Ah, verdade? Não sabia que esse campo te pertencia, meu primo. -Retrucou Juno.

_Não sabia, hã? Tudo que pertence ao meu pai será meu um dia, por tanto, me pertence e não quero sua presença ridícula esteja nele.-Disse Jeziel.

_Então vem você mesmo me tirar daqui, já que se sente tão forte para me da ordens.-Falou Juno.

_Para alguém sem poderes, e para falar a verdade, sem nada, você é bem convencido, não acha? -Perguntou Jeziel com um ar de provocação.

Para alguém de origem grandiosa, ou como você mesmo diz "únicos", você é bem inútil.-Retrucou Juno.

Vou lhe mostrar quem é o inútil, moleque abusado.-Falou o Jeziel recitando palavras estranhas.

Juno ignorou as palavras ditas por Jeziel "Radii mortiferum", até porque Jeziel nunca foi bom nisso. Oque Juno não sabia era que, quando uma possível magia fosse invocada, não poderia voltar atrás, seria preciso descarrega-la.

Ao calar-se depois da recitação, as mãos de Jeziel brilhavam como se os raios estivessem nelas.

_Você vai realmente vai lançar isso contra mim, Jeziel?-Pergunta Juno aparentando estar surpreso com aquela ação.

Não sabe há quanto tempo quero te colocar um fim e desta vez não tem ninguém pra te ajudar.-Respondeu Jeziel com um sorriso malicioso.

Com um balançar de mãos, Jeziel lança aqueles raios em direção a Juno, aqueles raios vermelhos eram tão impressionantes que conseguiam mostrar através daquelas faíscas a vontade de matar de quem o lançara.

Quanto mais aquela onda de raios se aproximavam, Juno parecia mais tranquilo. De alguma forma, aquilo não afetava a Juno, apesar de sua origem

misteriosa num lugar onde o poder e magia são tudo, ele era simplesmente uma pessoa comum.

(Juno foi encontrado em uma floresta próxima ao campo quando era apenas um bebê. Foi abandonado debaixo de uma árvore dentro da floresta do nevoeiro, um lugar onde nem mesmo os deuses se metiam a entrar, diziam as lendas.

Um certo dia, o pai de Jeziel, Steven, foi até a tal floresta e viu uma árvore que brilhava em meio a tanta névoa e por ser líder do seu clã e está acostumado a enfrentar diversos perigos, não temia a exatamente nada, então foi de encontro a árvore estranha e lá encontrou um cesto e dentro havia uma criança que sorria e estendia os braços para ele.

Desde então, Steven cria Juno com o seu filho.)

Juno fecha os olhos e com um simples movimento de ombro desvia daquela onda de choques pisando em um buraco que o mesmo nem havia percebido que tinha ali, mas oque Juno também não sabia era que as mãos de Jeziel ainda brilhavam e quando Jeziel fez um movimento com dois dedos da sua mão direita, os raios voltaram, Juno estava numa posição desconfortável de costas, não havia maneiras de desviar, agora, é só esperar o pior.
Na quele instante, Juno fecha os olhos e um escudo de prata em alta velocidade cruza entre ele e o raio, e ao se chocar com o escudo, os raios lançados logo são descarregados sobre a terra.

14 de Junho de 2020 às 23:32 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Capítulo 02

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 1 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas